I - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Beatos & Santos > Santos > I

SANTOS

  1. • Ibar (?, ? - ?, ?) - Bispo - 23/04
  2. • Idesbaldo (?, ? - ?, ?) - Abade - 18/04
  3. • Igor da Rússia (?, ? - ?, ?) - 05/06
  4. • Ildefonso de Toledo (607, Espanha - 667, Espanha) - Arcebispo - 23/01 Nasceu em Toledo, na Espanha, no ano de 607. Sua família fez um pedido a Nossa Senhora para que ele viesse ao mundo e foram atendidos. Por fazer parte da família real teve excelente formação, por exemplo, foi aluno de Santo Isidoro em Sevilha. Ildefonso desejava ser Monge e para conseguir seu objetivo foge para o Mosteiro de São Damião nos arredores de Toledo e assim conseguiu a aprovação dos pais. Torna-se Diácono, mas tem uma tristeza, seus pais falecem e ele recebe uma grande fortuna. Uma parte de sua riqueza foi destinada aos pobres e outra para a construção de um Mosteiro para religiosas. Quando o Abade responsável por seu Mosteiro faleceu, Ildefonso o sucedeu com a aprovação de todos. Escreve uma obra onde combatia os hereges que negavam a virgindade de Santa Maria. Foi Arcebispo. Consta que teve em diversas oportunidades visões, como a de Nossa Senhora e Santa Leocádia, esta última ocorreu na data em que se comemorava a sua festa e, orientado por ela, inicia a busca por seus restos mortais indo ao local onde havia sido sepultada. Faleceu na Espanha, em janeiro de 667. Foi sepultado na Igreja de Santa Leocádia.
  5. • Ilídio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 06 ou 07/07
  6. • Iltuto (?, ? - ?, ?) - Abade - 06/11
  7. • Iluminato (?, ? - ?, ?) - Abade - 08/07
  8. • Inácio de Antioquia (?35/50, ?Síria - 107, Roma) - Mártir - 17/10 Nasceu provavelmente em Antioquia, por volta do ano 35. Viveu sua infância ao lado dos Apóstolos de Cristo e por eles foi convertido. Quando adulto sucedeu a Pedro como bispo de Antioquia, na Síria. Pediu para ser chamado de Inácio de Nurono. Como bispo atuou na conversão de muitos ateus até que sua fama chegou aos ouvidos do imperador Trajano. Este determinou a prisão de Inácio e sem nenhum julgamento determinou sua morte. De imediato foi transferido para Roma para servir de espetáculo para a população na arena do Coliseu. A viagem foi longa, pois muitos trechos foi a pé, quando aproveitou para pregar e converter, mesmo quando estava em um navio não se esqueceu de sua Fé e missão. Outro fato importante foram as sete cartas que escreveu durante a viagem para Roma. Já na cidade estado Roma, foi levado para o cárcere até a data de seu martírio. No dia 17 de outubro de 107, foi levado para a arena para ser devorado por feras famintas e selvagens. Inácio estava desejoso pelo martírio, pois sabia que ele serviria como exemplo de Fé e amor a Deus Pai e Filho. Muitos dos Cristãos e bispos estavam presentes, disfarçados e no meio do público, rezavam por um milagre. Faleceu em Roma, martirizado, devorado por feras, no dia 17 de outubro de 107. Foi dele que surgiu o termo Cristianismo e Igreja Católica.
  9. • Inácio de Constantinopla (?, ? - ?, ?) - 23/10
  10. • Inácio de Láconi ( 1701, Itália - 1781, Itália) - 11/05 Nasceu em Laconi, Cerdefia, Itália, em 17 de novembro de 1701. Era o segundo entre nove irmãos em uma família pobre. Porém seus pais tinham grande fé e os educaram baseado nela. Quando adolescente adere ás grandes penitências e a mortificação. Quando já tinha 18 anos ficou gravemente enfermo, quando faz uma promessa de que se ficasse curado ingressaria na Ordem dos Capuchinhos. Ele se curou, mas não teve oportunidade de realizar sua promessa, apenas tempo depois após outro problema sério é que ingressa no Convento dos Capuchinhos de Bom Caminho, em Cagliari, Itália. No entanto ele só veio a tomar o hábito no Convento de São Bento, em 10 de novembro de 1721. Torna-se um esmoleiro quando é transferido para o Convento de Igrejas. por quase quinze anos exerce esta função em diversos Mosteiros e Conventos. Nesta época retorna a Cagliari, ao Convento de Bom Caminho. Era então responsável pela confecção dos hábitos, mas seu maior desempenho era como esmoleiro, condição fundamental para a manutenção do Convento. Tomava seu tempo ajudando os pobres e necessitados com parte da arrecadação diária. Fica cego em 1779, quando deixa de esmolar e dois anos depois faleceu. Faleceu na Itália, no dia 11 de maio de 1781. Foi sepultado na Igreja de Cagliari. Foi Canonizado pelo Papa Pio XII, no dia 21 de outubro de 1851.
