F - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Beatos & Santos > Santos > F

SANTOS

  1. • Fabiano (?, ? - 250, Roma) - Papa mártir - 20/01 Nasceu em local e data não identificada por nós. Fabiano era um simples leigo e foi conduzido por eleição ao cargo de Papa, no ano 236. Foi responsável pela divisão em sete zonas a diocese  romana e determinou que sete Diáconos assumissem o seu controle. O tempo todo foi zeloso com os cemitérios e promoveu a Evangelização da Gália. Fabiano tinha muito interesse em registrar e preservar as atas dos martírios promovidos por Décio. Faleceu em Roma, martirizado, no ano 250.
  2. • Fábio (?, ? - IV, Cesareia) - 31/07  Nasceu em local e data não identificados por nós. Sabe-se que era um soldado romano e que estava a serviço em Cesareia da Mauritânia. Um soldado exemplar. Em certa data foi designado para levar em cortejo as insígnias, ato sagrado para os romanos e só pessoas de destaque o faziam. No entanto Fábio recusou a honra, pois era um cristão conviocto e tal ação feria a sua fé. Logo foi preso e como confirmou sua fé diante da corte foi condenado à morte. Faleceu martirizado, por decaptação, em Cesareia da Mauritânia, no século IV.
  3. • Fabriciano (?, ? - ?, ?) - 22/08
  4. • Fabrício (?, ? - ?, ?) - 22/08
  5. • Facanão (?, ? - ?, ?) - Bispo - 14/08
  6. • Famiano (?, ? - ?, ?) - Mártir - 08/08
  7. • Fantino (?, ? - ?, ?) - Abade - 30/08
  8. • Faro (?, ? - ?, ?) - Bispo - 28/10
  9. • Faustino (?, ? - ?, ?) - 18/04
  10. • Faustino (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Jovita - 15/02
  11. • Faustino (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Simplício * e Santa Beatriz - 29/07
  12. • Faustino Míguez (1831, Espanha - 1925, Espanha) Padre fundador do Instituto Calazans das Filhas da Divina Pastora - 08/03 Nasceu em Ximirás, na Espanha, em 1831. Trabalhou em favor das crianças principalmente as pobres. Também tinha um belo trabalho em favor das mulheres e a importância de seu papel na família e na sociedade. No ano de 1875 fundou o Instituto Calazans. Faleceu em Getafe, no dia 08 de março de 1925. Foi Canonizado pelo Papa Francisco, no dia 15 de outubro de 2017.
  13. • Fausto (?, Espanha - 303/304?, Espanha) - Mártir juntamente com a Santa Engrácia e mais 17 companheiros, são eles: Cassiano, Januário, Apodêmio, Félix, Luperco, Marcial, Urbano, Ciciliano, Evêncio, Primitivo, Maturino, Júlio, Quintiliano, Públio, Frontón, Obtato e Sucesso (todos Santos) - 16/04 Nasceu na Espanha e em data não identificados por nós. Fausto foi uma das vítimas da perseguição aos Cristãos por Diocleciano, quando acompanhava Engrácia (Santa), mais 17 cavaleiros, todos foram presos, torturados e condenados à morte. Em conjunto os seus companheiros seguem os passos de Engrácia e renegam os deuses pagãos de Diocleciano e confirmam a Fé em Nosso Senhor Jesus Cristo. Faleceu em Saragossa, na Espanha, martirizado, em 303 ou 304.
  14. • Fausto (?, ? - ?, ?) - 24/06
  15. • Fausto (?, ? - ?, ?) - Mártir - 07/08
  16. • Fausto (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Januário e São Marçal - 13/10
  17. • Fausto de Riez (?, ? - ?, ?) - Bispo - 28/09
  18. • Febe (?, ? - ?, ?) - 03/09
  19. • Fecino (?, ? - ?, ?) - 20/01
  20. • Feliciano (?, ? - ?, ?) - Mártir - 24/01
  21. • Feliciano de Roma (?, ? - ?, ?) - 02/02
  22. • Feliciano (?, ? - 297, Roma) - Mártir juntamente com Santo Emílio, São Félix e São Primo* - 28/05 ou 09/06 Nasceu em local e data não identificados por nós. É sabido que eram cidadãos romanos e durante a perseguição de Diocleciano e Maximiano, foram presos, além dele, amigos Primo*,  Feliciano e Félix (todos Santos). Violentamente foram torturados, mas não renegaram a Fé. Foram levados ao juiz, em separado, que tentou convencer Feliciano de que seu irmão, Primo, havia renegado a Fé, mas ele não acreditou. Emílio e seus amigos de Fé foram então condenados e levados para uma região próxima a Roma chamada Nomentum. Faleceu em Roma, martirizado, no ano 297.
  23. • Felicíssimo (?, ? - 258, Itália) Mártir - 06* ou 07/08 Nasceu em local e data não identificada por nós. O Papa Sixto II foi eleito em 257. Nesta época Valeriano praticava uma violenta perseguição aos Católicos e por essa razão as Missas ocorriam as escondidas. Foi durante uma destas Missas, no cemitério da Via Ápia que ele e seus companheiros foram presos e ali mesmo martirizados. Faleceram em Roma, martirizados, no mês de setembro de 258. São eles os mortos: Agapito, Felicíssimo, Janeiro, Magno, Vicente e Estevãos, todos Santos, além do Papa Sisto II, que teve um pontificado de apenas um ano.
  24. • Felim (?, ? - ?, ?) - Bispo canonizado com São Nateu * (Bispo) - 09/08
  25. • Felipe (Filipe) (?, Betsaída - séc. I - ?) - Apóstolo e Mártir - 03/05 Nasceu provavelmente em Betsaída, em data não identificada por nós. Divulgou o Evangelho para outros povos e por falar fluentemente o grego pode ter maior contato com este povo. Viajou para o Egito, Etiópia, depois para Grécia. Faleceu em local não identificado por nós, no séc. I.
  26. • Felipe Benício (ou Benizi) (?1223*/1233, Itália - 1285, Itália) - 22 ou *23/08 Nasceu em Florença na Itália, no ano 1223. Estudou na sua terra natal formando-se na área de humanas. Foi para Paris, Frença, onde formou-se em medicina e especialisou-se em Pádua, Itália. Vendo que sua vocação era a vida religiosa deixou uma carreira promissora e ingressou no Convento da Ordem dos Servitas, também conhecida como Servos de Maria. Viajou pela França e Alemanha, onde fez pregações e converteu muitos para a fé cristã. No caminho para a Alemanha aconteceu que duas prostitutas pararam a sua frente e lhe ofereceram serviços sexuais, num diálogo tranquilo e coerente convenceu as duas a deixar a vida marginal. As jovens se chamavam Helena e Flora, que mais tarde fundaram a ordem das Servitas Claustradas. Faleceu em Todi, Província de Perugia, Úmbria, Itália, no dia 25 de agosto de 1285.
  27. • Felipe de Heracléia (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com seus companheiros - 22/10
  28. • Felipe de Jesus (ou Filipe) (1572/74, México - 1597, Japão) - Mártir - 09/01 ou 06/02 Nasceu no México, em 1572/74. Felipe era uma pessoa indisciplinada, brigão, temperamental... Entra para o Convento Franciscano como noviço, mas permanece por pouco tempo e volta morar com seus pais. Seus pais pretendendo um bom futuro para seu filho Felipe o enviam para Manila, nas Filipinas para trabalhar fazendo comércio. Em vez de trabalhar ele se dedica a gastar e esbanjamento. Tudo que é esbanjado acaba e foi o que aconteceu, perdeu todo dinheiro. Um forte arrependimento atingiu seu coração. Por esta razão pede perdão a Deus e solicita aos irmãos menores Franciscanos que o readmitam no convento. A partir daquele momento se dedicou a oração, penitência, contemplação e muita fé. A pedido de seus pais ele retorna ao México para concluir seus estudos e tornar-se Sacerdote. Durante a viagem um fato inexplicável acontece, uma luz rodeia uma cruz branca ao lado do barco, em seguida ela se tornaria roxa. O mais interessante é que esta cruz estava direcionada para o Japão. O fenômeno acabou e pouco tempo depois uma grande tempestade obriga o capitão da embarcação ancorar perto do Japão. Os japoneses invadem a embarcação e capturam todos os passageiros. Felipe foi separado do grupo e enviado para o convento de Osaka. Pedro Batista (Santo) o transferiu para Meaca, mas ele e seus irmãos Franciscanos são presos e condenados. A punição determinada é a crucificação, esta ocorrera numa colina, próximo a Nagasaki. Faleceu nas proximidades de Nagasaki, no Japão, martirizado, aos 23 anos, no ano 1597. Foi Canonizado pelo Papa Pio IX, no dia 08 de junho de 1862. É o patrono do México.
  29. • Felipe de Zeli (?, ? - ?, ?) - 03/05
  30. • Felipe Diácono (?, ? - ?, ?) - 06/06
  31. • Felipe Evans (?, ? - ?, ?) - Mártir inglês - 22/07
  32. • Felipe Howard (?, ? - ?, ?) - Mártir - 19/10
  33. • Felipe Phan Van Minh (?, ? - ?, ?) - Mártir no Vietnã - 24/11
  34. • Felipe Smaldone (?, ? - ?, ?) - Sacerdote fundador - 04/06
  35. • Felipe Zhang Zhize (?, ? - ?, ?) - Mártir chinês - 09/07

  1. • Felisberto (?, ? - VII, França) - Abade - 20/08 Nasceu em Gasconha (Gascunha), na França, em data não identificada por nós. Desejoso para seguir a vida religiosa entrou para o convento aos 20 anos de idade, No Mosteiro de Rabais, Meaux, na França, onde recebeu a batina. Muito dedicado e voltado à população menos favorecida denunciou a corrupção e a exploração, por essa razão acabou preso. Quando São Ouen conseguiu sua soltura, decidiu mudar-se para a Ilha de Her, França. Naquela localidade fundou mais um Mosteiro. Em 681 regressou a seu ao Mosteiro de Jumièges, Na França. Faleceu Mosteiro de Jumièges, Na França, em data não identificada por nós, séc. VII.
