Idólatra/Irreligioso - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Glossário > Letra I

Idólatra

  1. • Ícone: 1. Em grego significa "imagem". 2. Identifica as imagens pintadas geralmente sobre madeira originárias do oriente.
  2. • Iconoclastas: 1. Palavra de origem grega, "eikon" (imagem), "klao" (quebrar). 2. Trata-se dos hereges que negavam e combatiam o culto a imagens, durante os séculos VIII e IX. 3. Durante o II Concílio de Nicéia, no ano 787, estes hereges foram condenados.
  3. • Ideologia: 1. Referente ao conjunto de ideias que caracteriza um ser humano ou a de um grupo. 2. Essas ideias poderão ser favoráveis à Santa Igreja ou não, como é o caso dos hereges, ateus, oportunistas que combatem a realidade da Igreja de Jesus e suas ações en favor dos menos favorecidos.
  4. • Ideológico: 1. Referente à ideologia.
  5. • Idólatra: 1. Próprio, pertencente ou respeitante da idolatria. 2. Aquele ou aquela que adora e cultua ídolos. 3. Idolátrico. 4. Na Igreja Católica não se adora imagens, elas são apenas uma forma de representação didática e visual.
  6. • Idolatrado: 1. Adorado como um ídolo. 4. Na Igreja Católica não se adora imagens ou ídolos, elas são apenas uma forma de representação didática e visual.
  7. • Idolatrar: 1. Adorar, amar ou prestar idolatria. 2. Adorar, amar venerar um ídolo. 3. Cultuar ídolo(s).
  8. • Idolatria: 1. Culto prestado a ídolos. 2. Na Igreja Católica não se adora imagens, elas são apenas uma forma de representação didática e visual.
  9. • Idolátrico: 1. Relativo ao(s) culto(s) prestado(s) a(os) ídolos. 2. Relativo à idolatria 3. Na Igreja Católica não se adora imagens, elas são apenas uma forma de representação didática e visual.
  10. • Ídolo: 1. Estátua ou objeto cultuado como se fosse um deus ou uma deusa. 2. Objeto que é venerado por se acreditar que nele habita um espírito ou uma divindade. 3. Estátua que representa uma entidade herética e fantástica com "poderes" divinos.
  11. • Igreja (1): 1.  Igreja Católica Apostólica Romana. 2. Instituição Católica Apostólica Romana. 3. Conjunto de Cristãos Católicos. 4. Autoridade Eclesiástica. 5. Assembleia do Povo. 6. Igreja na qual o Papa é o representante de Jesus Cristo na Terra. 7. O Clero e o povo que segue Igreja Católica. 8. Igreja criada por Jesus Cristo e organizada pelos seus Apóstolos.
  12. • Igreja (2): 1. Templo Cristão. 2. Edificação onde se realizam os Cultos, Sacramentos e Missas para os seguidores Católicos Apostólicos Romanos.
  13. • Igreja Anglicana: 1. Igreja protestante. 2. Surge na Inglaterra por ruptura com a Igreja Católica determinado pelo rei Henrique VIII, em 1534. Dessa maneira o governo passou a controlar a Igreja.
  14. • Igrejas Orientais Católicas: 1. Referente às Igrejas orientais que seguem o catolicismo e respeitam a autoridade do Papa. 2. A aceitação da autoridade do Papa é o respeito pela determinação de jesus Cristo ao colocar Pedro, o Apósrtolo, como a primeira pedra fundamental da Sua Igreja.
  15. • Igreja Protestante - vide "Igreja Anglicana". 
  16. • IHS: 1. Trata-se do "Monograma" que identifica a frase "Jesus Hominun Salvator", em português, "Jesus Salvador dos Homens".
  17. • Iluminado(a): 1. Aquele ou aquela que é agraciado ou abençoado por Deus ou Jesus. 2. Inspirado(a) por Deus. 3. Aquele ou aquela que tem qualidades e capacidades especiais providas por Deus ou Jesus.