  11. • Inácio de Loyola (Loiola) (1491, Espanha - 1556, Itália) - Sacerdote fundador - 31/07 Nasceu em Azpeitia, na Espanha, em 1491. Batizado com o nome de Iñigo Lopes de Loyola. Seus pais eram nobres, ricos e Cristãos e era o mais novo entre os treze filhos. Foi educado para se tornar um fidalgo e em contato direto com a corte. Em 1517 se torna um militar e seguiu para prestar serviços a um parente, o duque de Najera e vice-rei de Navarra. Participou de várias batalhas militares e de outras tantas diplomáticas. Durante uma destas batalhas uma bala de canhão o fere gravemente. O ferimento em sua tíbia da perna esquerda o obrigou a ficar longo tempo de cama. Cansado de ler livros leigos pega alguns que contavam a vida de Santos e da própria Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Foi nesta época que ele foi tocado pela Fé e alguns fatos mudaram a sua vida por completo. Curado se dirigiu à Capela do Santuário de Nossa Senhora de Monteserrat ou Monte Serrat, aproximou-se do altar, quando colocou sua espada sobre ele. A partir daquele momento deixou a vida dedicada à corte, riqueza e ostentação, pois passou a viver por Deus Pai e Filho. Muda-se para uma caverna em 1522 e lá permanece até 1523. Naquela caverna, em Marensa, era eremita, mendigo, orava, meditava e penitenciava, passando por severas necessidades, mas foi ali que foi dado o início da escrita de seu livro "Exercícios Espirituais". Como seu conhecimento nessa área era muito pequeno vai a Paris para estudar filosofia e teologia, mais tarde vai para Veneza para completar seus estudos. Em 15 de agosto de 1534, em companhia de mais seis irmãos de Fé, um deles Francisco Xavier (Santo), fundou a Companhia de Jesus. Apenas em 1537 todos são ordenados sacerdotes, ocasião em que concluíram seus estudos. No momento da ordenação mudou se nome para Inácio. O Papa Paulo III, três anos depois aprova a nova Ordem e Inácio é eleito Superior Geral daquela Ordem. Neste cargo preparou uma quantidade muito grande de Jesuítas para levarem a palavra de Deus Pai e Filho pelo Mundo, muitos deles seguiram para o Oriente e outros para o chamado Novo Mundo. Faleceu em Roma, Itália, no dia 31 de julho de 1556. Foi Canonizado pelo Papa Gregório XV, no ano 1622.
  12. • Inácio de Rostov (?, ? - ?, ?) - 28/05
  13. • Inácio de Santhiá (?, ? - ?, ?) - Religioso - 22/09
  14. • Inácio Kim Che-jun (?, ? - ?, ?) - Mártir coreano - 20/09
  15. • Inácio Laconi (?, ? - ?, ?) - 11/05
  16. • Indalécio (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com seus companheiros - Fez parte do grupo conhecido como Sete "Varões Apostólicos" - 0?/0? Nasceu em local e data não identificada por nós. Segundo as tradições Católicas Tesifonte foi ordenado sacerdote pelas mãos dos Apóstolos Pedro e Paulo, em Roma, que em seguida é enviado para a Espanha para evangelizar. Faleceu na Espanha, no século I.