  2. • Félix (?, ? - 297, Roma) - Mártir juntamente com Santo Emílio, São Primo* São Feliciano - 28/05 ou 09/06 Nasceu em local e data não identificados por nós. É sabido que eram cidadãos romanos e durante a perseguição de Diocleciano e Maximiano, foram presos, além dele, amigos Primo*,  Feliciano e Félix (todos Santos). Violentamente foram torturados, mas não renegaram a Fé. Foram levados ao juiz, em separado, que tentou convencer Feliciano de que seu irmão, Primo, havia renegado a Fé, mas ele não acreditou. Emílio e seus amigos de Fé foram então condenados e levados para uma região próxima a Roma chamada Nomentum. Faleceu em Roma, martirizado, no ano 297.
  3. Felix (?, ? - 852, Ibéria) - Mártir juntamente com Santa Natália* (ou Sabagota), Santo Aurélio, Santa Liliana e São Jorge - 27/07 Nasceu em local e data não identificado por nós. Todos se converteram ao cristianismo e quando da invasão dos musulmenos à península foram presos. Félix era amigo de Natália, Aurélio e de liliana e o monge Jorge. Antes de serem presos Natália, Félix e Liliana venderam todos seus bens e a arrecadação foi distribuída aos pobres e necessitados. Presos pelos musulmanos que não aceitavam o cristianismo, foram condenados à morte. Faleceram em Córdova, na Espanha, no ano 852.
  4. • Félix (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Nabor - 12/07
  5. • Félix I (?, ? - ?, ?) - Papa - 30/12
  6. • Félix II (?, ? - ?, ?) - 29/07
  7. • Félix II (?, ? - ?, ?) - Papa - 01/03
  8. • Félix III (400, Itália - 491, Itália) - Papa - 22/09 Nasceu em Roma, Itália, no ano 400. Foi Papa entre 483 e 491. Promoveu a paz no oriente e dedicou-se à purificação da doutrina cristã que estava sendo deturpada por heresias. Faleceu em Roma, no ano 491.
  9. • Felix IV (490, Itália - 530, Itália) - Papa - 22/09 Nasceu em Benevento, Itália, no ano 490. Foi o construtor da Basílica dos Santos Cosme e Damião. Participou do Concílio de Orange, em 529. Faleceu em Roma, no ano 530. Importante: Em alguns documentos é confundido ou identificado como o Papa Felix III, não encontramos nenhuma confirmação deste fato ou desmentido.
  10. • Félix (?, ? - ?, ?) - Bispo - 01/01
  11. • Félix (?, Espanha - 303/304?, Espanha) - Mártir juntamente com a Santa Engrácia e mais 17 companheiros, são eles: Fausto, Januário, Apodêmio, Cassiano, Luperco, Marcial, Urbano, Ciciliano, Evêncio, Primitivo, Maturino, Júlio, Quintiliano, Públio, Frontón, Obtato e Sucesso - 16/04 Nasceu na Espanha e em data não identificados por nós. Felix foi uma das vítimas da perseguição aos Cristãos por Diocleciano, quando acompanhava Engrácia (Santa), mais 17 cavaleiros, todos foram presos, torturados e condenados à morte. Em conjunto os seus companheiros seguem os passos de Engrácia e renegam os deuses pagãos de Diocleciano e confirmam a Fé em Nosso Senhor Jesus Cristo. Faleceu em Saragossa, na Espanha, martirizado, em 303 ou 304.
  12. • Félix I (?, ? - ?, ?) - Diácono mártir - 02/05
  13. • Félix (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santo Adauto - 30/08
  14. • Félix (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Cipriano e muitos outros - 12/10
  15. • Félix (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santo Exuperâncio - 11/09
  16. • Félix (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Fortunato - 11/07 ou 13/08
  17. • Félix (?, Itália - séc. II, Itália) - Mártir juntamente com seus irmãos e mãe (todos Santos) - 10/07 Nasceu na Itália, em data não identificada por nós. Filho de Felicidade, Cristã e devota de Nosso Senhor Jesus Cristo. Roma passava por uma fase de perseguição violenta aos Cristãos, época que o governante era Marco Aurélio. Quando presa, já condenada à morte exortou ao martírio seus sete filhos e cada um aceitou ser martirizado ao lado da mãe. Faleceram na Itália, martirizados, por decapitação, no séc. II.
  18. • Félix (séc. III, ?Itália - ?304, Itália) - Mártir - 30/08 Nasceu provavelmente na Itália, em data não identificada por nós. Félix era sacerdote naquela época, quando Diocleciano governava e perseguia os Cristãos. Foi por esta razão que foi preso e condenado à morte. Durante a cortejo para o martírio, conduzido por um grupo de soldados romanos, diante de muitos curiosos e Cristãos inconformados um homem sai do meio do povo e se dirige a Félix e se declara Cristão. Ao desafiar as leis daquele sanguinário perseguidor de Cristãos, o homem, sem nome, é preso e tem ali mesmo sua sentença de morte decretada pelos soldados e populares pagãos. Faleceram na Itália, decapitados em praça pública, por volta do ano 304. Como aquele homem não tinha identidade o povo o chamou de adauchus (adjunto) e com o passar do tempo se tornou Adauto. Foram Canonizados pelo Papa Leão IV, em data não identificada por nós.
  19. • Félix de Cantalício (Cantalice) (1513/15, Itália - 1587, Itália) - 18/05 Nasceu em Cantalício, na Itália, entre 1513/15. Sua família era formada por camponeses pobres, por esta razão teve que trabalhar desde pequeno e não tendo condições para estudar, mas chegou a aprender a ler e escrever. Quando jovem precisou trabalhar em outra região como agricultor e pastor. Em 1544 ingressa na vida religiosa na Ordem dos Capuchinhos. No ano seguinte, 1845, fez os votos religiosos, no Convento de Monte São João. No ano de 1547, após peregrinar por alguns conventos, indo e vindo, transferiu-se definitivamente para o Convento de São Boaventura, em Roma. Frei Félix permaneceu naquele local quarenta anos. Foi esmoleiro, quando aproveitava para evangelizar e pregar. Com o passar do tempo todos, não importando a idade, classe social, homens ou mulheres, o admiravam por sua bondade e santidade. Era muito comum pedir para o Convento pão, mas depois passou a pedir vinho e óleo, para as missas. Apesar do grande número de milagres ocorridos e testemunhados por muitos, os frades do convento não faziam nenhum esforço para difundi-los, talvez para evitar cometer erros e sacrilégios antes da confirmação por superiores. Faleceu em Roma, Itália, no dia 18 de maio de 1587. Logo após ter tido a visão da Mãe Santíssima. Durante os funerais era tão grande o número de fieis que foram fazer a última homenagem que pegou os frades de surpresa. Foi sepultado na Igreja da Imaculada Conceição, em Roma, local muitíssimo procurado. Foi Canonizado pelo Papa Clemente XI, no ano 1712.
  20. • Félix de Dunwich (?, ? - ?, ?) - Bispo - 08/03
  21. • Félix de Nantes (?, ? - ?, ?) - Bispo - 06/07
  22. • Félix de Nicósia (?, ? - ?, ?) - Religioso - 31/05
  23. • Félix de Nola (?séc. II/III, Itália - 256/260, Itália) - Mártir - 14 ou 15/01 Nasceu em Nola, na Itália, no século II ou III. A primeira hipótese a mais aceitável. Félix tornou-se sacerdote. Quando Décio e Valeriano começam a perseguir os Cristão é aprisionado e torturado. Foi libertado do cárcere por um Anjo. Foi convidado para ser Bispo de Nola, mas ele, que era muito humilde não aceitou. Faleceu na Itália, de causas naturais, entre 256/260. É considerado mártir não em razão de uma morte por perseguição, mas pelo seu sofrimento quando da prisão e a dedicação a Nosso Senhor Jesus Cristo.
  24. • Félix de Spalato (?, ? - ?, ?) - Bispo mártir - 18/05
  25. • Félix de Tibiúca (?, ? - ?, ?) - Bispo mártir - 24/10
  26. • Felix de Valois (séc. XII, França - 1212, França) - 20/11 Nasceu na França, no século XII. Era filho dos reis da França, portanto príncipe. Ainda jovem Félix de Valois abandonou tudo e foi viver como ermitão numa floresta. Numa certa data conheceu João da Mata e este o convidou para fundar uma Ordem religiosa que teria a finalidade de libertar cristãos prisioneiros dos maometanos. Os dois em pouco tempo fundaram a Ordem da Santíssima Trindade para a libertação dos Cativos. A Ordem prosperou e realizou diversas ações que culminaram na libertação de Cristãos prisioneiros. Faleceu em Cerfroid, na França, no ano 1212.
  27. • Félix de Trier (?, ? - ?, ?) - Bispo - 26/03

  1. • Ferdinando (?, ? - ?, ?) - Bispo - 27/06
  2. • Fergo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 27/11
  3. • Fermo (?, ? - ?, ?) - Mártir - 09/08
  4. • Fermo (?, ? - ?, ?) - Sacerdote - 01/06
  5. • Fernando de Castela (1199, Espanha - 1252, Espanha) - Rei - 30/05 Nasceu em Leão, Sevilha, na Espanha, no ano 1199. No ano 1217 é empossado como rei. Um rei justo e dedicado à educação, sendo o fundador da Universidade de Salamanca. Lutou contra os invasores mouros e resgatou o cristianismo. Mesmo em guerra o tratamento aos prisioneiros de guerra era de respeito e bondade. Doente e sabedor de seu fim foi receber a Eucaristia e confessou seus pecados em público. Faleceu na Espanha, no dia 30 de maio de 1252.