  18. • Iluminismo: 1. O mesmo que "Racionalismo", no século XVIII. 2. Referente ao movimento intelectual e filosófico que valorizam as ciências e a racionalidade em detrimento e recusa a todos os Dogmas da Santa Igreja. 3. Repúdio a toda forma de doutrina religiosa dogmática. 4. Período da "Luz", "Esclarecimanto", "Século das Luzes" etc. 5. Época em que muitos cientistas aceitavam que o conhecimento suplantavam as verdades dogmáticas.
  19. • Imagem: 1. Representação em desenho, pintura, escultura, gravura, que retrata uma pessoa, objeto, ser vivo... 2. Representação em uma das técnicas citadas no item 1 de um Ser Celestial, de Deus, Jesus, nossa Senhora, São Francisco, Santa Rita etc. 3. A Igreja Católica soube usar as imagens para poder divulgar e evangelizar. Muita gente afirma que isso é um desrespeito as Leis de Deus, mas Deus proibiu a idolatria e não a representação artística e pedagógica. São Francisco sob orientação de Deus criou o presépio. O uso de imagem não significa adorá-la. No catolicismo isso não ocorre e nunca ocorreu. Veja o melhor e mais completo exemplo são as imagens de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, pescada no Rio Paraíba do Sul, primeiro o corpo e depois a cabeça. Acontecimento proporcionado por Deus Pai e Deus Filho. 4. Uma imagem é uma representação e desta maneira uma referência visual para o fiel. É como ter uma fotografia para recordação.
  20. • Imaginária: 1. O mesmo que estatuária. 2. Conjunto de imagens sacras e religiosas. 3. Estudo e pesquisa das características das imagens religiosas de Santos(as), passagens bíblicas, da vida de Santos, Santas etc.
  21. • Imaginário: 1. Aquele que produz artesanalmente imagens ou estátuas de Santos(as), Anjos, Deus, Jesus etc. 2. Imagineiro. 3. Santeiro.
  22. • Imolar: 1. Matar; sacrificar.
  23. • Imolação: 1. Ato, efeito ou ação de imolar. 2. Morte em sacrifício dedicado a uma divindade. Ação muito comum durante o Antigo Testamento. 3. Chacina; carnificina. 4. Oferenda sacrificada em honra a Deus. 5. Também entende-se como imolação o "Senhor Jesus Cristo pregado e morto na cruz".
  24. • Imoral: 1. Aquele ou aquela que não tem moral. 2. Quem não respeita os preceitos morais. 3. Vulgar. 4. Sem caráter.
  25. • Imortal: 1. Aquele ou aquela que não morre. 2. Condição de Deus Pai, Deus Filho, Anjos, Santos, Santas... 3. Condição da Alma Humana.
  26. • Imortalidade: 1. Que não morre ou não pode morrer. 2. Vida após a morte no Céu. 3. Condição de Deus na Santíssima Trindade, ter vida eterna, portanto não morre. 4. O oposto a mortalidade.
  27. • Impiedade: 1. Aquele ou aquela que não tem piedade. 2. Aquele ou aquela que tem conduta oposta a Deus e Jesus. 3. Atitude do homem que é irreligioso e não respeita as Leis do Céu.
  28. • Imposição  das Mão: 1. Ato de abençoar impondo a mão sobre a cabeça, ou ainda, outra parte do corpo. 2. Ação realizada por Jesus Cristo quando curava, expulsava demônios etc.

  1. • Impotência: 1. Termo utilizado para identificar aquele que não tem capacidade para a cópula (ato sexual). 2. Pela desinformação ou omissão à cônjuge, no Matrimônio, poderá ser considerado por um tribunal religioso nulo ou não consumado, em outras palavras, um casamento que na realidade nunca ocorreu. 3. Falta de capacidade para agir ou realizar uma ação em favor de si próprio ou de terceiros.
  2. • Imprecação: 1. Palavra que expressa a vontade de alguém direcionar um mal a outra pessoa, animal etc. 2. Praga; maldição; xingamento; vociferação...
  3. • Imprimatur: 1. Trata-se de uma palavra latina que significa imprima-se. 2. Palavra usada para expressar uma autorização pelo bispo para que seja feita uma publicação, como, livro, documento, cartaz de conteúdo religioso Católico Apostólico Romano. 3. Autorização visa preservar o Magistério da Santa Igreja.
