G-H-I - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Beatos & Santos > Beatos > G-H-I

BEATOS

  1. • G. Saltemouche (1557, França - ?, França) - Mártir - 19/01 Nasceu em 1557, na França. Jesuíta que acompanhava acompanhar Tiago Sales. Foi preso quando estava acompanhando Tiago. Poderia até mesmo ter escapado, mas preferiu o martírio como o seu companheiro. Faleceu em data não identificada por nós, na França. Beatificado pelo Papa Pio XI, em 1926.
  2. • Gabriel de Ancona (?, ? - ?, ?) - 12/11
  3. • Gabriel de Santa Madalena (?, Espanha - 1632, Japão) - Mártir no Japão - 13/09 ou 10/09 Nasceu em Fonseca, em Castilla la Nueva, na Espanha, em data não identificada por nós. Ingressou no curso de medicina e o concluiu, só então ingressou na Ordem dos Irmãos Menores de São Francisco, já com trinta anos de idade, como religioso não-clérigo. Algum tempo depois, tamanha era a sua dedicação que passou a ter visões e êxtases. Para ele toda atividade no Convento era digna e as cumpria com humildade, por essa razão foi esmoler, cozinheiro, porteiro, médico, enfermeiro, faxineiro... Numa certa data decidiu viajar para o Oriente. Era 1612 quando chegou ao Japão e lá permaneceu por vinte anos. Foram muitos convertidos, Batizados, novos religiosos etc. Ainda era agraciado com as visões e prodígios. Muita gente, mesmo as não Cristãs o procuravam pelas curas que proporcionava milagrosamente e, por essa razão, ficou extremamente conhecido naquele país. Nessa época a perseguição já havia feito muitas vítimas, muitos mártires. No entanto os governantes tinham medo de mandar prender e condenar Gabriel por sua popularidade. Uma atitude como essa poderia levar a população a se rebelar. No entanto em 20 de março de 1630 foi preso, juntamente com outros irmãos, encarcerado em Omura. Aquilo que o governo temia aconteceu, pois foram tantos os pedidos pela sua libertação, mas de forma organizada e Cristã. Aconteceu que os governantes decidiram não atender as solicitações e o mantiveram encarcerados. No entanto não o condenaram. Numa certa data a sobrinha do governador adoeceu gravemente e Gabriel é chamado para socorrê-la. Esse a curou e também a converteu, batizando-a. Outros membros da família dos governantes também foram atendidos por ele e curados. Quando o governador soube da conversão da sobrinha se revoltou e determinou que ele fosse levado para o Monte Ungen e fosse torturado nas águas sulfurosas presentes naquele loca. Em seguida, após muito sofrimento, foi conduzido para Nagasaki. Faleceu, martirizado na fogueira,  no Japão, no ano de 1632. Antes de ser levado para a fogueira ajoelhou-se diante do poste onde seria amarrado e orou com muita Fé. Foi Beatificado pelo Papa Pio IX, no dia 07 de julho de 1867.
  4. • Gabriel Maria (?, ? - ?, ?) - 27/08
  5. • Gabriel Pergaud (?, ? - ?, ?) - Mártir - 21/07
  6. • Gandolfo de Binasco (?, Itália - 1260, Itália) - 01/04 ou 03/04 Nasceu em Milão, Itália, no final do séc. XII ou início do séc. XIII. Seus pais eram Cristãos e por esta razão sua educação foi voltada para a Fé. Era grande admirador pelo modo de vida que levava São Francisco de Assis e mesmo antes de ingressar na vida religiosa já seguia as Regras de São Francisco de Assis. A sua primeira medida foi a distribuição aos pobres de toda a sua reiqueza. Em seguida foi admitido a seu pedido na Ordem dos Irmãos Menores. Era também grande admirador dos Anjos Serafins. Dedicava muitas horas à penitência e orações, mas também a pregação, evangelização e conversão. Vivia descalço e carregando nas mãos um crucifixo peregrinou pela maioria das grandes cidades da Itália. Três dias da semana eram dedicados ao jejum, mais precisamente nas segundas, quartas e sextas-feiras, quando passava a pão e água. Quando chegou à Sicília vai morar em erimitério com seu amigo Frei Pascoal. Os dois oravam muito e também penitenciavam, disponibilizando muitas horas em contemplação. O local do erimitério era  próximo de Polizzi Generosa, a aproximadamente 98 km de Palermo. No entanto, Gandolfo, que tinha uma grande necessidade de evangelizar, levando a palavra de Deus Pai e Filho aos fies, em várias oportunidades deixava o erimitério para pregar. Em 1260 foi convidado para pregar durante a quaresma em Polizzi Generosa. Gandolfo aceita e no primeiro dia da quaresma inicia