  6. • Fernando de Portugal (1402, Portugal - 1443, Norte da África) - 14/06 ou 05/06 Nasceu em Santarém, Portugal, no dia 29 de setembro de 1402. Filho do rei João de Portugal que era um dos príncipes, sexto dos filhos. É ordenado, ainda bastante jovem, grão mestre da Ordem, de Avis, conferido pelo Papa Eugenio IV, em 1434. Parte junto com seu irmão mais velho, infante Dom Henrique, para uma expedição militar para o Norte da África. Porém a expedição foi um total fracasso e para que a derrota não significasse a morte de todos Dom Henrique negocia com os africanos a rendição deixando seu irmão como garantia para a troca de uma região conquistada por Portugal. Acontece que esta expedição não foi apoiada por toda a corte portuguesa e durante as negociações nunca se estabeleceu um acordo. Fernando em alguns momentos era tratado como um prisioneiro comum, ora como um prisioneiro privilegiado. Sua condição no cárcere não era boa e era demonstrada nas negociações o pouco interesse por uma solução por parte da família real. Faleceu na região norte da África, na prisão durante a as negociações, no dia 05 de junho de 1443.
  7. • Fernando III,  (1199, Espanha ou França - 1252, Espanha) - Rei de Castela e de Lion - 30/05* ou 31/05 Nasceu na Espanha ou na França, no ano 1199. Era sobrinho do rei da França, portanto de família real. Quando completou 19 anos de idade, após a morte do tio, sua mãe faz ele assumir o trono, logo após hábil negociação e manobra. Ingressa na Ordem Terceira Franciscana. Casou-se pela primeira vez com uma jovem que 15 anos depois vem a falecer; deixou 15 filhos. Num segundo casamento. Faleceu na Espanha, no dia 31 de maio de 1252. Foi Canonizado pelo Papa Alessandro VII, no dia 31 de maio de 1655.
  8. • Ferréolo (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Ferrúcio - 01/06
  9. • Ferrúcio (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Ferréolo - 01/06
  10. • Ferréolo (?, ? - ?, ?) - Mártir - 18/09
  11. • Festo (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Desidério - 07/09
  12. • Fiácrio (?, ? - ?, ?) - 01/09
  13. • Fidelis de Como (?, ? - ?, ?) - 28/10
  14. • Fidélis de Sigmaringa (1577/78, Alemanha - 1622, Suíça) - Mártir - 24/04 Nasceu na Cidade de Sigmaringa (Sigmaringen), na Alemanha, em 1577/78. Seu nome de Batismo era Marcos Reyd. Estudou filosofia, direito civil e direito canônico na Suíça, na Universidade de Friburgo. No ano de 1601 formou-se professor e advogado. Passa a exercer a sua profissão e atende preferencialmente aos pobres e deles nada cobrava. Em 1612 resolveu abandonar tudo e tornou-se sacerdote quando ingressou na Ordem dos Frades Menores dos Capuchinhos, em Friburgo. Foi nesta época que adotou o nome de Fidélis. Foi um grande escritor e com um número muito grande de obras. Por ser um intelectual, o Papa Gregório XV o envia a Suíça para combater a heresia calvinista. Passou a ser perseguido e por esta razão os hereges calvinistas o acusam de espião do imperador da Áustria. Estes elementos marcam até mesmo a data de sua morte, Fidelis, dez dias antes de sua morte escreveu um bilhete no qual afirmava que seria assassinado e que estava tranqüilo e que mantia a sua Fé em Deus Pai e Filho. No em Grusch, Suíça, martirizado, logo após ter celebrado a Missa quando foi golpeado mortalmente por uma espada, no dia 24 de abril de 1622. Ao cair de joelhos pediu a Deus o perdão para seus assassinos. Foi Canonizado pelo Papa Bento XIV, no ano 1724.
  15. • Fidenciano (?, ? - ?, ?) - 15/11
  16. • Fidêncio (?, ? - ?, ?) - Mártir - 27/09
  17. • Filântrio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 18/07
  18. • Filéias (?, ? - ?, ?) - 04/02
  19. • Filemão (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santo Apolônio - 08/03
  20. • Filemon (?, ? - séc. I, Ásia Menor) - Mártir juntamente com sua esposa Ápia (Santa)  - 22 ou 23/11 Nasceu em local e data não identificada por nós. A história de Filémon e sua esposa Ápia é marcada pela carta escrita por Paulo (Santo) quando estava preso em Roma. Nesta carta suplica pela vida de Onésimo e pedia a Filémon ajuda para libertá-lo. Segundo a tradição o casal conseguiu libertação de Onésimo. Faleceu em Colossos, Ásia Menor, martirizado, no séc. I. Naquele dia também foi martirizada Ápia.
  21. • Filiberto (?, ? - ?, ?) - 22/08
  22. • Filigônio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 20/12
  23. • Filipe (?, Palestina - séc. I, Ásia Menor) - Apóstolo de Jesus - 03/05 Nasceu em Betsaida, Galileia, em data não identificada por nós. Foi um dos Apóstolos chamados por Jesus em pessoa. Era dedicado e empenhado na conversão e batismo dos pagãos. Faleceu martirizado na cruz e em seguida apedrejado, na Ásia Menor, provavelmente no ano 80.
  24. • Filipe (Felipe) (?, Itália - séc. II, Itália) - Mártir juntamente com seus irmãos e mãe (todos Santos) - 10/07 Nasceu na Itália, em data não identificada por nós. Filho de Felicidade, Cristã e devota de Nosso Senhor Jesus Cristo. Roma passava por uma fase de perseguição violenta aos Cristãos, época que o governante era Marco Aurélio. Quando presa, já condenada à morte exortou ao martírio seus sete filhos e cada um aceitou ser martirizado ao lado da mãe. Faleceram na Itália, martirizados por decapitação, no séc. II.
  25. • Filipe Benício (1233, Itália - 1285, Itália) - 22 ou 23/08 Nasceu em Florença, Itália, no dia 15 de agosto de 1233. Sua família era rica e pertencia a nobreza. Quando tinha treze anos foi enviado para Paris para estudar medicina, mas ele não permaneceu naquela cidade, pois foi para a universidade de Pádua, local onde se formou em filosofia e medicina aos dezenove anos de idade. Retorna a Florença onde passou a exercer a medicina. Sua formação não era apenas acadêmica, mas também religiosa, além de ser um grande devoto de Nossa Senhora, por esta razão passou a estudar na Igreja local a Sagrada Escritura. Ingressou em 1254 na Ordem dos Servos de Maria como irmão leigo. Ainda estudante, em 1258, caminhava em companhia do sacerdote local e do prior quando encontraram dois padres dominicanos e passaram a dialogar. A qualidade do discurso de Filipe foi tão boa que a conversa durou horas. Este acontecimento proporcionou ainda naquele ano a sua ordenação antecipada. E, 1262 foi nomeado professor dos noviços. Função que desenvolvia com habilidade e maestria. Logo em seguida é nomeado vigário assistente do prior geral. Cargo que ocuparia em 1267 quando foi eleito por unanimidade. A Ordem dos Servitas fica ainda mais honrada quando Filipe é um dos nomes sugeridos para substituir o Papa Clemente IV que havia falecido.
  26. Nesta época prefere retirar-se para as montanhas para meditar, orar e aprofundar ainda mais a sua Fé. Quando retorna, pouco tempo depois recebeu diversas missões a pedido do Papa. Já era grande a crença da população sobre a Santidade de Filipe, quando muitas pessoas se diziam curadas pela sua intercessão direta junto a Mãe Santíssima. As missões proporcionaram a Filipe muitas viagens e quando retornava para Roma, em 1285, fez uma parada em Todi, quando adoeceu. Faleceu em Todi, Itália, no dia 22 de agosto de 1285. Foi Canonizado pelo Papa Clemente X, no ano 1617. São duas as datas de comemoração, em algumas localidades faz-se no dia 22 de agosto, mas como esta data é reservada à Nossa Senhora Rainha, em outras comunidades é comemorada no dia 23 de agosto.
  27. • Filipe Néri (1515, Itália - 1595, Itália) - É encontrado seu nome grafado como Felipe, sendo o correto Filipe - 26/05 Nasceu em Florença Itália, em 21 de julho de 1515. Seu nome de Batismo era Filipe Rômulo Néri. Sua família era muito rica. Fica órfão de mãe muito cedo. Seu pai se casa novamente, por esta razão Felipe e sua irmã Elisabete são criados por sua madrasta. Estudou e trabalhou com o pai, mas sem grandes pretensões. Quando completou 18 anos de idade é convidado pelo seu tio para trabalhar como comerciante, mas Felipe não se adapta a esta profissão. Então abandona os estudos para dedicar-se às atividades beneficentes. Em 1535 aceita o convite para ser tutor dos filhos de uma família nobre e bastante rica que morava em Roma. Retoma seus estudos e algum tempo depois se forma em filosofia e teologia. Com todos os afazeres achava tempo para dedicar-se aos pobres e necessitados. É ordenado padre aos 36 anos de idade. É designado para a Igreja de São Jerônimo da Caridade. Esta atitude o levou a criar um grupo de estudos  entre religiosos e leigos que discutiam os problemas sociais, as soluções e barreiras, depois oravam, cantavam e estudavam com maior atenção o Evangelho. Fundou a partir deste trabalho a Congregação de Padres do Oratório, uma Ordem que tinha por objetivo a educação de jovens, abandonados e que viviam na rua. Faleceu em Roma, Itália, em 26 de maio de 1595. Foi Canonizado pelo Papa Gregório XV, noa nao 1622.
  28. • Filipe (Felipe) (1557, Inglaterra - 1595, Inglaterra) - 25/10 Nasceu na Inglaterra, no ano 1557. Filipe era o conde de Arundel quando foi preso por ser Cristão. Julgado e condenado à prisão. Ficou encarcerado por mais de dez anos prisão na Torre de Londres. Com a saúde bastante fragilizada veio a falecer no cárcere. No local permanecem algumas inscrições deixadas por Filipe nas paredes. Faleceu em Londres, Inglaterra, martirizado, encarcerado, no ano 1595. Foi Canonizado pelo Papa Paulo VI, no ano 1970.
