FestasReligiosas01 - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Especial > Festas > Texto

ATUAL

São Pedro - Jun./2018

• Falar de São Pedro é muito especial e proporciona-nos uma satisfação inigualável, não apenas por ser um Apóstolo de Jesus Cristo, mas por ser nomeado por Ele a pedra fundamental da Sua Igreja. Um homem de fé e que levou a Palavra do Verbo ao mundo e principalmente a Roma.
• Simão, seu nome de nascimento, nasceu em Betsaida, nas proximidades do Lago de Genesaré, também conhecido como Mar da Galileia. Sua profissão, não se sabe a partir de que idade, mas provavelmente bem jovem, era pescador em Cafarnaum, próxima ao Mar da Galileia. Era casado, acredita-se que tinha pelo menos um filho, Jesus curou sua sogra quando a visitaram.
• Seu Pai era Jonas, não obtivemos o nome da mãe, e tinha um irmão chamado André. André foi convidado primeiro, por essa razão foi ele quem apresentou Jesus a Simão, que ainda não tinha ganhado novo nome dado por Jesus. Ambos se tornaram Apóstolos de Jesus.
• Não queremos repetir o que está descrito nas Sagradas Escrituras, por isso, o destaque são as informações que vem de novas pesquisas. O nome Pedro (Cefas ou Kephas, em aramaico = pedra). O interessante que Jesus já sabia que Simão, agora Pedro, seria a pedra fundamental de sua Igreja, o primeiro Papa.
• Segundo estudos recentes, Pedro e Maria Madalena, eram o braço direito de Jesus. Foi ele quem admitiu que Jesus era o Messias tão esperado, e o mais importante, era quem orientava o grupo de Apóstolos e Discípulos, a palavra de Pedro, depois da morte de Jesus era a mais importante.
• As Escrituras não dizem se Pedro presenciou a crucificação, sabe-se por ela que João estava presente ao lado de Maria, a Nossa Senhora, e que segundo estudos José, esposo de Maria, já era falecido.
cabeça.
• Pedro passa a ser o líder do grupo de Apóstolos e discípulos logo após Pentecostes e orientador para as missões de cada um deles, foi e é até hoje muito respeitado. Quando Pedro foi chamado a Roma, foi ao encontro de Paulo e lá chegando este já estava preso. Seu trabalho de evangelização e testemunho foi intenso, não apenas para aqueles e aquelas que haviam sido evangelizados por Paulo, mas para muitos outros. Essa ação incomodou os governantes, que, por ordem do imperador, o detiveram. Resumindo, Pedro, preso, foi condenado à morte, já sendo pregado na cruz pediu para ser crucificado de ponta cabeça. A crucificação foi próximo ao morro do Vaticano, onde existiam grutas, local dos cultos na época pelos cristãos. Nessas grutas foi enterrado, sobre ela foi construída, mais tarde, a Basílica de São Pedro. Por essa razão, todos os Papas falecidos passaram a ser enterrados no subsolo da Basílica de São Pedro, em Roma - Itália.
• Amém!

Nota Bibliográfica:- Uma boa leitura para entendermos São Pedro é o livro "Vida de São Pedro Apóstolo", de Pe. Lorena, Editora Santuário. Uma maneira de conhecer alguns pormenores da vida deste homem e santo que tanto fez pela Igrejas de Jesus Cristo.

ANTERIORES

Natal - Dez./2013

• Para muita gente o Natal é uma data festiva onde o ato de dar e receber presentes comer muito, é o mais importante. Na realidade é uma data de comunhão, de confraternização, de amor e fé.
• Há mais de dois mil anos nasceu Jesus, o único Filho de Deus, ou seja, aquele que Encarnado veio para nos salvar. Então Jesus tem mais de dois mil anos de idade?
• A resposta a essa pergunta é importante para entender o Natal, Jesus é Deus e com o Pai esteve presente desde o princípio, portanto, Jesus tem a idade de Deus Pai. Porém, quando Deus resolveu enviar-nos seu único Filho encarnando-O entre nós mortais tem início o advento do Natal, ou seja, a festa do nascimento do Filho de Deus como humano.
• Jesus viveu como nós, participou com sua família terrena das festas de Páscoa judaica, dos eventos e cultos nos templos, almoçou, jantou, dormiu, sonhou etc. Deus foi humano.
• Na sua vida como homem nos ensinou, nos amou, mas principalmente nos ensinou com seus exemplos. Ele, como Deus, parte da Santíssima Trindade, nos orienta desde o princípio, mas entre nós apenas a dois mil anos.
• O homem Jesus almoçou com pobres, doentes, como os leprosos, ricos, amigos e inimigos, sempre levando o amor.
• Essa é a importância do Natal, como já dissemos, o momento de união e comunhão.
• Organizemos uma festa de Natal comemorando o nascimento do Senhor, não de mesquinharia, falsidade, desunião, para mostrar a riqueza. Deus quer de nós o simples, não o dinheiro, diamante e o ouro.
• Façamos do Natal, a data comemorativa da encarnação de Deus em nossos meios, a data da aceitação das Alianças, principalmente da Nova Aliança.
• Feliz Natal!