  17. • Indrato (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santa Dimingas - 05/02
  18. • Iñigo (?, Espanha - 1068, Espanha) - Abade - 01/06 Nasceu em Calatayud, Saragoza, Espanha, em data não identificada por nós. Passa a viver no0 Mosteiro de Oña, em Burgos, Espanha onde viveu até a sua morte. Tinha grande preocupação com administração do Mosteiro e das 50 igrejas da região. Sempre preocupado com a conversão e a Fé. Os pobres eram recebidos com muito respeito e qualidade, pois o amor de Cristo é construído com a atenção dada a aqueles que necessitam. Faleceu no Mosteiro de Oña, Burgos, na Espanha, de causas naturais, no dia 01 de junho de 1068.
  19. • Inocêncio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 17/04
  20. • Inocêncio I (?, Roma - 417, Itália) - Papa - 28/07 Nasceu em Roma, na Itália, em data não identificado por nós. Foi eleito Papa em uma época muito conturbada para Roma, pois eram muitas as invasões por parte dos bárbaros. Inocência intermediou negociações através de cartas enviadas aos líderes dos bárbaros. Mais tarde surgiu a heresia de Pelágio, quando Agostinho (Santo), apoiando o Papa, foi um sério opositor, mas nem mesmo nestes momentos conturbados Inocêncio perdeu a compostura. Foram 16 anos de pontificado. Faleceu em Roma, no ano de 417.
  21. • Inocêncio da Imaculada (?, ? - ?, ?) - Mártir da Espanha - 09/10
  22. • Inocentes (?, ? - ?, ?) - Mártires - 28/12

  1. • Irineu (ou Ireneu) (?, ? - 273, Itália) - Mártir juntamente com Santa Mustíola - 03/07 Nasceu na Itália, no século III. Irineu era Diácono em Toscana, Itália. Numa certa data do ano 273, o Cristão Félix Sutre é martirizado diante de Mustíola. Irineu providenciou então o enterre. Este fato provocou a ira daqueles assassinos que o prenderam e o espancaram até a morte. Em seguida Mustíola também foi martirizada. Faleceu em Toscana, na Itália, martirizado, no ano 273.
  2. • Irineu de Lion (130/5, Grécia - 200/202, França) - Bispo mártir - 28/06. Nasceu na Ilha de Esmirna, Grécia, entre 130 e 135. Seus pais eram Cristãos. Pode estudar e se tornar muito culto, além de falar várias línguas. Foi discípulo de Policarpo (Santo). Este envia Irineu para a antiga Gália, atual França. Trabalhou ao lado do primeiro bispo de Lion, Fotino, que o enviou a Roma para trabalhar ao lado do Papa Eleutério. Juntos desprenderam uma luta intensa contra os hereges. Na mesma época o imperador Marco Aurélio decreta uma severa perseguição ao cristianismo. No ano de 177 o imperador ordena o massacre de todos os Cristãos de Lion. Em 178 o bispo de Lion, Fotino, é martirizado e Irineu retornando a aquela cidade assume o posto, cargo que ocupou por 25 anos. Foi também um religioso escritor, destacando o tratado "Contra as Heresias", mais tarde escreveu o tratado "Demonstração da Pregação Apostólica". Faleceu em Lion, França, martirizado, no dia 28 de junho de 202.
  3. • Irineu de Sírmio (?, ? - ?, ?) - Bispo mártir - 24/03
  4. • Isaac (?, ? - ?, ?) - Bispo mártir juntamente com São Sapor * - 30/11
  5. • Isaac I (o Grande) (?, ? - ?, ?) - 09/09
  6. • Isaac (de Espoleto) (?, ? - ?, ?) - 11/04
  7. • Isaac de Constantinopla (?, ? - ?, ?) - Abade - 30/05
  8. • Isaac de Córdoba (?, ? - ?, ?) - 03/06
  9. • Isaac Jogues (?, França - 1646, EUA) - Mártir no Canadá e Estados Unidos juntamente com seus companheiros São Carlos Garnier, São Gabriel Lalemant,  Santo Antônio Daniel, São João de Brebéuf,São João de la Land, São Noel Chanabel e São Renato Goupil  - 19/10 Nasceu na França, em data não identificada por nós. Ingressou na Companhia de Jesus. Embarcando em 1625, para o Quebec, no Canadá, como companheiro de João de Brebeuf (Santo). Como os demais foi um grande catequizador, pregador e evangelizador. Seu trabalho naquele país foi duro, pois teve que enfrentar as mais diversas dificuldades de comunicação, violência, superstição, descrença, ganância e até o canibalismo. Foram responsáveis pela conversão de mais de sete mil índios. Isaac, João de Brebeuf,  Antônio Daniel  e seus companheiros são capturados por nativos, os Iroquois, e levados para a Missão de Santo Inácio, no Canadá. Naquele local passaram a ser agredidos, mutilados, queimados e canibalizados. Faleceu na Missão de Santo Inácio, em Quebec, no Canadá, martirizado no fogo e canibalizado, no ano 1649. Foi Canonizado pelo Papa Pio XI, no ano de 1930.