  29. • Filomeno (?, ? - ?, ?) - 14/11

  1. • Fimbarro (?, ? - ?, ?) - Bispo - 25/09
  2. • Finano (?, ? - ?, ?) - Bispo - 17/02
  3. • Finano Lobnar (?, ? - ?, ?) - Abade - 02/11
  4. • Finão (?, ? - ?, ?) - Abade - 19/01
  5. • Finiano de Clonard (?, ? - ?, ?) - Bispo - 12/12
  6. • Finiano de Moville (?, ? - ?, ?) - Bispo - 10/09
  7. • Fintano de Rheinau (?, ? - ?, ?) - 15/11
  8. • Fintano de Taghmon (?, ? - ?, ?) - Abade - 21/10
  9. • Firmino (?, ? - ?, ?) - 18/08
  10. • Firmino (ou Firmin) (séc. IV, Espanha - 553, França) - Bispo mártir - 25/09 Nasceu em Pamplona, na Espanha, na segunda metade do século IV. Seus pais, Firmo e Eugênia, eram ricos e Cristãos. Ingressou na vida religiosa, já Bispo, quando foi para a França. Naquele país tornou-se um grande pregador, admirado por todos e muito respeitado. Instalando-se em Toulouse. Mas nem todos eram seguidores das palavras de Firmino, haviam muitos que o queriam morto. Os dois maiores perseguidores de Firmino, Arcádio e Rômulo, eram implacáveis em tentar difamar e desmerecer suas ações. Mas foi durante uma de suas pregações que os dois perseguidores foram tocados e em seguida procuraram Firmino que os converteu à Fé Cristã. Essa conquista revoltou os demais perseguidores, pois a partir daquele momento estavam enfraquecidos com as duas conversões. O governador pagão e devoto de imagens, Valério, ordena a prisão de Firmino e sua imediata execução, pois seu maior temor era uma revolta popular. Faleceu em Amiens, na França, martirizado, por decapitação, no ano 553.
  11. • Firmo (?, ? - ?, ?) - 24/06
  12. • Flanano (?, ? - ?, ?) - Bispo - 18/12
  13. • Flaviano (?, ? - ?, ?) - Bispo mártir - 18/02
  14. • Flaviano (?, ? - ?, ?) - Juntamente com Santo Elias - 20/07
  15. • Flávio (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santo Augusto e Santo Agostinho - 07/05
  16. • Florença (?, ? - ?, ?) - Eremita - 01/12
  17. • Florenciano (?, ? - ?, ?) - Mártir - 27/09
  18. • Florêncio (?, ? - ?, ?) - 03/01
  19. • Florêncio (?, ? - ?, ?) - 27/10
  20. • Florêncio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 07/11
  21. • Florêncio (?, ? - ?, ?) - 27/09
  22. • Floriano (?, ? - 304, Caríntia, Áustria) - Mártir - 04/05 Nasceu em local e data não identificados por nós. Floriano era oficial antigo do exército imperial. Era respeitado pelos companheiros e comandados. Numa certa data foi flagrado visitando presos Cristãos. Foi então levado a julgamento e condenado. Faleceu na Caríntia, Áustria, martirizado, afogado num rio da Região, no ano de 304.
  23. • Floriberto (?, ? - ?, ?) - Bispo - 27/04
  24. • Floro (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Lauro - 18/08
  25. • Floro (?, ? - ?, ?) - 22/12

  1. • Focas de Antioquia (?, ? - ?, ?) - Mártir - 05/03 ou 22/09
  2. • Foilano (?, ? - ?, ?) - Abade - 31/10
  3. • Fonzi (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santo Aniceto - 12/08
  4. • Foronano (?, ? - ?, ?) - Abade - 30/04
  5. • Fortunato (?, ? - ?, ?) - 21/02
  6. • Fortunato (?, ? - ?, ?) - Mártir - 01/06
  7. • Fortunato (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Félix - 11/07 ou 13/08
  8. • Fortunato (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santo Hermágoras - 12/07
  9. • Fortunato de Nápolis (?, ? - ?, ?) - Mártir - 14/06
  10. • Fotina (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com seus companheiros - 20/03


  1. • Francisci Spoto (?, ? - ?, ?) - Mártir - 27/12
  2. • Francisco Antônio Fasani (1681, Itália - 1742, Itália) - Religioso - 27/11 ou 29/11 -  ABRIR Nasceu em Lucera, Puglia, na Itália, no dia 06 de agosto de 1681. Seus pais eram pequenos agricultores, mas lhe garantiram os estudos. Ainda bem jovem ingressou no Convento dos Irmãos Conventuais, da Ordem de São Francisco. Foi grande estudioso, muito humilde, exercia toda as funções que lhe eram atribuídas e que garantiam a manutenção daquele espaço Santo. Foi para Assis para concluir seus estudos, quando no dia 11 de setembro de 1705 é ordenado sacerdote. Dedicava à oração e era grande devoto da Santa Mãe Maria. Era grande conhecedor da filosofia e teologia. Tornou-se professor do Colégio Filosófico de Lucera com muita dedicação. Na mesma época respondia pelos cargos de guardião e mestre dos noviços. Foi designado Ministro Provincial Sant'Ângelo. Mesmo tendo muitas ocupações não deixava de praticar a caridade e a assistência aos pobres. Era comum no Natal entregar alimentos aos pobres. Passou a trabalhar com os presos, condenados ou aqueles encarcerados e condenados à morte. Faleceu na Itália, no ano de 1742. Foi sepultado na Igreja de São Francisco.
  3. • Francisco Borja (ou de Borja) (1510, Espanha - 1572, Roma) - 10/10 Nasceu Gandia, Valência, na Espanha, no dia 28 de outubro de 1510. Seus pais eram nobres e muito ricos. Foi duque de Gandia e mais tarde vice-rei da Catalunha, príncipe da Espanha. Quando do falecimento da imperatriz Isabel, em Toledo, foi incumbido de acompanhar o corpo em cortejo até Granada, local de seu sepultamento. Foram quinze dias de viagem. Chegado ao local de seu sepultamento o caixão foi aberto para reconhecimento do corpo, como determinava a lei, mas como a viagem fora longa o corpo estava em elevado estado de putrefação. Observando aquela cena Francisco percebeu que a vaidade e a exaltação aos bens terrenos não era nada. Aos quarenta anos de idade renunciou a tudo, quando pediu e foi aceito na Companhia de Jesus. Sua dedicação era tanta que acabou, tempos depois, eleito superior da Ordem.
  4. Seguiu para Roma onde viveu até a sua morte. Faleceu em Roma, Itália, no dia 30 de setembro de 1572.
  5. • Francisco Branco (1567, Espanha - 1597, Japão) - Mártir - 08/01 Nasceu na Galícia, Espanha, em 1567. Quando jovem é conduzido por seus pais para a Universidade de Salamanca, mas o jovem abandona tudo e ingressa  como irmão menor no Convento da Província de São Tiago de Compostela. Sua dedicação, Fé e santidade proporcionou a autorização para que em missão , já na condição de Diácono ao México. Neste país é ordenado Sacerdote e algum tempo depois retorna para Europa. Conclui os seus estudos teológicos sob a direção de Martin de Ascensão (Santo), com o qual viajou para pregar no Japão. Em Osaka, juntamente com seus 22 companheiros, Francisco Branco é detido, era 09 de dezembro de 1596. Foram então conduzidos a Meaco, onde se deu o primeiro martírio, a orelha esquerda de todos foi cortada. Após esta "punição", em cortejo são expostos a humilhação e gozação popular, tendo como destino Nagasaki. Faleceu , martirizado, por crucificação juntamente com seus companheiros, no dia 05 de fevereiro de 1597. Canonizado por Pio IV, no dia 08 de junho de 1862.
  6. • Francisco Caracciolo (1563, Itália - 1608, Itália) - Sacerdote - 04/06 Nasceu na Vila de Santa Maria de Chieti, próximo a Nápoles, na Itália, no dia 13 de outubro de 1563. Sua família era Cristã e tinha parentesco, por parte da mãe, com São Tomás D' Aquino. Seu verdadeiro nome era Ascânio. Sabe-se ele sempre morou próximo à Congregação dos Brancos da Justiça, religiosos que tinham como missão acompanhar prisioneiros condenados à morte. Quando tinha 21 anos ficou gravemente doente e pelas características, a doença era semelhante com a lepra e já estava desacreditado. Francisco passou a orar e em uma certa data promete a Deus que se fosse curado dedicaria sua vida ao apostulado e a pregação. A cura veio e Francisco para cumprir a promessa vai até Nápoles, onde estudou teologia e durante algum tempo viajou por outras regiões até a sua formação e ordenação. Quando foi ordenado padre, formou um grupo de religiosos e leigos com o objetivo de dar assistência aos presos, abandonados, pobres e doentes. Mas sua vida seria mudada por uma casualidade. No ano de 1588, o Padre João Adorno desejava fundar uma comunidade religiosa e para isso precisaria de ajuda e apoio. Sua comunidade teria como meta a oração e o apostulado. Para que seu ideal fosse alcançado pede ajuda e orientação um sacerdote amigo, também chamado Ascânio, e lhe envia uma carta. Solicitou que uma pessoa levasse a carta para o amigo. Foi neste momento que a mãos de Deus interferiu no destino, a carta foi parar por engano nas mãos de Francisco (Ascânio) e este lendo, imediatamente se interessou pelo projeto. Francisco respondeu ao sacerdote e afirmou que colaborará de todas as maneiras. Os sacerdotes se isolaram para orar e criar as Normas para a sua Ordem e deste período de oração, penitência e jejum, chegaram a elas, e todos que ingressassem na nova ordem teriam que fazer os seguintes votos, eram a princípio 3, mas a pedido de Francisco passaram a ser 4, são eles: pobreza, obediência, castidade e o de não aceitar nenhum posto na hierarquia eclesiástica. Eles fundaram a comunidade denominada "Clérigos Regulares Menores". Já com doze integrantes o grupo, João, Ascânio e Francisco foram ao Papa pedir a sua aprovação e esta veio no dia 01 de junho de 1588. No ano seguinte assume definitivamente o nome de Francisco. Alguns anos depois João Adorno faleceu e Francisco assume a direção da Ordem. Faleceu em Ágnone, na Itália, após contrair uma grave enfermidade quando de uma visita aos padres do Oratório, nesta cidade, no dia 04 de junho de 1608. Durante seus funerais aconteceu o primeiro milagre testemunhado por muitos, um aleijado passa a andar.
