N. Sra. Cadei/N. Sra. da Esper - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Família Sagrada > Denominações N.Sra. > Denominações

  1. N. Sra. da Cadeira:
  2. N. Sra. da Candeia: Ainda não temos informações.
  3. N. Sra. da Candelária: Conta a história que a imagem de Nossa Senhora foi encontrada por dois pastores sobre uma rocha, numa gruta em Chimisay, na Ilha de Tenerife, Ilhas das Canárias, no século XIV. Os dois pastores ao encontrá-la a mantiveram no local e foram às pressas informar os moradores sobre o achado. Quando retornaram acompanhados se surpreenderam, pois estavam acesos diversas candeias acesas em torno da imagem. Estas não estavam lá quando encontraram a imagem e o maior mistério, as candeias eram seguradas por Anjos e que entoavam um Hino em Homenagem à Virgem. Em 1826 uma grande enchente inunda o Santuário e as águas carregam a imagem original e destruiu a Igreja. A população construiu uma nova Igreja e uma nova imagem foi esculpida respeitando as características da original. Esta segurava um Menino no braço direito e uma candeia na mão esquerda. Até hoje a imagem original não foi encontrada, mas ainda se tem a esperança de encontrá-la.  Comemoração: 15 de agosto.
  4. N. Sra. da Caridade: Cuba. Comemoração: 08 de setembro.
  5. N. Sra. da Caridade do Cobre: A devoção a esta denominação dada às Santa Maria tem início na Vila de Cobre, em Cuba. Conta a tradição e a história que em 1628 dois índios e um escravo negro foram buscar sal na Baía de Nipe, Cuba. Como o mar estava extremamente agitado não foi possível que embarcassem antes de três dias. No início da navegação avistaram um objeto branco flutuando. Os três desviaram sua rota e surpresos se depararam com a imagem de Nossa Senhora. Junto com a imagem havia uma tábua com a inscrição: "Eu sou a Virgem da Caridade". Cumpriram então sua missão e no local da coleta do sal contaram o ocorrido. A notícia se espalhou como um furacão e até chegou antes do retorno dos três à cidade. O povoado com denominação oficial El Cobre foi o primeiro a libertar os escravos e o aparecimento para muitos tem uma grande relação. O Papa Bento XV proclamou em 10 de maio de 1916 a Santa a Padroeira de Cuba. Comemoração: 08 de setembro.   
  6. N. Sra. da China: Na localidade Dong Lu, em Boading, na China existe um Santuário dedicado à Nossa Senhora e que é fiel ao Papa, mesmo a China sendo contrária ao Catolicismo. O local é muito procurado desde 1924. Já na localidade Sheshan, em Shangai, China, existe outro Santuário também dedicado à Mãe Celestial, mas este é controlado pela Associação Patriótica e que não reconhece o Papa. Comemoração: mês de maio.
  7. N. Sra. da Chiquinquira
  8. N. Sra. da Cinta: Vila de Alcácere do Sal, Portugal. Comemoração: ?.
  9. N. Sra. da Claridade: Perros-Guirec, França. Peregrinação: 15 de agosto.
  10. N. Sra. da Conceição: Historicamente a devoção à Nossa Senhora da Conceição teve início em 1439 pela declaração do Concílio de Basiléia, mas com a proclamação do dogma da Imaculada Conceição de Maria pelo Papa Pio IX, no ano de 1854 esta aumentou muito. É preciso lembrar que esta devoção na realidade veio do século I, pela confirmação, por meio da Sagrada Escritura, que confirmava a Maria uma origem de pureza e livre de todos os pecados. Para os leigos essa atitude do Papa não tem nada a haver com o que aconteceu quatro anos mais tarde foi uma mera coincidência, quando aquele ato Papal foi confirmado pela aparição da própria Santa em Lourdes. Durante uma de suas aparições à Santa Bernadete afirmou que Ela era a Imaculada Conceição. Outra aparição, agora em 836, a Santa afirma ao Sacerdote Gondisalve que gostaria que fosse venerada com esta denominação. Por ato de Dom Pedro I, N. Sra. da Conceição é proclamada padroeira do Brasil, mais tarde passa a ser denominada N. Sra. da Conceição Aparecida, após ser "pescada" nas águas do Rio Paraíba, em Aparecida, SP. Comemoração: 08 dezembro.
