Imaculada Conceição01 - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Família Sagrada > Estudo > Santa Maria

Texto de:
Vivaldo Armelin Júnior

NOSSA SENHORA
Imaculada Conceição
Entendendo II
• Ago./18 •
• Maria quando aceitou o convite de Deus feito pelo Anjo Gabriel, não apenas assumiu um compromisso naquele momento, mas sim um compromisso de vida. Ao partir para a casa de Isabel, não vai a passei, mas amparar e apoiar sua prima, uma pessoa que se colocou a serviço da prima. Sua viagem não foi de um dia, mas provavelmente de três a quatro dias de caminhada a pé. É quase que certo que ele seguiu uma comitiva de viajantes, pois era mais seguro, evitava assaltos e até se perder.
• Na cidade na montanha, onde morava Isabel e seu esposo Zacarias, era pequena. Maria grávida, no início, deve ter tido os tradicionais sintomas da gravidez, como ânsia de vômito. Então não deve ter sido uma viagem tranquila.
• Outro fator interessante é que Isabel e seu marido, já idosos, recebem a mensagem do nascimento da gravidez pelo mesmo Anjo da Anunciação, o Anjo Gabriel. É possível concluir que Deus já tinha tudo preparado, de acordo com suas vontades, para a chegada de seu Filho para junto dos seres humanos.
• A sequência de acontecimentos extraordinários desde a Anunciação não parou. Quando Zacarias tem a visão do Anjo Gabriel e este anuncia a gravidez de Isabel, Zacarias não acreditou no que fora dito pelo Anjo, pois sua esposa já estava fora do período fértil, sua idade era incompatível. São Lucas (Lc 1,5-25) narra com detalhes este acontecimento. Zacarias é castigado e perde a voz e é informado pelo Anjo que sua voz só seria restaurada quando do nascimento do filho. Maria, na Anunciação, mostra toda sua fé e compromisso com Deus, Zacarias faz exatamente o contrário.
• Pelo que estudiosos definem, Isabel e Zacarias não sabiam da chegada de Maria e mais um fato extraordinário acontece na sua chegada a casa de Isabel, Maria é louvada pela prima que sem saber da gravidez a chama de "Bem-aventurada" (Lc 1,45). Os acontecimentos continuam, o bebê no ventre de Isabel reconhece e se manifesta movimentando-se com maior intensidade. Ninguém, até os nossos dias conseguiu explicar esses acontecimentos em sequência. Algumas pessoas colocam tudo em dúvida por não terem fé ou por interesses pessoais, geralmente financeiros.
• O verdadeiro cristão, seja homem ou mulher, não tem dúvida em relação aos acontecimentos, pode no máximo querer entendê-los! Mas esses estão envoltos nos Mistérios de Deus ainda não nos revelados, conhecemos os fatos, mas ainda não os entendemos por completos.

NOSSA SENHORA
Imaculada Conceição
Entendendo I
• Jul13 •


• Imaculada Conceição, dogma Mariano, decretado pelo Papa Pio IX, no dia 08 de dezembro de 1854, na Bula Ineffabilis Deus.
• Imaculada significa que Maria, a Mãe de Jesus concebeu livre do pecado original. Trata-se, portanto, de um epíteto atribuído a Maria pelos motivos descritos anteriormente neste texto. Por sua vez, Conceição refere-se à concepção da Virgem Maria.
• Muitos lutaram pelo reconhecimento deste dogma, mas sua força maior veio com a aparição em Lourdes à Bernadete, quando a Mãe de Jesus se identifica como Imaculada Conceição.
• Imaculada, quer dizer sem máculas, sem pecado, ou melhor, livre do pecado. Maria, a Mãe de Jesus, nasceu livre do pecado, virginalmente concebeu, e mesmo após o parto permaneceu virgem.
• Um dogma que é muito discutido desde os primórdios da Santa Igreja e que levou a muita discussão. Mesmo santos foram contra esta ideia, como por exemplo, São Tomás de Aquino. Mais tarde ele reconheceu que estava errado e assumiu o dogma da Imaculada Conceição de Maria.
• Um dos grandes defensores da Imaculada Conceição de Maria foi o Beato João Duns Scotus, nascido na Escócia, por volta de 1266. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II, no dia 20 de março de 1993.
• A própria Virgem Maria, em Lourdes, como já destacamos, se identificou com este nome, condição que provocou uma reviravolta nas perseguições à jovem Bernadete, fazendo com que aqueles que descriam nas aparições e tentavam desacreditá-la mudarem de opinião.
• Maria é uma mulher agraciada desde a sua concepção no ventre de sua mãe Ana, em outras palavras, Maria nasceu livre do pecado original.
• Este relato é bem simplificado para que possamos mais tarde aprofundá-lo em seu estudo. Até hoje muitos estudiosos debatem este tema, sejam eles leigos, descrentes e até religiosos. Todos tentam entender o que aconteceu em Nazaré, no ano zero.


Voltar para o conteúdo