  7. Foi Canonizado pelo Papa Pio VII, no dia 24 de maio de 1807.
  8. • Francisco Choe Kiong-kwan (?, ? - ?, ?) - Mártir coreano - 20/09
  9. • Francisco de Assis (1881/2, Itália - 1226, Itália) Veja também: "Dedicação à Basílica de São Francisco de Assis", "Aniversário da Canonização de São Francisco de Assis (16/06)", "Aniversário da Fundação da Ordem Franciscana 16/04" & "Santa Clara de Assis" - 04/10 Nasceu em Assis, na Itália, em 1181/82?. Sua família era comerciante e fabricante de tecidos, muito rica. Seu nome de Batismo era Francisco de Pedro de Bernardone. Seu pai, Pedro Bernardone e sua mâe Pica. Como todo jovem da época Francisco sonhava em ser um cavaleiro e quando partiu para uma batalha, para o orgulho do pai, ao pernoitar em Espoleto, cai enfermo o que impede seguir em frente com seus companheiros. Retorna para a casa de seus pais, quando lhe é prestado socorro. Francisco em seu leito ouve a voz de Deus, fato que o fez mudar de comportamento e atitude. Aos 24 anos de idade renuncia a sua riqueza, deixando seu pai muito irado, pois ele começou a distribuí-la aos pobres, mas foi contido pelo pai e empregados. Seu pai o leva para junto do bispo Guido, de Assis. Na presença do bispo se despe, ficando completamente nu e praça pública e devolve a seu pai tudo que é de seu pai e em seguida reza o Pai Nosso. Segue então com um grupo de amigos para Rivotorto, mas logo em seguida para Santa Maria dos Anjos. Nesta época estava surgindo uma nova Ordem, denominada de Irmãos Menores. Foi então criado por São Francisco as Regras. Pouco tempo depois Clara se juntou a eles e Francisco criou uma nova Ordem, esta destinada a mulheres, a Ordem das Damas Pobres, que mais tarde viria a ser denominada Clarissas. Também criou a Ordem Terceira para os leigos que viviam pelo mundo. Viajou para Roma a fim de obter do Papa Inocêncio III a aprovação de suas Regras e Ordens, mas os problemas para chegar ao Papa foram muitos, pois naquela época muitos dos religiosos viviam em pompa e não pela pobreza e Fé, mas mesmo assim conseguiu que ele e seus irmãos fossem recebidos pelo pontífice. Depois de muita luta o Papa Honório III, em 1223, sucessor de Inocêncio, a aprovou sem nenhuma restrição. Por volta de 1224, Francisco sobe ao Monte Alverne, quando pediu e recebeu de Deus Pai e Filho os estigmas de Jesus Cristo. Faleceu em Santa Maria dos Anjos, Itália, no dia 03 de outubro de 1226. Foi Canonizado pelo Papa Gregório IX, no dia 16 de julho de 1228.
  10. • Francisco de Jerônimo (1642, Itália - 1716, Itália) - 11/05 Nasceu em Grottáglie, sul da Itália, em 1642. Era o filho mais velho de sua família e tinha mais 10 irmãos. Seus pais eram muito ricos, mas tinham a Fé no coração. Seus estudos foram tranquilos, pois sua família tinha como garanti-los. Aos 17 anos é recebido num Seminário Diocesano, local onde permaneceu até 1665. Foi quando se dirigiu para Nápoles para fazer o curso de direito civil e canônico, além do curso de teologia. Foi ordenado sacerdote quando ainda estava cursando teologia. Em 1671 torna-se jesuíta. Era extremamente dedicado  às missões dentro e aos arredores de Nápoles quando envolviam a população em geral. Suas missões eram caracterizadas pelo apostolado, pregação em praças públicas, ruas, estradas etc. Também fazia parte a Comunhão geral que acontecia sempre no 3º domingo de cada mês. Por fim, conduzia, junto com seus companheiros de Fé, diversos fieis à Igreja de Jesus para realizarem penitências com o acompanhamento de outros sacerdotes. A conversão lhe ocupava boa parte de seu tempo e o grupo que mais se dedicava era o das prostitutas. Estas mulheres ditas de "vida fácil" ao ouvi-lo paravam para meditar e abandonavam a vida que levavam.  É certo que muitos exploradores e pessoas que se usavam daqueles seres humanos não gostavam quando isso ocorria, mas ele não parava e nem se intimidava. Atendia também aos encarcerados, os condenados, marinheiros etc. Faleceu em Nápoles, Itália, em 11 de maio de 1716. Foi Beatificado pelo Papa Pio VII, no dia 02 de maio de 1806. Foi Canonizado poe Papa e data não identificados por nós.
  11. • Francisco de Laval (1623, ? -1708, ?) - Bispo - ??/?? Canonizado pelo Papa Francisco no dia 02 de abril de 2014.
  12. • Francisco de Meaco (1551, Japão - 1597, Japão) - Mártir - 13/02 Nasceu no Japão, no ano 1551. Sua família era de boa condição financeira, por esta razão pode estudar medicina. Quando se formou passou a exercer suas funções de médico com bastante intensidade e dedicação. No ano de 1593, com a chegada dos Franciscanos ao Japão vindos das Filipinas, mais precisamente de Pedro Batista (Santo) e mais cinco Irmãos (Santos), passou a observar com certa atenção as obras realizadas por estes religiosos, pois  eles construíram Igrejas, Hospitais, praticavam a caridade, prestavam assistência social e principalmente evangelizavam. Este grupo de Franciscanos cuidavam com especial atenção dos doentes e leprosos. De suas observações nasceu uma grande admiração a ponto de Francisco frequentar a Catequese e pedir para ser Batizado. Algum tempo depois solicita e é atendido o ingresso na Terceira Ordem Franciscana. Passou então a atender gratuitamente aos doentes e leprosos nos hospitais Franciscanos. Em 1596 é iniciada a perseguição religiosa e juntamente com Pedro Batista (Santo) é detido, quando estava atendendo a enfermos. Todos tem sua orelha esquerda decepada e em seguida, em cortejo, são conduzidos para Nagasaki. Faleceu em Nagasaki, Japão, martirizado, por crucificação, no dia 05 de fevereiro de 1597. Foi Canonizado pelo Papa Pio IX, no dia 08 de junho de 1862.
  13. • Francisco de Paula (1516, Itália - 1507/8, França) - Padroeiro dos marinheiros - 02/04 Nasceu na Itália, no dia 27 de março de 1416. Seu pai um lavrador muito Católico, tinha por hábito o ato de rezar  durante o seu trabalho. Bem jovem, mais precisamente aos onze anos de idade, em 1427, ingressa no Convento Franciscano de Paula. Neste mesmo Convento é vestiu o hábito, porém em 1419, é acometido por uma grave enfermidade nos olhos e é obrigado retornar para a sua família. A enfermidade era muito grave e não havia esperança, mas a família devota de São Francisco de Assis, solicita ao Santo que interceda por sua cura. A solicitação foi atendida e o jovem fica curado e em agradecimento a família segue em peregrinação para a Cidade de Assis, sua primeira parada, pois depois seguiram para Roma. Durante a viagem Francisco recebeu em sonho uma mensagem para que tornasse eremita. Com apenas treze anos tornou-se um penitente eremita, dedicando-se à oração. Foram cinco anos alimentando-se de plantas e água, não comia carne ou massa, dormia no chão e seu travesseiro era uma pedra. Durante este período um homem, um caçador ferido, o encontra no local onde cumpria a penitência, Francisco vendo o homem ferido toca em sua ferida e faz uma oração e a lesão é curada. A notícia se espalhou e várias pessoas passaram a procurá-lo, desde aqueles desejosos de cura até aqueles que tinham como intenção viver o exemplo de Francisco de Paula. Como o número de seguidores era grande rapidamente Francisco fundou um Mosteiro e também deu início à Ordem Irmãos Mínimos. Todas as Regras foram criadas por ele. Mas sua ação não foi o suficiente, pois os que o procuravam eram tantos que ele foi obrigado a abrir outros mosteiros. As curas obtidas através da sua interseção eram cada vez mais propagadas, pois elas estavam acontecendo com certa rotina, mas também eram imputadas a ele prodígios e profecias. Esta fama chega aos ouvidos do Vaticano e a repercussão foi tão grande que o Papa Paulo II ordenou que um religioso que fosse verificar a veracidade dos fatos. O representante Papal ao chegar ao Mosteiro de Francisco pode observar que todos aqueles comentários eram verdadeiros. Tempos depois o Papa Sixto IV ordena que Francisco de Paula vá até a França para abençoar o rei francês que estava muito doente. Este queria receber os sacramentos antes de sua morte das mãos de Francisco, pois sua fama já ultrapassava as fronteiras de seu país. Antes de seu falecimento recebeu de Francisco os Sacramentos e sob sua orientação se converteu ao Cristianismo, foi quando obteve a paz na guerra contra a Espanha e Inglaterra. Momentos antes de sua morte o rei o nomeia Francisco como diretor espiritual de seu filho que assumiria o trono em seu lugar. Sua Ordem religiosa é aprovada em 1506 deixando Francisco muito feliz. Faleceu em Tour, na França, no dia 02 de abril de  1507. Foi Canonizado pelo Papa Leão X, no ano de 1519.