suas pregações na Igreja local. A procura aumenta a cada dia e o número de fieis também, no entanto no meo da quaresma ele é obrigado a abandonar as pregações para voltar ao erimitério, pois seu companheiro estava muito mal de saúde. Frei Pascoal não resistiu e veio a falecer. Logo após os ritos fúnebres retorna a pregação. Foi neste retorno que aconteceram fatos bastante misteriosos e intrigantes, na quarta-feira Santa, quando pregava, a Igreja é invadida por um bando de andorinhas em grande barulho, sem se alterar Gandolfo pede em nome do Senhor que elas se silenciassem, imediatamente as aves pousaram e se calaram e ele pode seguir sua pregação. No sábado Santo outro fato marca a sua pregação, pois Gandolfo faz uma previsão e a divulga aos fieis dizendo que esta será a sua última pregação, todos ficam admirados e sem palavra, pois muitos não entenderam o que estava afirmando. Na tarde deste mesmo dia passa mal, pede a Unção dos Enfermos e logo após pega seu crucifixo e o beija seguidamente. Num dado momento solta um gemido, inspira com vigor. Faleceu, na França, no ano 1260. O Papa Leão XIII o Beatificou em 10 de março de 1881.
  7. • Garcia (?, ? - ?, ?) - Mártir - 29/05
  8. • Gaspar Álvares (?, ? - ?, ?) - Mártir brasileiro - 17/07
  9. • Gaspar de Bono (?, ? - ?, ?) - 14/07
  10. • Gaspar Ficogiró (?, ? - ?, ?) - Mártir japonês - 10/09
  11. • Gaspar Kotenda (?, ? - ?, ?) - Mártir japonês - 10/09
  12. • Gaspar Sadmatsuo (?, ? - ?, ?) - Mártir japonês - 10/09
  13. • Gaspar Stranggansinger (?, ? - ?, ?) - Religioso - 26/09
  14. • Gaspar Vaz (?, Japão - 1627, Japão) - Mártir - Esposo de Maria Vaz - 09/10 ou 10/09 Nasceu em data não identificada por nós, no Japão. Nada sabemos sobre sua infância. Casou-se cedo com Maria Vaz. Sua casa ficou conhecida como a casa do acolhimento, pois eles recebiam todos religiosos que necessitavam de uma alimentação, repouso, alojamento e até mesmo esconderijo. Sua casa também era aberta para as reuniões dos fieis e cerimônias religiosos. O que o casal de alma pura e dedicado a pregação e conversão era que um integrante do grupo os traísse e os denunciaria. Foi o que aconteceu, o casal foi denunciado às autoridades que de imediato ordenaram a prisão de Gaspar e Maria, além dos sacerdotes e fieis que naquele momento estavam em sua casa. Foram conduzidos à prisão e como era de hábito as autoridades tentaram através da violência que o casal renegasse o verdadeiro Deus. Como eles, nem os demais presos, não o fizeram, foram todos condenados à morte. Faleceram na chamada Colina Santa, Gaspar amarrado a um tronco, foi queimado vivo, e Maria decapitada, no Japão, no ano de 1627. Foram Beatificados pelo Papa Pio IX, no dia 07 de julho de 1867.
  15. • Gentil de Matelica (?, Itália - 1340, Tabriz, Pérsia - atual Irã) - Mártir - 05/09 Nasceu em Matelica, região das Marcas, na Itália, em data não identificada por nós. Pertenceu a uma família nobre e rica. Ainda jovem ingressou na Ordem dos Irmãos Menores de São Francisco, no convento de sua cidade, porém desejava viver em solidão, oração e penitência, quando decidiu ir para o Santuário do Alverne. Naquele local foi anos mais tarde nomeado guardião. Decide então ir para o Egito, mais precisamente para o Cairo. Naquela cidade aprendeu a língua local, mas acabou abençoado por Deus Pai e Filho e aprendeu a língua local, árabe e até dialetos de nações vizinhas. Partiu então em peregrinação para a Ásia Menor, Armênia e Pérsia, num intenso e incansável trabalho de evangelização até chegar à Pérsia. Após um passar um período de tempo na Pérsia foi para Erzerum, Turquia, onde predominava o povo mulçumano. Parte para Trebisonda, uma região portuária. Em ambas as cidades turcas conseguiu converter e pregar. Foi, depois de algum tempo para Criméia e se juntou ao trabalho de missionários Dominicanos e Franciscanos, no entanto seu espírito não permitia permanecer naquele local e partiu para Salmestre, na Pérsia. Chegou a esta comunidade já bastante desgastado fisicamente, mas mantinha a pregação. Quando pregava naquela cidade um grupo de mulçumanos, por ordem do rei o aprisionam e o tratam com muita violência. Conduzido à presença do rei, em Tabriz, quando é julgado e condenado à morte. Faleceu martirizado no dia 05 de setembro de 1340. Foi Beatificado pelo Papa Pio VI.