  4. • Imundo: 1. Termo utilizado para identificar o demônio (vide). 2. Diabo.
  5. • Imutabilidade: 1. Aquilo que não pode mudar, como, fato acontecimento... 2. Deus, ou seja, a Santíssima Trindade, é por natureza imutável, pois é perfeito. 3. Qualidade, condição e estado de imutável.
  6. • In albis: 1. Na Igreja, desde a antiguidade, identifica o dia seguinte ao domingo de páscoa quando os que receberam o batismo (neófitos) deixam as vestes brancas. 2. In albis em português, em branco. 3. Aquele ou aquela que nada entendeu sobre um assunto.
  7. • Incardinação: 1. Ato de admitir um clérigo a uma diocese.
  8. • Incardinar: 1. Admitir um clérigo à uma diocese desde que esteja ligado a um quadro eclesial.
  9. • Incensário: 1. Utencílio que armazenam brasas sobre as quais é depositado o insenso para que queime e produza a fumaça. 2. Aparelho que produz fumaça durante as cerimônias litúrgica. 3. O aparelho é constituído por uma base, onde é colocada a brasa  e depois o incenso, de uma tampa com furos para que a fumaça possa espalhar-se pelo ambiente e geralmente três ou quatro correntes que permitem balançá-lo e até arejar as brasas aumentando a queima do incenso.
  10. • Incenso: 1. Substância resinosa utilizada durante a Missa para simbolizar a elevação da Alma até Deus. 2. Também utilizada em outras manifestações religiosas, mas não tem o mesmo significado quando usado durante as Missas. 3. Utilizado para perfumar ambiente. 4. Um dos presentes dados pelos Reis Magos quando Jesus nasceu. 5. Já era utilizado em Israelna antiguidade.
  11. • Incensório: 1, O mesmo que "Incensário".
  12. • Incesto: 1. Ato sexual entre pessoas da mesma família, ou seja, consanguíneos, mesmo quando há afinidade, por exemplo, o padrasto/madrasta e a entiada(o). 2. Pecado grávimo segundo a Santa Igreja. 3. No Antigo e Novo Testamento são várias as descrições que definem como pecado este ato, por exemplo, Lv 18,6-18 e 1Cor 5,1-15.
  13. • Inconsciente: 1. Aquele ou aquela que perderam a consciência. 2. Quem perdeu o conhecimento. 3. Que não é dotado ou não possui consciência ou conhecimento. 3. Aquele ou aquela que não possui conhecimentos bíblicos e cristãos.
  14. • Incredulidade: 1. Todo aquele ou aquela que não crê. 2. Falta de fé. 3. Descrença; irreligião. 4. Ateu (ateísmo). 5. Falta de fé. 6. Aquele ou aquela que se recusam a aceitar as verdades religiosas cristã.
  15. • Incrédulo(a): 1. Todo aquele ou aquela que não crê e não tem fé.
  16. • Inculturação: 1. Cultura externa que interfere em uma outra. 2. Nas religiões, aceitação ou concordância que um rito de outra religião faça parte da liturgia.
  17. • Incultura: 1. Aquele ou aquela que não tem cultura. 2. Relativo à falta de cultura. 3. Qualidade, ausência, estado, caráter e relativo à falta de cultura.
  18. • Índice de Livros Proibidos: 1. Referente a uma lista de livros que a Santa Igreja proibe a leitura, reedição, impressão, distribuição, mesmo gratuita. 2. Após o Conscílio Vaticano II não foram mais incluídos novos títulos ao índice.
  19. • Indiferença Cristã: 1. Aquele ou aquela que não tem interesse pela fé cristã.
  20. • Indiferença religiosa: 1. Quem não tem nenhum interesse por qualquer religião. 2. Ateu.
  21. • Indulgência: 1. Conceder perdão; perdoar; desculpar; benevolência. 2. Perdão ou remissão que é consedido pela Santa Igreja Católica, como sempre fez Jesus, por um determinado pecado. 3. Perdão parcial ou total oferecido pela Igreja de Jesus. 4. Qualidade do indulgente. 5. Clemência; benevolência; tolerância; misericórdia; caridade.