  10. • Isaías (?, ? - ?, ?) - Profeta do Antigo Testamento - 06/07
  11. • Isaías (?, ? - 309, Cilícia?) - Mártir juntamente com São Daniel, Santo Elias, São Jeremias, São Samuel e Companheiros - 16/02 Nasceu em local e data não identificado por nós. Daniel e quatro companheiros,  Santo Elias, São Jeremias, São Samuel, tinham por hábito visitar os  Cristãos condenados que trabalhavam nas minas de Cilicia, atual região da Turquia e Síria . Numa das visitas o grupo foi preso e acusados de ser Cristãos. Levados ao governador foram condenados. Por ordem do governador foram torturados e em seguidas levados para a sentença final, a decapitação. Faleceu na Silicia, atual Itália, em 309.
  12. • Isaías de Rostov (?, ? - ?, ?) - Bispo - 15/05
  13. • Isidoro (o Lavrador) (1070, Espanha - 1130, Espanha) - 15/05 Nasceu em Madri, na Espanha, em 1070. Sua família era composta por camponeses simples. Sua educação baseou-se na Fé em Cristo. Levantava muito cedo para antes de se dirigir ao trabalho participava da Missa e ajudar a família. Casou-se e foi pai de um menino. Isidoro tinha o hábito de rezar durante uma certa hora do trabalho quando declamava o Terço ajoelhado onde estivesse. Apesar de muito pobre sempre dividia com os mais pobres o que ganhava. mais tarde seu filho vem a falecer ainda criança, quando ele e sua esposa passam a se dedicar ainda mais aos necessitados. Faleceu em Madri, Espanha, em 15 de maio de 1130, muito pobre. O seu túmulo, bastante simples passou a ser objeto de peregrinações e muitos milagres foram registrados através de sua intercessão. Quarenta anos depois seu corpo foi transladado para uma Igreja. Um dos beneficiados por foi o rei da Espanha que ficou gravemente enfermo e foi agraciado com a cura por intermédio do trabalhador Isidoro, foi ele que formalizou o pedido para abertura do processo de Canonização de Isidoro. Foi Canonizado pelo Papa Gregório XV, no ano 1622.
  14. • Isidoro de Alexandria (?, ? - ?, ?) - 15/01
  15. • Isidoro de Pelúsio (?, ? - ?, ?) - Abade - 04/02
  16. • Isidoro de Quios (?, ? - ?, ?) - Mártir - 14/05
  17. • Isidoro de Sevilha (556/560, Espanha - 636, Espanha) - Bispo Dr. da Igreja - 04/04 Nasceu no ano de 556/560, em Sevilha, Espanha. Sua família era muito religiosa e a educação dos filhos seguiram a Fé Cristã. Irmão de São Leandro, São Fugêncio e Santa Florentina. Seu pai era prefeito de Cartagena, na Espanha e faleceu quando ele ainda era bem jovem, por esta razão seu irmão mais velho foi seu substituto. Seus estudos foram de muito bom nível, aprendendo inclusive falar diversas línguas, como: latim, hebraico e grego. Foi ordenado sacerdote. Foi um grande combatente do arianismo, conseguindo a conversão de muitos adeptos deste grupo. Mais tarde sucedeu seu irmão mais velho como arcebispo de Sevilha. Este cargo foi ocupado por quase 40 anos. No cargo organiza núcleos escolares, formato que mais tarde daria origem aos atuais seminários. Tinha grandes conhecimentos, por esta razão mantinha uma vasta biblioteca. Retirou-se para um Convento com o objetivo de praticar com mais intensidade as obrigações religiosas, mas como uma pessoa de grandes conhecimentos usou parte do tempo para aprofundar seus conhecimentos. Em 619, preside o II Concílio de Sevilha e em 633, IV Concílio de Toledo. Tinha grande preocupação em atender aos pobres e necessitados e sua casa era o espaço onde estes recebiam sua atenção. Neste local o movimento diário de pobres e necessitados era muito grande e todos eram atendidos. No dia 04 de abril de 636, passou mal e pressentiu que sua hora estava chegando, por este motivo distribuiu todos os seus bens aos pobres. Em reunião pública pede perdão pelos seus pecados e vai orar a frente do altar da Igreja. Faleceu na Espanha, quando orava, no dia 04 de abril de 636. Foi Canonizado pelo Papa Bento XIV, no ano de 1722.