  16. • Gerardo Cagnoli (?, ? - ?, ?) - 01/12 ou 29/12
  17. • Gerardo de Monza (?, ? - ?, ?) - 06//06
  18. • Gerardo de Vilamagna (?, ? - ?, ?) - 23/05
  19. • Gerlando (?, ? - ?, ?) - Religioso - 19/06
  20. • Germano de Cargagente (?, ? - ?, ?) - Mártir - 09/08
  21. • Germano de Gonsalvo Andreu (?, ? - ?, ?) - Mártir - 29/09
  22. • Germano o Aleijado (?, ? - ?, ?) - 25/09
  23. • Gil de Lorenzana (1443, Itália - 1518, Itália) - 10/01 Nasce em Lorenzana, em 1443. Desde a sua juventude é adepto a vida eremítica. Com o objetivo de construir um oratório dedicado a Santo Antônio de Pádua, passa a pedir esmola. Após a construção dedica-se a orações por horas e horas. Como era muito venerado e essa não era a sua intenção constrói a sua casa afastada de Lorenzana e bem próximo ao Santuário de Santa Maria do Céu. O local era muito tranqüilo. Não dormia por muito tempo, privilegiava o silêncio, o trabalho e a oração. no entanto o local passou a ser cada vez mais procurado por peregrinações, acontecimento que diminuíam a tranqüilidade do local. Por esta razão decide mudar para um Convento Franciscano próximo a sua terra natal. Anos depois é admitido no convento como irmão. era adepto ao flagelo, usava o cilício e sua alimentação era baseada pouca quantidade de pão. Passa a morar no Convento de Potenza. Num dia qualquer Gil estava em contemplação quando uma pomba pousa em sua cabeça, o fato foi presenciado pelo então conde Carlos de Guevara. Em outras ocasiões fez previsões. Muitas vezes ao abençoar peregrinos milagres ocorriam. Uma grave enfermidade o coloca na cama e de lá não mais saiu. Falecer bastante enfraquecido, mas com muita Fé e devoção em 10 de janeiro de 1518. Nesta época tinha 75 anos de idade.
  24. • Gildo Irwa (?, ? - ?, ?) - Catequista mártir de Uganda juntamente com a Beatao Davi -18/09
  25. Giuseppe Carraro (1899, Itália - 1980, Itália) - Bispo - ??/?? Nasceu em Mira, na Itália, no ano 1899. Foi bispo de Verona, Itália. Faleceu em Verona, na Itália, no ano 1980. Foi Beatificado pelo Papa Francisco, em ??/??.
  26. • Gregório (?, ? - ?, ?) - Mártir japonês juntamente com o Beato Domingos - 26/04
  27. • Gregorio Chirivás Lacambra (?, ? - 1936, Espanha) – Irmão e mártir juntamente com seus 50 companheiros, são eles, datas dos martírios - Dia 2 de agosto:- Beato (Padre) Felipe de Jesus Munárris Azcona*, Beato (Padre) Felipe de Jesus Munárriz Azcona (61 anos), Beato (Padre) Juan Diaz Nosti (56 anos), Beato (Padre) Leoncio Pérez Ramos (60 anos); Dia 12 de agosto:- Beato (Padre) Sebastián Calvo Martínez (33 anos), Beato (Padre) Pedro Cunill Padrós (33 anos), Beato (Padre) José Pavón Bueno (35 anos), Beato (Padre) Nicasio Sierra Ucar (45 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Wenceslao Claris Vilaregut (29 anos), Beato (Irmão) Gregorio Chirivás Lacambra (56 anos); Dia 13 de agosto:- Beato (Padre) Secundino Ortega García (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Javier L. Bandrés Jiménez (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Brengaret Pujol (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Antolín Calvo y Calvo (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Tomás Capdevila Miró (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Esteban Casadevall Puig (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Eusebio Codina Millas (21 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Juan Codinachs Tuneu (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Antonio Dalmau Rosich (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Juan Echarri Vique (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Pedro García Bernal (25 anos), Mártires de Barbastro Gabriel Campo, CMF 10, Beato (Estudante de Teologia)  Hilario Llorente Martín (25 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Ramón Novich Rabionet (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Mª Ormo Seró (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Salvador Pigem Serra (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Teodoro