Imaculada Conceição01 - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Família Sagrada > Estudo > Santa Maria

Texto de:
Vivaldo Armelin Júnior

NOSSA SENHORA
Imaculada Conceição
Entendendo I
• Jul13 •


• Imaculada Conceição, dogma Mariano, decretado pelo Papa Pio IX, no dia 08 de dezembro de 1854, na Bula Ineffabilis Deus.
• Imaculada significa que Maria, a Mãe de Jesus concebeu livre do pecado original. Trata-se, portanto, de um epíteto atribuído a Maria pelos motivos descritos anteriormente neste texto. Por sua vez, Conceição refere-se à concepção da Virgem Maria.
• Muitos lutaram pelo reconhecimento deste dogma, mas sua força maior veio com a aparição em Lourdes à Bernadete, quando a Mãe de Jesus se identifica como Imaculada Conceição.
• Imaculada, quer dizer sem máculas, sem pecado, ou melhor, livre do pecado. Maria, a Mãe de Jesus, nasceu livre do pecado, virginalmente concebeu, e mesmo após o parto permaneceu virgem.
• Um dogma que é muito discutido desde os primórdios da Santa Igreja e que levou a muita discussão. Mesmo santos foram contra esta ideia, como por exemplo, São Tomás de Aquino. Mais tarde ele reconheceu que estava errado e assumiu o dogma da Imaculada Conceição de Maria.
• Um dos grandes defensores da Imaculada Conceição de Maria foi o Beato João Duns Scotus, nascido na Escócia, por volta de 1266. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II, no dia 20 de março de 1993.
• A própria Virgem Maria, em Lourdes, como já destacamos, se identificou com este nome, condição que provocou uma reviravolta nas perseguições à jovem Bernadete, fazendo com que aqueles que descriam nas aparições e tentavam desacreditá-la mudarem de opinião.
• Maria é uma mulher agraciada desde a sua concepção no ventre de sua mãe Ana, em outras palavras, Maria nasceu livre do pecado original.
• Este relato é bem simplificado para que possamos mais tarde aprofundá-lo em seu estudo. Até hoje muitos estudiosos debatem este tema, sejam eles leigos, descrentes e até religiosos. Todos tentam entender o que aconteceu em Nazaré, no ano zero.


ANTERIORES


Voltar para o conteúdo