  22. • Indulgente: 1. Quem perdoa. 2. Religioso católico que concede perdão, é benevolente e caridoso com quem comete pecado. 3. Atitude de Jesus durante a crucificação quando pediu para seu pai, Deus, que perdoasse todo aqueles que O perseguiram, prenderam, agrediram e crucificaram, com a frase "Pai, perdoá-los, porque eles não sabem o que fazem.
  23. • Indulto: 1. Documento emitido pela Santa Sé para que uma pessoa, religiosa ou leiga, seja dispensada de uma obrigação assumida, por exemplo, um voto, promessa, no caso dos religiosos, uma autorização para viver fora de uma comunidade religiosa, convento, clausura, mosteiro etc., o mesmo que "exclaustração".
  24. • Inerrância: 1. Qualidade daquele ou daquela que é inerrante. 2. Condição das Sagradas escrituras que é isenta de erro, porque é a Palavra de Deus.
  25. • Inerrante: 1. Aquele ou aquela que não pode errar. 2. Infalível. 3. Pessoa ou ser não errante. 4. Fixo. 5. Aquele ou aquela que não comete erros; que não se engana. 6. Ver também: "Cânon" e "Inspiração".
  26. • Infalível: 1. Todo aquele ou aquela que não erra. 2. Condição única de Deus. 3. O Papa é infalível quando sua declaração de fé, ex-cátedra, por ser verdade, será aceita por toda Igreja de Jesus Cristo. 4. O Papa também erra, portanto ele só é infalível na condição do item "3" quando tem a ajuda ou auxílio do Espírito Santo para que não erre durante a definição ou confirmação de uma verdade.
  27. • Infernal: 1. Relativo ao inferno.
  28. • Inferno: 1. Morada ou casa do demônio. 2. Local para onde vão os pecadores que não respeitam as Leis de Deus.
  29. • Iniciação Cristã: 1. Não se trata da iniciação em qualquer igreja que se intitule cristã, mas na Santa Igreja Católica e as que aceitam o Papa como líder máximo na terra. 2. Os Sacramentos de Iniciação, são: Batismo, Confirmação e Eucaristia. 3. Existem dois rituais para a iniciação, um destinado às crianças e outro aos adultos que desejosos da aproximação com Deus.
  30. • Inquisição: 1. Designação para toda averiguação rigorosa, minuciosa e metódica; inquirição. 2. Tribunal Eclesiástico instituído pela Santa Igreja Católica Apostólica Romana, no início do séc. XIII com a missão de investigar, julgar e condenar hereges e outros(as) que cometia algum crime contra a fé católica. 3. Santo Ofício. 4. Muita gente usa alguns deslises por parte de poucos religiosos durante essa época para atacar a Igreja, afirmando que foi um período brutal e de atrocidades praticados pela Igreja. A heresia era praticada contra a Igreja, portanto ela só se defendeu. Quanto aos chamados "crimes por feitiçaria" o Papa João Paulo II, na sua humildade, pediu desculpas em nome da Igreja. Antes de qualquer comentário é importante fazer uma leitura de bons livros que analisam de maneira imparcial essa época, como "Uma História que não é Contada", do Prof. Felipe Aquino, Editora Cléofas.
  31. • Inspetor: 1. O mesmo que: "Bispo".
  32. • Inspiração: 1. Interferência ou moção vinda de Deus que guiou os autores da Bíblia, Antigo e Novo Testamento, de acordo com as Suas vontades. 2. Qualidade proporcionada por Deus quanto aos Escritos Bíblicos.
  33. • Inspiração Bíblica: 1. Momento em que um ser humano, a criação, é guiado diretamente por Deus e Jesus nos seus atos e ações iluminadas pelos textos da Bíblia Sagrada, seja do Antigo ou Novo Testamento.
  34. • Inspiração Divina - Vide "Inspirado por Deus".
  35. • Inspirado por Deus: 1. Aquele ou aquela que está sob a graça de Deus, como aconteceu com os Apóstolos, no momento em que escrevia os Livros Bíblicos. Essa graça também foi dada a todos que participaram da criação dos Textos do Antigo Testamento. 2. Graça vinda diretamente de Deus Pai, Deus Filho e do Espírito Santo. 3. Aquele ou aquela que foi inspirado por Deus (sopro Divino).