Ruiz de Larrinaga García (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Juan Sánchez Munárriz (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Manuel Torras Sais (21 anos), Beato (Irmão) Manuel Buil Lalueza (21 anos), Beato (Irmão) Alfonso Miquel Garriga (22 anos); Dia 15 de agosto:- Beato (Estudante de Teologia)  José Amorós Hernández (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Mª Badía Mateu (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Juan Baixeras Berenguer (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Blasco Juan (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Rafael Briega Morales (23 anos), Beato (Irmão) Francisco Castán Meseguer (25 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Luís Escalé Binefa (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Figuero Beltrán (25 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Ramón Illa Salvía (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Luís Lladó Teixidor (24 anos), Beato (Irmão) Flaviano Manuel Martínez Jarauta (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Luís Masferrer Vila (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Miguel Masip González (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Faustino Pérez García (25 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Sebastián Riera Coromina (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Eduardo Ripoll Diego (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Ros Florensa (21 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Francisco Roura Farró (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Alfonso Sorribes Teixidor (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Agustín Viela Ezcurdia (22 anos); Dia 18 de agosto:- Beato (Estudante de Teologia)  José Falgarona Vilanova (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Atanásio Viadaurreta Labra (25 anos). - 13/08 Nasceu em local e data não identificados por nós. Faziam parte da Comunidade Claretiana de Barbastro, Huesca, Espanha, quando ocorreu a perseguição aos religiosos cristãos, era o ano de 1936. Todos foram presos, julgados de maneira irregular e tendenciosa, condenados. As sentenças foram cumpridas em datas distintas para cada um dos grupos, vale destacar que uma exigência dos criminosos para não haver a execução era que a pessoa renegasse sua fé na Santíssima Trindade, condição que não foi aceita por nenhum dos condenados. Faleceu martirizado, por fuzilamento (primeiro grupo), em Barbastro, Huesca, Espanha, no dia 12 de agosto de 1936. Foram Beatificados pelo Papa João Paulo II, no dia 25 de outubro de 1992.
  28. • Gualtiero Pierson (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com o Beato Tomás Green* - 10/06
  29. • Guido Maria Conforti (?, ? - ?, ?) - ??/??

  1. • Henrique de Ossó e Cervelló (1840, Espanha - 1896, Espanha) - Fundador - 27/01 Nasceu em Vinebre, província de Tarragona, Espanha, no ano de 1840. Quando tomou conhecimento sobre a vida de Santa Teresa teve a oportunidade de desenvolver seu interesse pela vida sacerdotal. Ingressou no Seminário e em 1867 foi ordenado sacerdote. Era grande devoto de Nossa Senhora. Iniciou seu trabalho pela conversão de jovens e atividades populares. Pouco depois, sem cessar suas ações passou a lecionar no Seminário Diocesano. Era um bom escritor e orador, por esse motivo dedicava parte do seu tempo a produção gráfica. Escreveu livros, folhetos, revistas e até um pequeno jornal. Nessas publicações defendia com afinco a Igreja. Foi responsável pela fundação de várias congregações destinadas ao atendimento de crianças, jovens e adultos, para homens. Escreveu também um guia de Catequese. Em 1876 fundou a Companhia de Santa Teresa, destinados às mulheres. Sua realização floresceu e foram fundadas unidades na Espanha, Portugal, no Continente Africano e no México. Faleceu na Espanha, em 27 de janeiro de 1896. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II, em 14 de outubro de 1979.
