N-O - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Beatos & Santos > Santas > N-O

SANTAS

  1. Narcisa de Jesus Martillo Morán (1833, ? -1869, ?) – leiga - ??/?? Foi Canonizada pelo Papa Bento XVI, no dia 12/10/2008.
  2. • Natália (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Sto. Adriano - 08/09
  3. • Natália* (ou Sabagota) (?, ? - 852, Ibéria) - Mártir juntamente com Santo Aurélio, Santa Liliana, São Félix e São Jorge - 27/07 Nasceu em local e data não identificado por nós. Todos se converteram ao cristianismo e quando da invasão dos musulmenos à península foram presos. Sabemos que Natália, que era comumente chamada por Sabagota, era casada com Aurélio, Liliana e Félix amigos e o monge Jorge. Numa certa data Aurélio estava na praça de sua localidade quando presenciou uma cena degradante e humilhante, um cristão estava sendo arrastado por um jumento com ele preso com o rosto abaixo da cauda do animal, naquela hora converteu-se, em público, ao cristianismo. Antes de serem presos Natália, Félix e Liliana venderam todos seus bens e a arrecadação foi distribuída aos pobres e necessitados. Presos pelos musulmanos que não aceitavam o cristianismo, foram condenados à morte. Faleceram em Córdova, na Espanha, no ano 852.
  4. • Nazária Inácia (Ignacia) de Santa Teresa de Jesus March Mesa (1889, Espanha - 1943, Argentina) - Fundadora - 06/07 Nasceu em Madri, Espanha, no dia 10 de janeiro de 1889. Ainda jovem sua família passando necessidade transfere-se para o México. Durante a viagem de navio conheceu e pode dialogar com as Irmãzinhas dos Idosos Abandonados. Esse contato e conversa deixaram a jovem com vontade de servir a Jesus Cristo, então em 1908 ingressou neste instituto. Três anos depois, 1911, proferiu seus votos. Pouco depois foi enviada para a Bolívia, naquele país fundou uma nova congregação denominada Congregação Missionárias da Cruzada Pontifícia, em Oruro era o ano de 1925, porém, mais tarde esta passou a ser denominada como Missionárias Cruzadas da Igreja. Seua missão era servir aos pobres, necessitados e às mulheres necessitadas, abandonadas... A Guerra Civil na Espanha (1936/39) coloca a vida de Nazária em risco. Por segurança ela decide transferir-se para a Argentina, era 1938 onde teve oportunidade de trabalhar com jovens e necessitados. Nessa época a sua saúde já não estava tão bem, por isso teve alguns problemas em relação ao seu trabalho, mas nunca desistiu. Faleceu, por problemas de saúde, em Buenos Aires, na Argentina, no dia 06 de julho de 1943. Foi Beatificada pelo Papa João Paulo II (Santo), no dia 27 de setembro de 1992. Foi Canonizada pelo Papa Francisco, no dia 14 de outubro de 2018.
  5. • Niceta (?, ? - ?, ?) - 24/07
  6. • Nicole (?, ? - ?, ?) - ??/??
  7. • Ninfa (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com o São Repício e São Trifão* - 10/11
  8. • Noderburga (Noteburga) (?, ? - ?, ?) - Virgem - 14/09
  9. • Nona (?, ? - ?, ?) - 03/03
  10. • Nona (?, ? - ?, ?) - Mãe de família, esposo, filhos e filha santos - 05/08 Nasceu em local e data não identificados por nós. Casada com Gregório, o Velho (santo) que não era cristão e por ela foi convertido. Foi mãe de três filhos Gregório Nazianzeno, São Cesário e Santa Gorgônia. Segundo declarações de seu filho Gregório era uma mãe exemplo, dedicada a Deus. Faleceu em Nazianzo, atual Turquia, no ano 374.
  11. • Nunila * (?, ? - ?, ?) - Virgem mártir juntamente com a Santa Alódia - 22/11
  12. • Nazaria Ignazia March Mesa (1889, Espanha - 1943, Argentina) - Religiosa e fundadora da Congregação das Irmãs Missionárias Cruzadas da Iglesia - XX/XX. Nasceu em Madri, Espanha, no dia 10 de janeiro de 1889. Faleceu em Buenos Aires, Argentina, no dia 6 de julho de 1943. Foi Canonizada pelo Papa Francisco.
  13. • Nicárates (?, ? - ?, ?) - Virgem - 27/12