Quaresma - Mar./2014
Por: Vivaldo Armelin Júnior

• Estamos neste mês de março de 2014 entrando na Quaresma, tempo litúrgico de conversão e que é o período de preparação espiritual para as festas da Páscoa.
• É o momento e a oportunidade de mudar, modificar e submeter-se às coisas de Deus Pai, Deus Filho e do Espírito Santo, portanto um momento para que possamos verdadeiramente nos aproximar de Jesus Cristo.
• Quando há mudança, também há o arrependimento pelos nossos pecados. A grande renovação, procurar não mais pecar.
• São quarenta dias, com início na Quarta-feira de Cinzas e terminando no Domingo de Ramos, uma semana antes da Páscoa.
• Nesses quarenta dias temos a oportunidade de nos aproximarmos de nossos irmãos, ouvir os ensinamentos e purificarmos.
• Para aqueles que durante o carnaval se excederam e muitos pecados cometeram é a oportunidade de se arrepender e prometer a Deus que no ano seguinte e os demais não mais pecará.
• A cor litúrgica é o roxo para nos envolver concretamente no luto e na penitência. Não se trata de um luto com choro e tristeza, mas de alegria por termos um Deus que encarnado morreu para nos salvar e que ressuscitou no terceiro dia.
• Uma oportunidade para entender o Mistério Pascal.
• Jesus Cristo está completamente envolvido na Quaresma, por esse motivo Ele nos convida a mudar o modo de viver. Ele, Jesus, nos convida por meio de sua Igreja, seu Corpo, para que nos aproximemos Dele. Na crença e na fé está presente o amor de Jesus para com seus filhos terrenos.
• Na Quaresma perdoamos e somos perdoados, reconciliamo-nos com nossos irmãos e nos atiramos com toda vontade na luz que Jesus deixou para indicar o caminho da salvação.
• Na Páscoa nosso coração deverá estar limpo, sem ódio, raiva, rancor, medo, ganância, inveja, não estar ferido pela ação da infidelidade conjugal, familiar e até social.
• A cruz passa a ser um grande aprendizado, pois foi nela que Jesus Cristo Morreu, condição que facilita-nos carregar a nossa cruz.
• A duração da Quaresma é de quarenta dias, como já foi descrito, mas por quê? Esse período está baseado nas Sagradas Escritura, Antigo e Novo Testamento, por exemplo, Noé navegou pelo mundo inundado por quarenta dias e quarenta noites; foram quarenta anos de busca pela terra prometida seguindo Moisés; Jesus passou quarenta dias no deserto logo após ser batizado, entre outros fatos.

Semana Santa e a Páscoa - Abr./2014
Por: Vivaldo Armelin Júnior

• A Semana Santa abrange a prisão, julgamento, Paixão, a morte e Ressurreição de Jesus Cristo.
• Acontece que este fato histórico e religioso, cheia de violência e intolerância, é extremamente triste, porém esta tristeza ocorreu para nos salvar.
• Jesus já na juventude sabia seu destino e para o que veio, portanto Ele sabia que seria perseguido e morto.
• Como o Papa Francisco destacou, as festas da Semana Santa, é um momento de alegria, pois Jesus se sacrificou, por nós, ou seja, Ele foi a oferenda e o imolado...
• Realmente a Semana Santa é um momento de alegria, pois ocorreu a vitória de Deus.
• Ela tem início na entrada de Jesus em Jerusalém, com a festa de Ramos.
• Na Sexta-Feira da Paixão Jesus é crucificado, morto e sepultado. Triste? Não, era o desígnio de Deus para nos salvar.
• No Domingo de Páscoa a ressurreição veio para confirmar as palavras dos profetas e o desejo do Pai, Nosso Senhor.
• Portanto Jesus não morreu, pois é o Filho de Deus, ele apenas passou de humano, encarnado, para a vida espiritual ao lado de seu Pai.
• Por todos esses acontecimentos podemos concluir com toda certeza que não há motivo para tristeza, portanto de alegria, não uma alegria comum, mas da alma. Uma alegria eterna.

Importante: As imagens abaixo são da Procissão na Sexta-Feira da Paixão, 18 de abril de 2014, organizada pela Pároquia de Nossa Senhora da Salette, que fica em Santana - SP. Esta rua é no Jd. São Paulo, São Paulo - SP.