  2. • Herculano de Piegaro (1390, Itália - 1451, Itália) - 28/05 Nasceu no ano de 1390, Piagaro, Perúgia, Itália. Não obtivemos informações sobre a sua infância e juventude. Sabe-se que aos 20 anos de idade assume o hábito Franciscano. Seu mestre foi Alberto de Sarteano (Beato) e grande seguidor das Regras de São Francisco de Assis. Quando recebe a consagração sacerdotal parte para grandes peregrinações Eucarísticas e nas cidades, vilas e povoados que passa consegue um grande de convertidos. Durante estes encontros com o povo dava preferência à pregação envolvendo a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Era um excelente interprete e durante estas pregações um fato muito interessante acontecia, muitos dos ouvintes se punham em prantos durante e ao final de nua narração. Foram muitas as suas viagens, por esta razão em certa data resolve se retirar e viver em solidão para se dedicar às orações, penitências severas e a contemplação, para atingir a pureza sua alimentação se restringia a pão, água e principalmente a Eucaristia. No ano de 1429, acompanhando seu mestre Frei Alberto (Beato), vai para a Palestina para marcar a presença nos Lugares Santos pela Ordem dos Irmãos Menores. Na palestina não deixa de visitar todos os locais importantes para a Igreja e que envolveram a vida da Santa Mãe de Deus, de Jesus Cristo, de seu pai terreno São José e dos Apóstolos. Passados alguns meses retornam a Itália e Herculano e retoma sua missão apostólica. Quando em 1430, em Lucca, durante uma pregação a cidade é bloqueada pelos florentinos Herculano se oferece como mediador da paz e sua ação tem resultado satisfatório. A população de Lucca agradecida concede ao seu mediador o Convento Pozzuolo. A partir deste Convento construiu outros em Toscana, Barca, Castelnovo, sendo sempre um ótimo administrador, sábio e superior digno da Fé e do amor. Faleceu no dia 28 de maio de 1843. Levou a fama de santificado pelo Senhor, pois em vida já lhe era atribuído diversos milagres. Foi Beatificado pelo Papa Pio IX, em 29 de março de 1860.
  3. • Hilário Januszewski e cento e oito mártires (1906, Polônia - 1945, Polônia) - Mártires - 12/06 Nasceu em Krajenki, Polônia, no dia 11 de junho de 1907. Foi educado na Fé Cristã por seus pais Martir e Marianne. Pode estudar em bons colégios, mas quando estava no Instituto de Suchary teve que abandonar a escola, pois sua família passava por dificuldades financeiras. Sua família mudou-se para Cracóvia e é naquela cidade que ingressou na Ordem Carmelita, no ano de 1927. Enviado para Roma, local onde completou seus estudos no Colégio Internacional São Alberto. Em 1934 foi ordenado sacerdote. Retornou a Polônia em 1935 e fixou-se no Convento de Cracóvia. Foi professor e prior da comunidade Carmelita. Com o início da Segunda Guerra Mundial e a invasão da Polônia pelos alemães, Hilário foi deportado. Passou a atender aos enfermos, necessitados e perseguidos. Foi então enviado, como voluntário, para a prisão Montclupi, em Cracóvia e para o campo de concentração de Dachau. Passou a realizar cultos e a prestar assistência aos enfermos e desesperados, quando encontrou com o Padre Tito Brandsma (Beato). No campo a epidemia de tifo o fez doente, muito doente. Faleceu naquela prisão, poucos dias antes da libertação, no dia 25 de março de 1945. Seu corpo foi cremado no crematório de Drachau. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II, no dia 13 de junho de 1999. Foi homenageado como exemplo de Fé e amor, por essa razão seu nome encabeça a lista de todos os demais 108 Beatificados mártires poloneses da Segunda Guerra Mundial, são eles: 3 bispos, 52 sacerdotes diocesanos, 26 sacerdotes regulares, 08 religiosos e 08 religiosas, 2 seminaristas, 9 leigos.