  11. N. Sra. da Conceição Aparecida: Denominação completa de N. Sra. Aparecida (vide).
  12. N. Sra. da Conceição da Boa Vista
  13. N. Sra. da Conceição da Escada: Lisboa, Portugal. Comemoração: ?. A mesma que N. Sra. da Escada.
  14. N. Sra. da Conceição do Laranjal
  15. N. Sra. da Conceição da Nicarágua
  16. N. Sra. da Conceição Imaculada
  17. N. Sra. da Conceição Montesina: Mesma que "Virgem Montesina".
  18. N. Sra. da Confiança É muito antiga a devoção à Santa com esta denominação, mas foi no Seminário Romano Maior, que tinha a Santa como padroeira, onde o futuro Papa João XXIII estudava para se tornar Sacerdote, que a devoção se espalhou. Quando João XIII assumiu também passou a divulgar sua devoção. A realização, segundo a Tradição, do Concílio Vaticano II, foi inspirado pela Santa da Confiança. Comemoração: último sábado antes da quarta-feira de cinzas.
  19. N. Sra. da Conquista: Esta denominação surge durante as cruzadas, também ao período das grandes navegações e colonização. Durante essas viagens era muito comum levar a imagem de Nossa Senhora como proteção e força para a conquista. Comemoração: ?.
  20. N. Sra. da Consolação É uma das mais antigas devoções à Mãe de Jesus, vem dos tempos dos Apóstolos. Ela, Maria, era a pessoa forte, a que consolava a todos, pois sabia que seu Filho era Deus. Sabe-se que após a morte e ressurreição a Maria trabalhou evangelizando, amparando e confortando.
  21. N. Sra. da Consolata: Ainda não temos informações.
  22. N. Sra. da Coroa: Itália. Comemoração: ?.
  23. N. Sra. da Correia
  24. N. Sra. da Cruz:Conta a tradição e a história que N. Sra. apareceu para um pobre, em 958, na cidade de Herford, Alemanha. A Santa Mãe lhe deu uma missão, a de levar ao Mosteiro de Monjas uma mensagem para a realização de penitência e conversão. Para que as monjas cressem na mensagem a Santa invocou mais uma solicitação. Deveria ser erguida em frente ao Mosteiro uma cruz e nela uma pomba iria pousar numa determinada data. Quando o fato aconteceu como havia previsto pela Santa Mãe a denominação passou a ser adotada e venerada. Outro motivo para esta adoração é o fato de Maria, Mãe de Jesus, ter presenciado a sua crucificação e morte ao pé da Cruz. Comemoração: ?.  
  25. N. Sra. D'Agonia
  26. N. Sra. da Defesa: Provavelmente esta devoção surgiu no século XV, mas como ações militares já ocorriam a muito tempo atrás e a Santa sempre foi invocada para a proteção dos militares envolvidos nas batalhas, ela poderia ter sido iniciada anteriormente. Conta a história e a tradição que durante a invasão dos godos, na bacia de Ampezzano, na Itália, a população invocava a Santa para que protegesse as suas vidas e propriedades, bem como os militares. Quando o exército godo iniciou a invasão N. Senhora apareceu sobre as nuvens empunhando uma espada e sentada em um trono. No momento do ataque as nuvens baixaram juntamente com a Virgem Mãe, fato que deixou o exército invasor confuso que foi obrigado a bater em retirada. Comemoração: 18 de setembro.  
  27. N. Sra. da Divina Graça: ???. Comemoração: 19 de novembro.
  28. N. Sra. da Divina Providência: Por volta do século XIII, na Itália. Naquela época as pessoas precisando que a Santa tomasse algumas providências ganhou esta denominação por sua pronta resposta. Comemoração: 19 de novembro.
  29. N. Sra. da Elevada Graça
  30. N. Sra. da Encarnação: Esta denominação é muito antiga e vem do início do cristianismo. Ela também está associada ao dogma da Imaculada Conceição. Maria, mãe de Jesus, esteve a seu lado todo o tempo até a sua morte. Esta situação é mais ampla, pois MARIA participou da Encarnação do Verbo e da divulgação de suas palavras. A veneração, segundo alguns historiadores e a tradição teve início por volta do séc. XIV e XV. Comemoração 08 de dezembro.
  31. N. Sra. da Enfermaria: Portugal. Comemoração: ?.
  32. N. Sra. da Esperança: Conta a história e a tradição que durante o Concílio de Toledo, Espanha, em 656, foi reconhecida oficialmente esta devoção. Nesse país também é denominada N. Sra. do Ó. O Santuário mais antigo está na França e é datado de 930. Portugal foi talvez o terceiro país a adotar esta denominação, principalmente em razão das grandes navegações. Com o grande desenvolvimento proporcionado pelas grandes navegações, o apela a proteção da Mãe Santíssima se espalhou pelo mundo. A imagem de Nossa Senhora da Esperança estava no altar da primeiro Missa no Brasil, ocorrida no dia 26 de abril de 1500. Esta imagem foi trazida pelo Frei Henrique de Coimbra, que acompanhava a expedição de Pedro Álvares Cabral. Comemoração: 26 de abril.
  33. N. Sra. da Esperança de Pontmain: França. Comemoração: 17 de janeiro.
Voltar para o conteúdo