  14. • Francisco de Regis (1597, França - 1640, França) - 16/06 Nasceu na França, em 31 de janeiro de 1597. Seus pais eram muito ricos. Foi enviado para estudar, quando completou 14 anos de idade, em Béziers, num Colégio Jesuíta. Passou a viver com uma família, local onde passa a exercer o apostolado. Transforma a casa, com consentimento dos proprietários em uma pensão, mas com regras e a exigência da leitura nas refeições. Ingressa como noviço em 1616, passou então a função de catequista. Em 1628 a peste bubônica assola a região em uma epidemia sem precedentes. Nesta época ela estava cursando teologia. Dois anos depois, em 1630, ele é ordenado padre para trabalhar com as vítimas da peste. Percorre pregando e convertendo as pessoas por toda França, sempre a pé e não importando as condições climáticas. Trabalhava muito pela Fé, pouco descansava, pois eram muitas as pregações, os Sermões, confissões e entregando os Sacramentos. Faleceu na França, por esgotamento físico, no mês de dezembro de 1640, em plana missão. Foi Canonizado pelo Papa Clemente XII, no ano 1737.
  15. • Francisco de Roye (?, ? - ?, ?) - Mártir de Gorcum - 09/07
  16. • Francisco de Sales (1567, Savoia* - 1622, França) - Bispo Doutor da Igreja - 24/01 - * Atual França Nasceu no Castelo de Sales, em Sabóia, região da atual França, no dia 21 de agosto de 1567. Era o primeiro dos doze irmãos, Sua família era ligada a nobreza, seu pai o Barão de Bolsy. Sua família era devora de São Francisco de Assis, por esta razão ele recebeu o nome de Francisco. Sua educação foi toda dirigida pela própria mãe. Foi para Paris para estudar, lá fez o curso universitário no Colégio dos Jesuítas. Francisco também estudou filosofia, retórica e teologia. Seus conhecimentos permitiram-lhe ser um ótimo pregador, polemista e diretor espiritual. Retorna para a sua família para comunicá-los que seu desejo era de ser sacerdote, mas chegando lá seu pai havia lhe escolhido uma noiva, uma jovem nobre e rica. Francisco recusa se casar e é nomeado capelão da Catedral de Chamberi, com a morte de seu antecessor e com a ajuda de seu tio que era cônego. Só então seu pai consentiu. Após a sua ordenação pregou, evangelizou, fundou escolas, ensinou o catecismo para crianças, jovens e adultos, fundou a Ordem da Visitação, com a Madre Joana Chantal (Santa) etc. Como Bispo auxiliar de Genebra, nomeado em 1599, destacou-se pelo trabalho e conhecimento e três anos depois assumiu o Bispado e ganhou o título de Dom Francisco. Era convidado para fazer as suas pregações em toda parte, até mesmo na corte. Debateu vigorosamente com os teólogos protestantes, fez aconselhamento espiritual toda vez que lhe foi solicitado e prodígios. Escreveu vários livros, como: "Introdução à Vida Devota"; "Tratado do Amor de Deus" - dedicado às suas "filhas" da Ordem da Visitação etc. Faleceu em Lion, na França, no dia 28 de dezembro de 1622. Uma grande multidão acompanhou seu enterre e naquele mesmo momento começaram a cultuá-lo como Santo. Foi Beatificado pelo Papa Alexandre VII, 1661. Foi Canonizado pelo Papa Alexandre VII, no ano 1665. A data de comemoração é dia 24 de janeiro em razão do translado de suas relíquias para a sepultura definitiva em Anneci.
  17. • Francisco de São Miguel (1543, Espanha - 1597, Japão) - Mártir - 13/01 Nasceu na Espanha, no ano 1543. Sua família era muito religiosa, por esta razão desde pequeno foi educado na Fé Cristã que o fez uma pessoa piedosa, humilde e que tinha grande interesse pela oração. Em 1556 Francisco entra para a Ordem dos Frades Menores, ligada aos seguidores de São Francisco. Mais tarde solicita e é admitido pela Província de São José. Foi então designado companheiro de Pedro Batista (Santo) para a viagem ao México e as Filipinas. Passou pelas Ilhas Canárias onde pode realizar sob o Manto de Deus Pai e Filho diversos prodígios e conversões. Sua última missão foi no Japão onde pode converter muitas pessoas, também foi lá que foi preso e condenado. Quando detido, teve sua orelha esquerda cortada e levado para Nagasaki em cortejo. Faleceu em Nagasaki, no Japão, martirizado, morto na cruz junto com seus companheiros, no dia 09 de dezembro de 1596. Foi Canonizado  pelo Papa Pio IX, no dia 08 de junho de 1862.
  18. • Francisco Dias (?, ? - ?, ?) - Mártir na China - 09/07
  19. • Francisco Díaz (1680, Espanha - 1747, China) - Mártir juntamente com São Francisco Serrano, São Joaquim Royo, São João Alcover e São Pedro Mártir Sanz* - 28/10 Nasceu em Ecija, Sevilha, na Espanha, em data não identificada por nós. Sobre sua infância não nos foi possível obter informações. Ingressou na Ordem Dominicana. Em 1736 vai para as Filipinas em missão e no ano 1739 viaja para a China. Para ingressar naquele país tive que se disfarçar. Já na China, ingressou na missão fundada pelo Padre Gaspar da Cruz, no ano 1556, juntamente com os missionários Pedro Mártir Sanz, Joaquim Royo, João Alcover e Francisco Serrano (todos Santos). Viveram um período de tempo com certa tranquilidade, mas sempre sofrendo pela perseguição, no entanto no ano de 1746 tem início a verdadeira perseguição e a violência contra os religiosos. Naquele mesmo ano são presos, direcionados para carceragens diferentes, são então torturados, agredidos e humilhados. Faleceu na China, martirizado, no mês de maio de 1747. Foi Beatificado pelo Papa Leão XIII, no ano de 1893. Foi Canonizado pelo Papa João Paulo II.
  20. • Francisco Do Van Chieu (?, ? - ?, ?) - Mártir do Vietinã - 24/11
  21. • Francisco Fabelante (?, Japão - 1597, Japão) - Mártir - 01/03 Nasceu no Japão, em data identificada por nós. Nasceu em uma família pagã. Ainda jovem foi Batizado. Mais tarde ingressou na Terceira Ordem Franciscana e adota o nome de Francisco. Como irmão franciscano trabalhou na catequização, foi enfermeiro e conselheiro nos hospitais e ainda colaborou com a formação escolar. Quando é iniciada a perseguição aos religiosos é preso e transferido de Osaka para Nagasaki juntamente com seus irmãos de Fé. Faleceu em Nagasaki, Japão, martirizado, por crucificação, no dia 05 de fevereiro de 1597. Foi Canonizado pelo Papa Pio IX, no dia 06 de junho de 1862
  22. • Francisco Fernandes Capillas (1607, Espanha - 1648, China) - Mártir - 06/11 ou 15/07 ou 09/07 Nasceu em Baquerin de Campos, Espanha, no dia 11 de agosto de 1607. Ingressou no Mosteiro Dominicano, em Valladolid, na Espanha. Ordenado Sacerdote é enviado para a China em missão evangelizadora. Foi preso por um mandarim tártaro. Foi violentamente torturado, encarcerado e condenado à morte. Faleceu em Fujian, China, martirizado, por decapitação, no dia 15 de janeiro de 1648. Foi Beatificado pelo Papa Pio X, no dia 02 de maio de 1909. Foi Canonizado Pelo Papa João Paulo II, no dia 01 de outubro de 2000.
  23. • Francisco Fogolla (1839, Itália - 1900, China) - Mártir na China - 08/07 ou 09/07 Nasceu em Montereggio de Mulazzo, Itália, em 04 de outubro de 1839. Seus pais o Batizaram com o nome de Francisco em homenagem ao Santo de Assis. Ingressou no Seminário onde concluiu seus estudos e foi ordenado sacerdote, no dia 04 de outubro de 1863. Embarcou para a China em 1866, mas como seus companheiros de missão passaram antes pela Terra Santa, local que permaneceram por um ano aproximadamente. No dia 11 de fevereiro de 1868 chega a Ta-Yuen-Fu, na China. Tinha grande facilidade de expressão na língua chinesa. Na China foi reitor de um Seminário. Quando houve a grande fome na região envia um emissário à França para pedir ajuda financeira e este a consegue. Outra fonte de renda foram as imagens artesanais que recebia da população e as enviava para Euroma, mas precisamente para Paris, a fim de angariar fundos para a população carente e esfomeada. Mais tarde percorreu pessoalmente, na companhia de mais quatro missionários, vários países da Europa e quando passava por Paris é informado sobre a sua nomeação como bispo de Tayuenfu, na China. Quando retornou a China levou sete Missionárias Franciscanas de Maria para trabalharem no orfanato, pois muitas crianças, em razão da fome haviam ficado órfãs. Quando teve início a perseguição aos Cristãos todos foram presos e condenados. Faleceu na China, martirizado juntamente com seus irmãos de Fé, no ano 1900.