  4. • Hilario Llorente Martín (?, ? - 1936, Espanha) – Estudante de Teologia e mártir juntamente com seus 50 companheiros, são eles, datas dos martírios - Dia 2 de agosto:- Beato (Padre) Felipe de Jesus Munárris Azcona*, Beato (Padre) Felipe de Jesus Munárriz Azcona (61 anos), Beato (Padre) Juan Diaz Nosti (56 anos), Beato (Padre) Leoncio Pérez Ramos (60 anos); Dia 12 de agosto:- Beato (Padre) Sebastián Calvo Martínez (33 anos), Beato (Padre) Pedro Cunill Padrós (33 anos), Beato (Padre) José Pavón Bueno (35 anos), Beato (Padre) Nicasio Sierra Ucar (45 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Wenceslao Claris Vilaregut (29 anos), Beato (Irmão) Gregorio Chirivás Lacambra (56 anos); Dia 13 de agosto:- Beato (Padre) Secundino Ortega García (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Javier L. Bandrés Jiménez (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Brengaret Pujol (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Antolín Calvo y Calvo (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Tomás Capdevila Miró (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Esteban Casadevall Puig (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Eusebio Codina Millas (21 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Juan Codinachs Tuneu (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Antonio Dalmau Rosich (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Juan Echarri Vique (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Pedro García Bernal (25 anos), Mártires de Barbastro Gabriel Campo, CMF 10, Beato (Estudante de Teologia)  Hilario Llorente Martín (25 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Ramón Novich Rabionet (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Mª Ormo Seró (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Salvador Pigem Serra (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Teodoro Ruiz de Larrinaga García (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Juan Sánchez Munárriz (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Manuel Torras Sais (21 anos), Beato (Irmão) Manuel Buil Lalueza (21 anos), Beato (Irmão) Alfonso Miquel Garriga (22 anos); Dia 15 de agosto:- Beato (Estudante de Teologia)  José Amorós Hernández (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Mª Badía Mateu (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Juan Baixeras Berenguer (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Blasco Juan (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Rafael Briega Morales (23 anos), Beato (Irmão) Francisco Castán Meseguer (25 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Luís Escalé Binefa (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Figuero Beltrán (25 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Ramón Illa Salvía (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Luís Lladó Teixidor (24 anos), Beato (Irmão) Flaviano Manuel Martínez Jarauta (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Luís Masferrer Vila (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Miguel Masip González (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Faustino Pérez García (25 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Sebastián Riera Coromina (22 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Eduardo Ripoll Diego (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  José Ros Florensa (21 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Francisco Roura Farró (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Alfonso Sorribes Teixidor (23 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Agustín Viela Ezcurdia (22 anos); Dia 18 de agosto:- Beato (Estudante de Teologia)  José Falgarona Vilanova (24 anos), Beato (Estudante de Teologia)  Atanásio Viadaurreta Labra (25 anos). - 13/08 Nasceu em local e data não identificados por nós. Faziam parte da Comunidade Claretiana de Barbastro, Huesca, Espanha, quando ocorreu a perseguição aos religiosos cristãos, era o ano de 1936. Todos foram presos, julgados de maneira irregular e tendenciosa, condenados. As sentenças foram cumpridas em datas distintas para cada um dos grupos, vale destacar que uma exigência dos criminosos para não haver a execução era que a pessoa renegasse sua fé na Santíssima Trindade, condição que não foi aceita por nenhum dos condenados. Faleceu martirizado, por fuzilamento (primeiro grupo), em Barbastro, Huesca, Espanha, no dia 13 de agosto de 1936. Foram Beatificados pelo Papa João Paulo II, no dia 25 de outubro de 1992.
  5. • Hipólito Galantini (1565, Itália - 1619, Itália) - 29/02 Nasceu em Florença, na Itália, em 1565. Seu pai era um trabalhador honesto e dedicado à profissão e o filho mais tarde tornaria tecelão. Hipólito usava as suas horas de folga para promover a Fé e a formação religiosa daqueles jovens de rua ou que com ele trabalhavam. Foi muito competente na catequização de muitos jovens. Seu trabalho chama a atenção do cardeal Alexandro de Medicis que o nomeia coordenador da doutrina Cristã da diocese. porém sua fama chega à Santa Sé e o papa Leão XI confirma na função. Tempo depois solicita a sua admissão como Capuchinho, mas como tinha uma saúde muito frágil não conseguiu seu intento. Dedicava-se a seu trabalho, à formação e passou a ajudar seus pais em trabalhos manuais. Em 14 de outubro de 1602 é ordenado pela Ordem Terceira Franciscana e a partir dai fundou a Congregação de São Francisco de Assis para a Doutrina Cristã. Os resultados produzidos por esta congregação foram tão bons que ela se expande para outras localidades e sempre atendendo às classes sociais mais baixas, ou seja, aos pobres, inválidos, desvalidos, enfermos etc. Faleceu em Florença, na Itália, no dia 20 de março de 1619, aos 54 anos de idade. Seu túmulo passou a receber muitos peregrinos atrás de benção, cura, apoio espiritual etc. Foi Beatificado Pelo Papa Leão XII, em 12 de julho de 1825.