Frente da Igreja N. Sra. da Salette
Rua Dr. Zuquim, 1746
Santana, São Paulo - SP

Fundo da Igreja N. Sra. da Salette
Rua Dr. Zuquim, 1746
Santana, São Paulo - SP

Semana Santa e a Páscoa - Dez./2014
Por: Vivaldo Armelin Júnior

• O Natal está mais uma vez bem próximo, estamos chegando a 25 de dezembro de 2014, mais uma festa dedicada ao nascimento de Jesus, mas será que estamos comemorando esta data de maneira correta?
• Muita gente faz do Natal uma data para troca de presentes, de gula, e bebedeira. O Aniversariante é esquecido.
• A família, confraternização, caridade e o amor não podem ser esquecidos. Jesus nasceu para nos salvar, Ele é Deus que veio ao nosso meio feito homem.
• Em 2014 faça a diferença e seja diferente, em vez das guloseimas, presentes caros, distribua amor, seja caridoso e faça da festa do Natal uma alegria.
• Dar presente não é pecado, mas este deve ser apenas um momento, pois a maioria do tempo Jesus é quem deve ser festejado.
• As emissoras de rádio, televisão, os meios de comunicação impressos, destacam os acidentes de trânsito que ocorrem nesta época do ano, festa interrompida pela falta de amor e caridade.
• Façamos do Natal de 2014 uma data cheia de amor e não tristeza em velórios, pelas brigas em família, traição e violência.

Festa dos Reis Magos - Jan./2015

• Como foram felizes Belckior (Melquior ou Melchior), Baltasar e Gaspar por serem avisados sobre o nascimento do Filho de Deus e terem podido visita-Lo.
• Os três Magos tiveram uma oportunidade única, mas não foram os únicos, pois pastores também o fizeram.
• Não se tem certeza, mas provavelmente eram estudiosos das estrelas, astrônomos ou astrólogos. Estes foram avisados do nascimento de Jesus e que uma estrela os guiaria até o berço de Deus Filho.
• Eles não partiram juntos, mas sim se encontraram durante a viagem.
• Em Jerusalém foram falar com Herodes para pedir informações sobre o local do nascimento do Filho de Deus. Não sabiam eles que Herodes não era bom e não queria perder o poder, Jesus seria um concorrente.
• Trouxeram presentes para Jesus, mirra, incenso e ouro.
• Herodes pediu aos três que lhe avisassem sobre o local do nascimento de Jesus para poder “adorá-Lo”, mas sua verdadeira intensão era mata-Lo.
• Os magos visitam Jesus, sua Mãe Maria e seu pai José. Acabada a visita foram descansar e em sonho foram avisados para não retornarem por Jerusalém, pois Herodes iria matar o Filho de Deus.
• Eles puderam conhecer o Filho de Deus pessoalmente, bem como os pastores, um grande prêmio.
• Muitas festas se iniciaram já lá nos primórdios da Santa Igreja e até hoje existem festas voltadas aos Reis Magos, por exemplo, a Folia de Reis.
• O mais importante de todos estes acontecimentos é termos a humildade daqueles três Reis Magos, seguiram uma estrela para ver como filhos e servos de Deus a salvação.
• Ser humilde diante de Deus é estar de acordo com a Santíssima Trindade.

Natal - Dez./2016
• O Natal, festa do Nascimento de Jesus Cristo, dia de confraternização familiar, não de presentes, mas de aproximação com o Pai do Céu.
• Uma festa que possibilita o perdão, a compaixão, a caridade, o amparo, socorro, misericórdia e solidariedade. Todos nós voltados para Deus, consequentemente para nossos irmãos, principalmente os mais necessitados.
• Jesus nasceu em Belém, viveu no Egito, em Nazaré, e viajou para diversas cidades do Oriente Médio, tudo para nos salvar, por isso Ele nos deixou ensinamentos.
• Façamos como Jesus, viajemos em sentido aos mais necessitados, desamparados, desencaminhados, perdidos e viciados.
• Amém!

São José - Mar./2018

• É difícil falar deste homem, deste chefe de família, deste pai! Pai de Jesus Cristo, Nosso Senhor, um ser humano íntegro, honrado, dedicado à família, trabalhador e principalmente grande filho de Deus, na fé, respeito e saber ouvi-Lo.
• São José provavelmente nunca imaginou que ficaria tão conhecido e que receberia das Mãos de Deus uma responsabilidade que nenhum outro ser humano suportaria, a de criar o Filho de Deus.
• Jesus Cristo teve como pai aqui na terra uma educação muito especial, sem erros ou enganos, própria de dois seres muito especiais, mais especificamente São José e Santa Maria, sua Mãe.
• É bonito ver como Deus, com seu amor infinito, soube escolher dois pais que O honram até o fim de suas vidas.
• Dia 19 de março é um dia muito mais especial, um dia de festa, com muito amor, paz e tranquilidade. Homenageando São José estaremos homenageando a Santíssima Trindade. Feliz dia de São José.
• Amém!

Nota Bibliográfica:- Uma boa leitura para entendermos São José é o livro "3 Meses Com São José", do Pe. Luís Erlin, Editora Ave-Maria. Trata-se de uma leitura motivadora e interessante a maneira como foi escrita.

Voltar para o conteúdo