  1. • Odilia (?, ? - ?, ?) - Virgem Abadessa - 13/12
  2. • Olga (890, Rússia - 969, Rússia) - Duquesa e mãe - 11/07 Nasceu em Vybut, na Rússia, no ano 890. Ainda muito jovem foi pedida em casamento pelo príncipe Igor, era o ano 913, porém seu casamento foi destruído, pois seu marido foi assassinado em 945. O cristianismo estava entrando na Rússia e em consequência Olga é convertida. Em 957 foi Batizada. Era uma duquesa de Kiev, na Rússia. Era dedicada às orações e durante pedia pela conversão de seus filhos. Foi responsável direta pela construção de igrejas. Faleceu em Kiev, no ano 969.
  3. • Olímpia (?, Ásia Menor - 408, Ásia Menor) - Viúva - 17/12 Nasceu na Região conhecida como Ásia Menor, em data não identificada por nós. Casou-se ainda bem jovem, seguindo a tradição da época. Seus pais faziam parte da nobreza bizantina. Seu marido, o prefeito de Constantinopla, teve problemas de saúde e faleceu, nessa época Olímpia tinha por volta de 20 anos de idade, pelo que se conta, o casal não teve filhos. Olímpia resolveu então não mais se casar terreamente, mas sim com Deus Pai e Filho. Construiu um hospital e um orfanato, para os pobres principalmente. Pouquíssimo tempo depois foi nomeada superiora das irmãs de Fé que ali trabalhavam. Tinha João Crisóstomo (Santo) como seu orientador espiritual e confessor. Aconteceu que em certa data ele foi expulso de Constantinopla. Não concordando com a atitude das autoridades, se recusou a receber ordens do substituto. Essa atitude provocou uma reação bastante negativa, pois seu hospital foi fechado, bem como o orfanato e todo o grupo expulso de Constantinopla. Partiu para o exílio em Bitinia, Ásia Menor. Faleceu em Constantinopla, ainda bastante jovem, no ano 408.
  4. • Olívia (séc. IX, Itália - séc. IX, Itália) - Virgem mártir - 03 ou 10/06 Nasceu em Palermo, na Sicília, Itália, no séc. IX. Quando ela tinha treze anos de idade a cidade foi invadida pelos sarracenos comandados pelo seu rei Genserico. Este rei matou muita gente, mas também fez muitos prisioneiros e Olívia foi um deles. Ela foi levada à Tunes e dada ao governador daquela cidade chamado Amira. Este tentou de todas as formas corromper a jovem, mas esta não cedeu às suas vontades bárbaras. Por esta razão ele ordenou que ela fosse açoitada e levada para o interior de uma floresta  e abandonada. Seu objetivo era que a jovem sofresse muito antes de ser devorada por um animal selvagem. No entanto a jovem Olívia conseguiu escapara da morte e construiu uma pequena moradia, local onde estava segura contra o tempo e os animais e ainda, oculta de seus algozes. Naquela pequena construção viveu por algum tempo, alimentando-se do que podia colher da natureza, praticando penitencia, meditação e rezando. Numa certa data um grupo de caçadores a descobre no meio da mata. Naquele momento eles se impressionaram com a sua força física e principalmente espiritual, quando acabam sendo convertidos ao Cristianismo. Daquele dia em diante um grande número de pessoas passaram a procurá-la e todos eram convertidos. Acontece que a notícia chegou aos ouvidos do rei Amira e este ordenou a sua prisão. No cárcere ela passou por torturas violentíssimas e cruéis. Faleceu em Tunes, Itália, martirizada, no séc. IX. Foi Canonizada pelo Papa Alexandre VII, em 1664.
  5. • Onorina (?, ? - ?, ?) - 27/02
  6. • Opurtuna (?, ? - ?, ?) - Virgem Abadessa - 22/04
  7. • Oria (1042, Espanha - 1070, Espanha) - Virgem - 10/03 Nasceu em Villavelayo, um povoado próximo à Cidade de Castela, na Espanha, no ano de 1042. Sua casa era bem próxima do Mosteiro de San Millán de la Cogola. Poranto pode acompanhar os trabalhos das Irmãs. Mais tarde ingressou para a vida religiosa, naquele Mosteiro. Sua vida era quase de uma enclausurada. Vivia numa pequena cela. Era excelente fiadora e cozinheira. Tinha grande dedicação na leitura das Sagradas Escrituras. Numa certa data adoeceu gravemente e permanecendo enferma por muitos anos. Faleceu no Mosteiro San Millán, na Espanha, em razão da doença, no ano de 1070.
  8. • Osburga (?, ? - ?, ?) - Virgem - 30/03
  9. • Osita (séc. VII, Inglaterra - séc. VII, Inglaterra) - Virgem mártir - 07/10 Nasceu na Inglaterra, no séc. VII. Seu pai era o rei Fredevaldo, Cristão. Sua educação foi iniciada no palácio real e para que fosse a de melhor qualidade foi entregue às Irmãs da Ordem Beneditina. Quando concluiu seus estudos foi chamada para retornar ao lar. Seu retorno foi marcado pela notícia do acerto de seu casamento, como era costume na época. Ela deveria se casar Sigero, filho do rei dos Saxões. Osita não queria se casar, pois havia feito votos de castidade, mas a pressão da família foi tanta que ela teve que recuar em sua decisão. Durante as cerimônias do casamento a bela jovem rezou insistentemente para que um milagre ocorresse para que pudesse cumprir sua palavra. Logo após o casamento ela em comum acordo com seu marido passam a viver juntos, mas como irmãos. Sigero precisou viajar para resolver problemas e quando voltou encontrou sua esposa diferente, ela havia cortado seus cabelos, estava vestindo hábito Beneditino e o castelo havia se transformado em um Convento. Ele respeitou a posição da esposa e ordenou de imediato a construção de um novo Convento e entregou a ele o cargo de abadessa. Foram muitas as jovens da nobreza que passaram a viver por Deus. Quando a Inglaterra foi invadida por piratas dinamarqueses a destruição e o saque foi total. Seu marido foi assassinado e o Convento invadido. O líder dos invasores vendo na abadessa uma jovem bonita se interessou por ela. Logo em seguida foi informado que ela era uma princesa. O pirata fez de tudo para que a jovem se entregasse a ele, mas ela lutou com todas as forças e não permitiu que se concretizasse seu intento. Revoltado com a recusa da jovem ameaçou-a de morte, mais uma vez não teve resultado. Faleceu no Convento, na Inglaterra, martirizada por uma espada cravada em seu peito desferida por um pirata, no séc. VII. Seu túmulo passou a ser visitado por muitos fieis e muitos milagres ocorreram, a maioria pode ser comprovado.

Voltar para o conteúdo