  6. • Honorato André Zorraquino Herrero (?, ? - ?, ?) - Mártir espanhol juntamente com os Beatos Florêncio Martinho Ibañez Lázaro e Ambrósio Leão Lorente Vicente Em Breve - 23/10
  7. • Honorato de Biala (1829, Polônia - 1916, Polônia) - 16/12 Nasceu em Biala Podlaska, na Polônia, no dia 16 de outubro de 1829. Seu nome de Batismo era Venceslau Kozminski. Seus pais Cristãos lhe proporcionaram uma educação acadêmica e religiosa de qualidade. Formou-se em arquitetura. Ingressou como noviço na Ordem dos Capuchinhos, em Lubarttow. Seguiu seus estudos em filosofia e teologia. Quando mudou-se para Varsóvia foi ordenado sacerdote, era o dia 27 de dezembro de 1855. Foi nesta data que adotou o nome de Frei Honorato de Biala. Iniciou com grande fervor e Fé seu ministério, mas logo assume a direção espiritual, era professor na escola, colégio e orfanatos femininos. Lecionava a disciplina Religião. Fundou diversas Congregações durante a sua vida. Foi então nomeado Comissário Geral da Província do Capuchinhos. Nas horas vagas tomava seu tempo escrevendo, culminando com o renomado "Manual Espiritual", lido e respeitado até mesmo nos nossos dias. Seguidor dedicado das regras de São Francisco, fazia suas orações diariamente, penitenciava e jejuava. Em 1908, por ordens superiores, passou a exercer apenas o sacerdócio, a direção espiritual e confessor. Faleceu no dia 16 de dezembro de 1916, durante a Primeira Grande Guerra.
  8. • Hugo de Fosses (?, França - séc. VIII, França) - Monge, abade e cofundador - 10/02 Nasceu provavelmente na França, em data não identificada por nós. Hugo perdeu seus pais quando ainda era muito jovem, por essa razão foi entregue às irmãs beneditinas. Mais tarde passou aos cuidados do bispo de Cambrai, França, d. Bucardo. Este era muito amigo de São Norberto. Hugo conheceu São Norberto que era de família rica, mas trajava roupas extremamente simples, descalço e pregando humildemente o Evangelho. Nesse momento decidiu juntar-se ao santo. Com São Norberto, hugo foi o cofundador do Mosteiro de Prémontré, na França, e responsável por redigir as regras do mosteiro, pouco tempo depois eleito abade. Faleceu Prémontré, na França, no séc. VIII.
  9. • Hugolino Magalotti (?, Itália - 1373, Itália) - 11/12 Nasceu em Camerino, Marcas, Itália, em data não identificada por nós. Seus pais eram nobres e ricos, mas faleceram quando Hugolino era muito jovem. Foi nessa época que ele começou a ler com afinco e dedicação as Santas Escrituras. Ingressou mais tarde na Ordem Franciscana Secular. Quando distribuiu todos os seus bens aos pobres. Foi viver solitário em erimitério, após a ordenação, mas como sua fama cresceu em razão de prodígios, teve que, por diversas vezes mudar-se. Era extremamente dedicado às orações e penitências. Atendia a todos com orações e que estas revertiam em graça para muitos. Faleceu no dia 11 de dezembro de 1373. Foi Beatificado pelo Papa Pio IX, no dia 04 de outubro de 1856.
  10. • Humilde de Besigniano (1582, Itália - 1637, Itália) - 23/11 Nasceu em Bisigniano, província de Cosenza, Itália, no dia 26 de agosto de 1582. Foi uma criança piedosa. Freqüentava a Missa diariamente com grande devoção. Foi integrante da Confraria de Imaculada Conceição. Aos dezoito anos de idade tentou ingressar na vida religiosa, mas só o conseguiu quando tinha 27 anos de idade, quando ingressou no Noviciado de Mesurata. Durante sua formação, em diversos momentos entrou em êxtase, muitas vezes em público. Esse acontecimento não era entendido pelos seus superiores, por essa razão passou momentos de humilhação e provação da Fé. logo ficou conhecido pela sua Santidade, não apenas no interior do Noviciado, mas também pela população. Era agraciado com os dons da profecia, da revelação e tinha o grande força junto ao Céu quando realizou muitos milagres. Tinha uma formação escolar bastante deficiente, mas inexplicavelmente tinha o dom de discutir as ciências, a Sagrada Escritura, sobre a Doutrina Católica e a Fé. Discutia com doutores sem nenhum constrangimento. Os Papas Gregório XV e Urbano VIII o tinha como uma pessoa extremamente confiável e de opinião bastante respeitável, a ponto de lhe pedir orientação, conselhos e lhe fazer questionamentos religiosos, por esse motivo por diversas vezes foi chamado a Roma, quando decidiu morar no Convento de São Francisco. Depois de algum tempo vivendo naquele local decidiu voltar para sua terra natal, por volta de 1634/5. Faleceu em Bisigniano, Itália, no dia 26 de novembro de 1637. Foi Beatificado pelo Papa Leão VIII, no dia 29 de janeiro de 1882.