  24. • Francisco Gil de Federich (?, ? - ?, ?) - Mártir no Vietnã - 24/11
  25. • Francisco Isidoro Gagelin (?, ? - ?, ?) - Mártir no Vietnã - 24/11
  26. • Francisco Jaccard (?, ? - ?, ?) - Mártir no Vietnã - 24/11
  27. • Francisco Maria de Camporosso (?, ? - ?, ?) - 17/09
  28. • Francisco Marto (1908, Portugal - 1919, Portugal) - Leigo - vidente de Nossa Senhora de Fátima, junto com Santa Lúcia, sua prima, e Santa Jacinta, sua irmã - 20/02 - Nasceu em Fátima, Portugal, no dia 11 de junho de 1908. Foi batizado no dia 20/06/1908. Seus pais Manuel Pedro Marto e Olímpia de Jesus. Ele e sua irmã Jacinta faziam parte de uma família pobre, mas religiosa, a mesma condição era a de sua prima Lúcia, uma família cristã. Desde pequenos os três pastoreavam o rebanho da família, quando no ano de 1916, na primavera, no verão e no outono daquele ano viram um Anjo da Paz. Com toda certeza uma preparação para os acontecimentos do dia 13 de maio de 1917, quando os três veem Nossa Senhora sobre um arbusto logo após se assutarem com o que lhes parecia um trovão. A primeira aparição foi no dia 13 de maio, a segunda no dia 13 de junho, a terceira no dia 13 de julho, a quarta no dia 19 de agosto, a quinta no dia 13 de setembro e a última e sexta aparição no dia 13 de outubro, todas no ano de 1917. Após a primeira aparição todos os três passaram a jejuar e rezar o terço todos os dias. Mesmo crianças entregaram-se aos pedidos de Nossa Senhora. Foram informados por Nossa Senhora que Jacinta e Francisco partiriam antes de Lúcia, nenhum deles se desesperaram ou temeram a morte. Jacinta faleceu depois de Francisco, quando adoeceu em 1918, sabedora que não mais retornaria. Jacinta, adoeceu em 1918 e é levada para Lisboa, Portugal em fevereiro de 1920 e vindo a falecer, de bronco pneumonia, no dia 20 de fevereiro de 1920, às 22:30 h. Jacinto, como dissemos também adoeceu no ano de 1918, mas permaneceu em tratamento em casa. Faleceu em Fátima, Portugal, no dia 04 de abril de 1919. Foram Beatificados pelo Papa São João Paulo II, no dia 13 de maio de 2000. Foram Canonizados pelo Papa Francisco, no dia 13 de maio de 2017, em Fátima, Portugal.
  29. • Francisco Neron (?, ? - ?, ?) - Mártir no Vietinã - 24/11
  30. • Francisco Phan Van Trung (?, ? - ?, ?) - Mártir na China - 24/11
  31. • Francisco Regis Clet (?, ? - ?, ?) - Mártir no Vietinã - 09/07
  32. • Francisco Serrano  (1680, Espanha - 1747, China) - Mártir juntamente com São Pedro Mártir Sanz, São Joaquim Royo, São João Alcover e São Francisco Díaz - 28/10 Nasceu em Hueneja, Granada, na Espanha, em data não identificada por nós. Sobre sua infância não nos foi possível obter informações. Ingressou na Ordem Dominicana, na sua cidade natal, e logo após ser ordenado é enviado para as Filipinas em missão, era 1725, pouco tempo depois viaja para a China. Para ingressar naquele país tive que se disfarçar. Já na China, ingressou na missão fundada pelo Padre Gaspar da Cruz, no ano 1556, juntamente com os missionários Pedro Mártir Sanz, Joaquim Royo, João Alcover e Francisco Díaz (todos Santos). Viveram um período de tempo com certa tranquilidade, mas sempre sofrendo pela perseguição, no entanto no ano de 1746 tem início a verdadeira perseguição e a violência contra os religiosos. Naquele mesmo ano são presos, direcionados para carceragens diferentes, são então torturados, agredidos e humilhados. Faleceu na China, martirizado, no mês de maio de 1747. Foi Beatificado pelo Papa Leão XIII, no ano de 1893. Foi Canonizado pelo Papa João Paulo II.
  33. • Francisco Shoyemom (?, ? - ?, ?) - Mártir no Japão - 28/09
  34. • Francisco Solano (1549, Espanha - 1610, Peru) - Também era conhecido como São Francisco Xavier das Índias Ocidentais (Américas) - 14/07 ou 24 de julho - ABRIR Nasceu no dia Montilla, Espanha, no dia 10 de março de 1549. Seus pais era nobres da corte espanhola. Teve uma formação educacional sólida. Ingressa no Seminário Franciscano  de São Lourenço de Montilla. Segue para o Mosteiro de Sevilha onde concluiu seus estudos de filosofia e teologia. Num certo ano a peste bubônica ataca a cidade de Montilla e Francisco se oferece como voluntário para atender aos doentes. Era também um excelente evangelizador, sempre visitando os enfermos e encarcerados. Queria desenvolver um trabalho missionário na África, mas naquele momento a necessidade de religiosos era para a recém descoberta América, como como era conhecido na época na Europa, as Índias do Ocidente. Embarcam doze irmãos de Fé, no dia 28 de fevereiro de 1589, em Cartagena, com destino o Panamá. Atravessou aquele país a pé até as costas com o Oceano Pacífico. Durante o caminho exercia seu maior dom, a evangelização. Segue para o Peru em 1589, mas durante a viagem presenciaram u naufrágio de um navio e puderam socorrer a todos os náufragos. Quando chegaram a Lima, no Peru é enviado para Tucumã, para isso precisou atravessar a Cordilheira dos Andes a pé em uma pequena comitiva. Em Tucumã assume a paróquia e realiza seu melhor papel dentro da Igreja, a catequização. Fundou também diversas missões. Era exímio pacifista e foi pacificando que na Sexta-feira Santa de 1591, conseguiu pacificar índios que ameaçavam a comunidade, afinal das contas eram eles os proprietários legítimos daquelas terras. O Vaticano em 1592 o nomeia custódio visitador das missões em Tucumã. Em 1595 foi eleito guardião do Convento de Santa Maria dos Anjos, na cidade de Lima, Peru. Sete anos mais tarde, em 1602 é eleito guardião do Trujillo. Sempre cumprindo seu papal de missionário percorria as casas e praças falando, orando e meditando com seus fiéis. Era músico, tocava violino e usava a música para relaxar, meditar, apaziguar e principalmente evangelizar. Faleceu em Lima, no Peru, no dia 14 de julho de 1610, aos 61 anos de idade. Foi Canonizado pelo Papa Bento XIII, no dia 27 de dezembro de 1726.
  35. • Francisco Spinelli (1800, Itália - 1913, Itália) - Fundador - 06/02 Nasceu em Milão, Itália, no dia 14 de abril de 1853. Foi ordenado sacerdote no ano de 1875. Seu trabalho religioso foi iniciado na Paróquia dirigida pelo seu tio Pe. Pedro atendendo e dando assistência aos pobres e necessitados, tanto física bem como espiritual. Fundou várias instituições, uma delas em parceria com a Madre Catarina Comensoli, que havia conhecido antes mesmo desta se tornar religiosa.  Fundou com a Madre a Congregação das Irmãs Sacramentinas; também fundou a Congregação das Irmãs Adoradoras do Santíssimo Sacramento. Todas as duas sempre trabalhando na busca dos pobres, marginalizados, necessitados, desvalidos idosos etc. Atendiam em hospitais, escolas e até nas moradias destes. Faleceu em Rivolta d'Adda , Cremona , Itália, no dia 06 de fevereiro de 1913. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II (Santo), no dia 21 de junho de 1992. Foi Canonizado pelo Papa Francisco, no dia 14 de outubro de 2018.
  36. • Francisco Tchiang (1840, China - 1900, China) - Mártir - 06/07 Nasceu na China, em 1840. Era casado e trabalhava na agricultura. Era pai de vários filhos. Era Cristão a muito tempo. Quando tinha 52 anos de idade passou a servir a missão e a trabalhar como porteiro do orfanato. As irmãs que dedicavam a sua vida ás crianças ali internadas o chamavam carinhosamente de avô. Era uma pessoa amiga, alegre e disposta a ajudar. Ingressou na Ordem Terceira de São Francisco e era devoto de Nossa Senhora e nas horas livres rezava o Terço. Quando começou a perseguição aos Cristãos foi preso e condenado. Faleceu na China, martirizado, juntamente com seus irmãos de Fé, no ano 1900.
  37. • Francisco Xavier (1506, Espanhol - 1552, Em Alto mar) - Missionário jesuíta - 03/12 Nasceu na Espanha, no ano 1506. Foi educado em na Espanha, mas foi concluir seus estudos em uma universidade parisiense, na França. Ingressou na vida religiosa, ordenado padre, quando conheceu Inácio de Loyola (Santo). Foi este último que o convidou para fazer parte do grupo que fundaria a Companhia de Jesus. Quando a Companhia de Jesus se solidificou partiu em viagem pelo mundo, pregou, converteu e catequizou na Índia, Japão, Filipinas, além de outros países do Oriente. Segundo a tradição Católica através da sua interseção ocorreram muitos milagres durante este período. No ano de 1552 partiu em viagem para a China, pois tinha a missão de iniciar a catequização do povo daquele país, mas não pode concluir sua missão. Faleceu na embarcação, em alto mar, já próximo da costa da China, no ano de 1552.
  38. • Francisco Xavier Maria Bianchi (1743, Itália - 1815, Itália) - Sacerdote - Ficou também conhecido como "Apóstolo de Nápoles" - 31/01 Nasceu em Arpino, na Itália, em 1743. Estudou em Nápoles, itália, quando ingressa na vida religiosa sob forte oposição da família. Ingressou na Congregação dos Barnabitas, em Nápoles, Itália. Em 1767 é ordenado Sacerdote. Passa a pregar, atender aos pobres e desvalidos, obter confissões, e ainda, foi diretor espiritual de jovens, intelectuais, foi fervoroso na luta contra a prostituição de jovens, principalmente das camadas mais pobres. A leitura era um de seus objetos para obter conhecimento, melhorar a sua Fé e poder da melhor maneira possível atender aqueles que o procuravam. Falavra o grego, latim, hebraico. Alguns prodígios marcaram a sua vida, são eles: previu várias erupções do Vesúvio e em outra data parou o despejo de lava deste mesmo vulcão.
  39. Com a saúde extremamente debilitada pelo excesso de trabalho e poucas horas de descanso, ficou impossibilitado de se locomover por ser atingido por uma enfermidade nas suas pernas. Mesmo assim continuou a atender a aqueles que o procuravam. Faleceu em Nápoles, Itália, de causas naturais, no dia 31 de janeiro de 1815. Canonizado Pelo Papa Pio XII, no ano 1951. Ficou também conhecido como "Apóstolo de Nápoles".