  36. • Interdito: 1. Aquele ou aquela que está sob interdição; impedido de realizar ou fazer algo; proibido; interditado; interditado(a) por incapacidade física, mental, emocional etc. 2. No Direito Canônico: Local onde está ou foi proibido a realização de ofícios divinos e religiosos. 3. Todo sacerdote que foi proibido de exercer seu ministério.
  37. • Instituto Religioso: 1. Trata-se das instituições religiosas quanto a forma de vida - Regras - onde seus participantes ou integrantes emitem votos perpétuos ou temporários e públicos que são destinada à convivência entre os integrantes da comunidade.
  38. • Instituto Secular: 1. Bem semelhante aos Institutos Religiosos, mas tem uma aspiração muito importante, a caridade. 2. Os integrantes partem em busca da santificação de cada um dos seres humanos, principalmente os necessitados, enfermos, pobres, desvalidos, entre outros, tudo pelo amor a Deus e sua criação.
  39. • Inumação: 1. Ato ou ação de enterrar um cadáver. 2. Do latim "humus" = a "terra".
  40. • Investidura: 1. Quando autoridades civis emitem uma concessão para que sejam ocupados cargos eclesiásticos. 2. Abuso que ocorreu em quande quantidade durante a Idade Média.
  41. • Invocação: 1. Toda oração breve que é destinada a um pedido de ajuda, socorro e ou proteção, à Santíssima Trindade, a Deus, Jesus Cristo ou ao Espírito Santo.
  42. • Ira de Deus: 1. O mesmo que: Antropopatismo.
  43. • Irmãos de Jesus: 1. Identificação no Novo Testamento de familiares de Jesus (Mt - 12, 46; 13, 55; Mc 6, 3), são eles: Tiago, José, Judas e Simão. Não se trata de irmãos carnais de Jesus por parte de mãe. Alguns estudiosos acreditam que José era viúvo e teve nesse primeiro casamento filhos. Por outro lado, outros pesquisadores afirmam que a palavra irmão na realidade era muito usada para também identificar primos, pois eram filhos do irmão ou irmã do pai ou da mãe, portanto irmãos pela proximidade de parentesco. Essa segunda é a mais aceita e existem até provas que destacam "erros" na tradução ou interpretação da palavra irmão. Alguns poucos que tentam descaracterizar as qualidade de Nossa Senhora, como a de ter sido liberta por Deus do pecado original. Observação: Eu li muitos livros de grandes pesquisadores quanto essa questão e descobri que muitos autores, até mesmo ateus, não conseguem prova de que os "irmãos de Jesus" eram filhos de Nossa Senhora. No entanto, alguns, não poucos, afirmam que é grande a possibilidade de São José ser o pai destes irmãos de Jesus vindo de um primeiro casamento. Textos antigos também não conseguem nenhuma prova contrária ao que está escrito na Bíblia sobre Maria, a Mãe de Deus. Muitas destas pessoas querem polemizar para ganhar muito dinheiro com a venda de seus livros, vídeos, filmes etc. A Santa Igreja, e muitos pesquisadores religiosos e leigos, definem da seguinte meneira: Na época de Jesus não havia a identificação da pessoa do primo ou prima, todos eram chamados de irmãos, pois vinham do mesmo sangue. Eu sigo esta última.
  44. • Irreligião: 1. Ausência ou falta de religião. 2. Aquele ou aquela que não acredita ou crê na religião. 3.Ateísmo. 4. Heresia 5. Incredulidade. 6. Impiedade.
  45. • Isenção: 1. Trata-se de uma determinação originária da Santa Igreja que autoriza uma comunidade religiosa, ou seja, consagrada, a não ser dependente do bispado daquela religião e responder diretamente a seus superiores ou autoridades.

  1. • Irreligiosidade: 1. Qualidade, caráter e condição do irreligioso. 2. Irreligião. 3. Ação, ato, dito ou escrito irreligioso.
  2. • Irreligioso: 1. Aquele ou aquela que não é religioso. 2. Ateu ou ateia que não acredita em Deus. 3. Ímpio. 4. Herege.

Voltar para o conteúdo