  11. • Henrique Rebuschini (1860, Itália - 1938, Itália) - Religioso - 10/05 Nasceu em Gravedona, na Itália, no ano 1860. Em 1887 ingressou na Congregação dos Carmelitas. Por três vezes assumiu, como superior, a comunidade de Cremona, na Itália. Era administrador do Hospital São Camilo durante 23 anos. Era uma pessoa que amparava e acompanha muitos doentes e desvalidos. Faleceu no Hospital São Camilo, na Itália, no ano 1997. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II, no ano 1986.

  1. • Inácio de Azevedo (1527, Portugal - 1570, Oceano Atlântico) - Mártir juntamente com seus 39 companheiros - 17/07 Nasceu em Porto, Portugal, no ano de 1527. Sua família era renomada e tinha acesso á corte, a ponto que o jovem tenha sido criado no seu meio. Durante uma pregação feita por Jesuítas Inácio se mostrou interessado por aquela Ordem religiosa e partiu para uma pesquisa. Em 1548, aos 22 anos de idade ingressou na Ordem Jesuíta e lá foi ordenado sacerdote em 1553. Era muito dedicado durante as missões, às orações e a pregação. Parte para o Brasil em uma missão de apostulado missionário. Anos depois voltou para Portugal para conseguir formar um grupo para retornar ao Brasil e desenvolver uma trabalho mais intenso de evangelização. Conseguiu 39 companheiros e irmãos de Fé. Numa certa data do ano de 1570, partem de Portugal com destino o Brasil, mas quando estavam próximos às Ilhas Canárias a embarcação dos Jesuítas é cercada por uma esquadra de piratas calvinistas, protestantes de origem francesa. A luta foi intensa, mas os Jesuítas em menor número e o pouco armamento existente na embarcação não suportaram o ataque, afinal das contas aquela missão era evangelizadora e não militar. Faleceram no dia 15 de julho de 1570, no Oceano Atlântico. A maioria foi morta quando a embarcação foi afundada e todos aqueles que caíram ou se jogaram na água, que ainda estavam vivos, foram assassinados. Foram Beatificados pelo Papa Pio IX, em 1854. Nota: Iremos pesquisar o nome de cada um dos Jesuítas e colocar alguma informação sobre eles tão logo terminemos as demais biografias.
  2. • Inocêncio Berzo (1844, Itália - 1890, Itália) - 03/03 Nasceu no dia 19 de março de 1844, em Valcamonica, Itália. Seu nome de Batismo era João. Ainda jovem tornou-se órfão de pai, por esta razão conseguiu ingressar no Seminário. No dia 02 de junho de 1867 foi ordenado padre. Como sacerdote passou a dedicar-se aos pobres, aos doentes, pregando, orava muito e sempre estava se confessando. Mais tarde é nomeado como vice-reitor do Seminário, mas após um ano depois retorna ao que gostava de fazer, desenvolver a atividade pastoral. Desejoso de uma preparação espiritual mais intensa ingressa na Ordem dos Irmãos Capuchinhos, quando adota o nome de Inocêncio. No Convento da Santíssima do Capuchinhos é nomeado vice-mestre dos noviços. Neste dedicou-se à contemplação, a uma penitência severa, com o objetivo de isolar-se. Faleceu em Bérgamo, na Itália, na enfermaria do Convento, aos 46 anos de idade, no dia 03 de março de 1890. Foi Beatificado pelo Papa João XXIII, em 12 de novembro de 1961.
  3. • Isidoro Bakanja (1880/90, Congo - 1909, Congo) - Mártir -11/08 Nasceu em Bokenfela, Congo, por volta de 1880/90. Ainda criança teve que trabalhar como pedreiro e em atividade do campo. Mais tarde foi convertido para o Cristianismo, era 1906. Naquele momento recebeu um escapulário, quando ingressou na Ordem do Carmo, mas como leigo. Nasceu na tribo dos Boangi. O responsável pela propriedade, um colonizador, o proibiu de catequizar seus companheiros. Isidoro em segredo dava a oportunidade a seus companheiros de conhecerem o Cristianismo, quando foi detido pelo patrão. Naquele momento o colonizador arrancou o escapulário e o destruiu, era 29 de abril de 1909. Imediatamente ordenou que lhe dessem uma surra com açoite. Isidoro ficou muito ferido, mas em momento algum deixou de acreditar no Deus Filho Jesus Cristo, muito ao contrário, a cada chibatada sua Fé era ampliada. Numa atitude de grande Cristão perdoou seus agressores. Faleceu no dia 15 de agosto de 1909, no Congo, África. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II, no dia 24 de abril de 1994.

Voltar para o conteúdo