  18. • Isidoro Lavrador (?, ? - ?, ?) - ??/??
  19. • Ismael (?, ? - ?, ?) - 17/06
  20. • Isquirião (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Ceremão e companheiros - 22/12
  21. • Istervino (?, ? - ?, ?) - Abade - 07/03
  22. • Itamar (?, ? - ?, ?) - Bispo - 10/06
  23. • Ivo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 24/04
  24. • Ivo da Bretanha (1253, França - 1303, França) - 21/05 Nasceu em Bretanha, França, em 17 de outubro de 1253. Tinha uma vida normal como qualquer jovem de sua época, Foi estudar em Orleans e depois completou seus estudos em Paris. Nesta última cidade formou-se em teologia e direito. Ainda bem jovem assume o cargo de juiz eclesiástico. Ocupava seu cargo com grande humildade, responsabilidade e ponderação. Sua casa em Paris virou uma hospedaria para jovens órfãos ou abandonados, para hospedá-los dava a sua própria cama e dormia no chão. Mito tempo depois é ordenado sacerdote exerce sua profissão de advogado na caridade e obediência aos Mandamentos de Deus, ajudando principalmente aos pobres e necessitados. Entra para a Ordem dos Franciscanos e inicia a prática da penitência. Abandona o tribunal e volta para sua casa que fora transformada em hospital, orfanato, asilo, restaurante e ainda, disponibilizando banheiros ao público. Este local atendia aos pobres, desvalidos, enfermos, órfãos e abandonados. Quando é acometido por uma grave enfermidade fica impedido de poder ajudar aos pobres materialmente e fisicamente, passa a orar com maior Fé e amor. Relatou-se que nesta época acontecem grandes milagres originários da interseção de Ivo. Faleceu na França, no dia 19 de maio de 1303. Foi Canonizado por Clemente VI, no dia 19 de maio de 1347.
  25. • Ivo de Chartres (?, França - 1116, França) - Bispo e confessor - 20* ou 23/05 Nasceu em Beauvais, na França em data não identificada por nós. Ingressou na vida religiosa me Bec, na França. Mais tarde transferiu-se para o Mosteiro de São Quintino, onde foi eleito superior. É aclamado bispo de Chartres, na França. Quando o rei da França, Felipe I, desejoso de casar-se com sua amante e também casada se recusou. Passou a ser perseguido até sua prisão e encarceramento. Faleceu em Chartres, na França, no dia 23 de dezembro de 1116.
  26. • Ivo (de Kermartin) (1253, Inglaterra - 1303, França) - 19/05 Nasceu em Treguier, na Inglaterra, no dia 13 de outubro de 1253. Quando jovem, com 14 anos, muda-se para Paris para concluir seus estudos e formar-se em filosofia e teologia, mais tarde muda-se para Orleans onde cursou direito civil e canônico. Foi então ordenado sacerdote e segue para a diocese de Rennes, onde ocupou a função de conselheiro jurídico e juiz eclesiástico. Foram quatro anos nestes cargos. Acabou ficando conhecido como advogado dos pobres. Algum tempo depois assume a paróquia de Treguier e mais tarde tornou-se reitor de Louannec. Já no fim de sua vida muda-se para Kermartin dedicando-se a oração e penitência. Faleceu na França, no dia 19 de maio de 1303.

Voltar para o conteúdo