  40. • Francisco Xavier Can (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
  41. • Francisco Xavier Ha Thong Mau (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
  42. • Francisco Zhao Rong (?, ? - ?, ?) - Mártir chinês - 09/07
  43. • Franco de Assergi (?, ? - ?, ?) - 05/06

  1. • Frederico de Utrecht (?, Holanda - 838, Holanda) - Bispo mártir - 18/07 Nasceu na Holanda, em data não identificada por nós. Obtivemos poucas informações sobre sua vida, mas é sabido que Frederico era bispo em Utrecht, na Holanda. Foi um bispo que combateu os últimos envolvidos em atos pagãos. Algum tempo depois horrorizado com os escândalos dados pela imperatriz Judite, realiza uma censura pública a seus atos e atitudes. Este ato deixou a imperatriz muito brava e irada e segundo consta foi ela quem contratou dois homens para matar o bispo. Faleceu na Holanda, assassinado com punhaladas, no ano 838.
  2. • Frediano (
    Fridiano)
    (?, ? - ?, ?) - Bispo - 18/03
  3. • Fridolino (?, ? - ?, ?) - 06/03
  4. • Frodoberto (?, ? - ?, ?) - Abade - 01/01
  5. • Froilão (Froliano) (833, Espanha - 905, França) - Monge e Bispo - Canonizado juntamente com Santo Atilano (Bispo) - 05 ou 03/10 Nasceu em Lugo, Galícia, na Espanha, no ano 833. Frilão ingressa na vida religiosa na Ordem Beneditina e torna-se um Monge Beneditino. Já ordenado começa a sua vida de pregação juntamente com seu amigo Atilano (Santo). Para se purificar vão viver nos montes da Galícia e Lion, na Espanha. naquele local eram muito procurados, mas o mais significativo de sua vocação eram as pregações das palavras de Deus Pai e de Deus Filho (Velho e Novo Testamento). dedicado à meditação, penitências e muita oração, quase que não lhe sobrava tempo. Foi o responsável pela construção do Mosteiro Moreruela, em Zamorra, na Espanha, depois o Mosteiro de Yel de Tábara. Ambos foram então consagrados pelo povo Bispos, no dia 19 de maio de 900, Froilão de Lion, Espanha e Atlano, de Zamora, na Espanha. Existem muitos relatos de milagres obtidos por estes Santos. Faleceu em Lion, na França, de causas naturais, no ano 905.
  6. • Frontão (?, ? - ?, ?) - Bispo canonizado juntamente com São Jorge (Bispo) - 25/10
  7. • Frontón (?, Espanha - 303/304?, Espanha) - Mártir juntamente com a Santa Engrácia e mais 17 companheiros, são eles: Fausto, Januário, Apodêmio, Cassiano, Luperco, Marcial, Urbano, Ciciliano, Evêncio, Primitivo, Maturino, Júlio, Quintiliano, Públio, Félix, Obtato e Sucesso - 16/04 Nasceu na Espanha e em data não identificados por nós. Frontón foi uma das vítimas da perseguição aos Cristãos por Diocleciano, quando acompanhava Engrácia (Santa), mais 17 cavaleiros, todos foram presos, torturados e condenados à morte. Em conjunto os seus companheiros seguem os passos de Engrácia e renegam os deuses pagãos de Diocleciano e confirmam a Fé em Nosso Senhor Jesus Cristo. Faleceu em Saragossa, na Espanha, martirizado, em 303 ou 304.
  8. • Frumêncio (séc. IV, ? - 380, Etiópia) - Bispo - 27/10 Nasceu em local não identificado por nós, no séc. IV. Sabe-se que desde a juventude era envolvido e comprometido com a Fé Cristã. Estudou e tornou-se religioso. Durante o retorno da viagem que fizera para Índia acompanhando o filosofo Merópio e um amigo chamado Edésio, quando passaram e ancoraram para reabastecimento em Adulis, Mar Vermelho, Frumêncio e seu amigo, ambos adolescentes desembarcaram e foram ler junto a uma árvore. Instantes depois a embarcação foi atacada por ladrões etíopes e que além de saquearem toda a carga assassinaram todos os passageiros e tripulantes. Os dois se salvaram exatamente por estarem fora da embarcação, mas foram presos e levados para a Etiópia. Naquele país foram entregues ao rei como escravos. O rei etíope ficou admirado com o conhecimento e o nível de diálogo de Frumêncio, por esta razão não foram mortos ou vendidos. Edésio foi colocado na função de copeiro e Frumêncio como um secretário direto do rei, mas como escravos. Seu conhecimento era tanto que sua fama e influência cresceu. A rainha tinha grande admiração pela dupla e quando o rei morreu, no momento que a rainha assumiu o poder, pois o filho do casal real era menor, convocou Frumêncio como educador do jovem e lhe prometeu a liberdade tão logo concluísse seu trabalho. Frumêncio e Edésio mantiveram várias reuniões com a rainha para que ela autorizasse a construção de uma Igreja Católica, próxima ao porto, para que todo católico em viagem pudesse orar. A rainha acabou concordando e mais tarde esta obra acabou favorecendo a difusão do Cristianismo pela Etiópia e outros países africanos. Concluída a tarefa Edésio voltou ao seu país de origem e lá pode contar ao historiador Rufino (Santo) tudo que havia acontecido. Este registrou todos os fatos e os divulgou. Já Frumêncio dirigiu-se para Alexandria, Egito, para conversar com o bispo Atanásio (Santo) e pedir-lhe que designasse um bispo e missionários para a Etiópia. O bispo Atanásio ouviu todo que havia acontecido e vendo que seria mais prudente e coerente, designou o próprio Frumêncio como bispo da Etiópia. De imediato formou-se uma missão que seguiu viagem para Etiópia. Ao chegarem naquele país o governo já estava nas mãos do jovem rei, amigo e pupilo de Frumêncio. Foram muito bem recebidos e logo o jovem rei foi Batizado e convertido definitivamente. Esta conversão ampliou as fronteiras do Cristianismo naquele país, pois o próprio rei convidou a população a conversão. Faleceu na Etiópia, no ano de 380. Logo após ver frutificar a Igreja Cristã.
  9. • Frutos (?, ? - 715, ?) - Bispo - 10/04
  10. • Frutuoso de Braga (?, Espanha - 665, Portugal) - Bispo - 08/04 ou 16/04 Nasceu na Espanha, em data não identificada por nós. Ficou órfão ainda bem jovem. Decidiu então pela vida religiosa. Frutuoso fundou vários Mosteiros na Espanha e em Portugal. Comprou a liberdade de muitos escravos. Foi para Braga, Portugal, onde construiu uma reputação de Santidade. Por essa razão foi proclamado Bispo de Braga. Faleceu em Braga, Portugal, de causas naturais, no dia 16 de abril de 665. Suas relíquias foram transladadas para Santiago de Compostela no ano 1102. Foram registrados diversos milagres de fiéis que visitavam seu túmulo. Sua Santidade se espalhou e até hoje seu túmulo é muito procurado.
  11. • Frutuoso de Tarragona (?, ? - 259, Espanha) - Bispo mártir juntamente com Santo Augúrio e Santo Eulógio - 21/01 Nasceu em local e data não identificada por nós. Nesta época a Espanha estava sob o domínio mouro, governado pelo príncipe Abderramão. Este sem nenhuma piedade e sim com grande crueldade persegue os Cristãos. Eulógio exortava os seus fiéis a não terem medo da perseguição e não se entregarem às intimidações dos invasores. Eulógio foi responsável por escritos como: Memorial dos Santos e Apológica, texto que narra o papel heróico de vários mártires. Também resgatou e recuperou diversas obras importantes como a Cidade de Deus, de Santo Agostinho, entre tantas outras. Por tudo isso foi preso e conduzido ao cárcere. na prisão escreveu "A Exortação ao Martírio". Texto que foi destinado a duas jovens, também encarceradas por serem Cristãs. Estas jovens foram ameaçadas de serem vendidas em leilão e prostituídas. Sua prisão foi ordenada pelo governador romano Emiliano e junto com ele foram condenados à morte Frutuoso (Bispo) e Augúrio (ambos Santos). Faleceu  em Tarragona, na Espanha, martirizado, queimado vivo, no 259.
  12. • Fugêncio (Fulgêncio) (?, Espanha - 633, Espanha) - Bispo - 16/01 Nasceu na Espanha, em data não identificada por nós. Filho de Severino e Teodora, casal muito piedoso e religioso. Irmão de São Leandro, Santo Isidoro e Santa Florentina. Ingressou na vida religiosa e com um trabalho de destaque alguns anos depois foi nomeado Bispo de Écija, província de Sevilha, Espanha. Faleceu em Écija, Espanha, de causas naturais, no ano 633.
  13. • Fulberto de Chartres (?, ? - ?, ?) - Bispo - 10/04
  14. • Fulgêncio (de Ruspe) (467, Cartago - 532/533, Cartago) - Bispo fundador - 01/01 Nasceu em Cartago, atual Tunísia, no Norte da África, provavelmente no ano 467. O pai era senador em Cartago. Seu nome de Batismo era Fabio Cláudio Gordianus Fulgentius. Teve um boa educação formal e muito religiosa. Foi procurador de impostos, mas seu ideal era ser religioso, quando entrou para a vida religiosa foi Sacerdote, Abade e Bispo e pregador. Foi exilado junto com outros 59 ou 60 Bispos para a Sardenha, Itália, pelo rei Transmundo. Quando este faleceu, em 523, pode retornar. Construiu e fundou o Mosteiro, ao lado da catedral, em Ruspe, atual Tunísia. Viveu sempre pobre e todo dinheiro que obtinha repassava para os pobres. Faleceu em Ruspe, atual Tunísia, norte da África, no dia 01 de janeiro de 532 ou 533.
  15. • Furaldo (?, ? - ?, ?) - Abade - 16/07
  16. • Futseu (?, ? - ?, ?) - Abade - 16/01
  17. • Fusciano (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Vitórico e São Genciano - 11/12

Voltar para o conteúdo