Estudo2012-2018 - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Meditar e Orar > Dez Mandamentos

Os Dez Mandamentos de Deus
Leitura e Entendimento dos Mandamentos de Deus.

Os Dez Mandamentos de Deus <--> 01. Amar a Deus sobre todas as coisas. <--> 02. Não tomar Seu Santo nome em vão. <--> 03. Guardar domingos e festas. <--> 04. Honrar pai e mãe. <--> 05. Não matar. <--> 06. Não pecar contra a castidade. <--> 07. Não furtar. <--> 08. Não levantar falso testemunho. <--> 09. Não desejar a mulher do próximo. <--> 10. Não cobiçar as coisas alheias.
• Fevereiro/2018 •
01. Amar a Deus sobre todas as coisas.
• Amar e adorar a Deus não é nenhum sacrifício, o duro é vencer as tentações que tentam nos levar para outro caminho, por isso temos que seguir os exemplos de Jesus no Deserto que venceu o anjo do mal para sempre. Jesus é Deus e estando com ele será fácil cumprir com este mandamento.
• Amar e adorar a Deus é o que ele pediu para todos seus filhos terrenos, ele não quer riqueza, poder humano, ter escravos, quer apenas que a humanidade o ame e faça de seus exemplos quando encarnado uma lição para a eternidade.
• Este mandamento é o mais sério de todos porque sem amar e adorar a Deus não somos nada, apenas carne, mortal e que apodrece. São José e Santa Maria souberam fazei isso, sem nenhuma dificuldade, mas sempre com muita responsabilidade.
• Amém!
• Janeiro/2017 •
10. Não cobiçar as coisas alheias.
• Este Mandamento de Deus nos mostra que devemos ser humildes, não desejar mais do que temos, não sermos ambiciosos acima do necessário e que prejudique um irmão ou uma irmã. Não é um Mandamento simples, muito ao contrário, pois o ser humano, infelizmente, em um bom número é ganancioso, destruidor e que deseja ostentação.
• É o caso da maioria daqueles que assaltam e são violentos, pessoas que estão perdidas, não descobriram Deus e são levadas com facilidade para a criminalidade para o benefício de poucos. Essas pessoas pecam contra os Mandamentos criados por Deus e entregues a Moisés. É preciso rezar muito em favor dessas pessoas perdidas na criminalidade para que a Santíssima Trindade Una os ajude a “acordar” e passem a viver pelos irmãos e irmãs menos favorecidos.
• Quem cobiça praticando golpe, inclusive o de Estado, está pecando, portanto, não respeitando às Leis de Deus. Quem condena um inocente ou promove calúnia por inveja ou desejo de assumir um cargo, qualquer que seja, também.
• Deus Pai, Deus Filho e Espírito Santo, nosso único Deus, tenha compaixão por essas pessoas guiando-as para o bem e não as deixar seguirem o maligno.
• Amém!
• Junho/2016 •
8. Não levantar falso testemunho.
• Não levantar falso testemunho!
• Um mandamento de Deus que nos leva à reflexão, ao amor, à amizade, à caridade e à fé. Todo aquele ou aquela que por amor a Deus Pai, Deus Filho e o Espírito Santo, nosso único Deus, não levanta falso testemunho, portanto, não mente.
• O falso testemunho é geralmente voltado a um benefício próprio, a uma maldade, a interesses escusos e até como forma de perseguição.
• Ninguém tem esse direito, ninguém mesmo! Jesus em sua passagem como humano nos mostrou o caminho, mesmo sendo ofendido, desrespeitado, humilhado, agredido, caluniado e tendo contra Si falsos testemunhos, nunca reagiu com ofensas, muito ao contrário, em muitos momentos se calou.
• Essa é a reflexão, será que estamos agindo certo? É preciso sim, mudar. Deus nos dá essa oportunidade.
• Amém!

• Junho/2016 •
9. Não desejar a mulher do próximo.
• Para Deus a união entre um homem e uma mulher é eterna, não apenas um momento. Ele, como Jesus disse, pode até ser interrompido, mas nenhum dos dois poderá se unir a outro ou outra, pois estará pecando.
• Quando Deus entregou a Moisés a Tábua Sagrada contendo os Dez Mandamentos, não pensou apenas nos homens que pudessem ser infiéis, mas também nas mulheres. Segundo informações vindas de religiosos consagrados, colocou-se no mandamento apenas o homem porque na época estes eram os que mais traiam.
• Nem homem e nem mulher pode descumprir o acordado diante da Santíssima Família, com certeza uma das partes sofrerá, e muito. A traição não é apenas a sexual, mas também quanto aos cuidados, abandono, violência física, moral e psicológica, afinal das contas, no altar, diante de Deus deu-se a palavra de que haveria respeito e viveriam um para o outro eternamente.
• Esse eternamente significa que é até a morte de um dos cônjuges, porém, afirmou Jesus, que se aquele ou aquela não se casar novamente estará mais próximo dos Mandamentos. Não foi exatamente esta a frase de Jesus, mas nela esse entendimento é verdadeiro.
• Aquele ou aquela que não respeita seu cônjuge está desafiando a Lei de Deus, como já destacamos, diante de Deus a lei humana do divórcio não tem valor nenhum.
• Em algumas situações, a igreja até aceita a separação, por exemplo, diante da violência física ou psicológica, o abandono, mas nenhum dos dois poderão se unir a outro parceiro ou parceira. Caso haja uma nova união, mesmo que uma das partes seja solteiro(a), ambos estarão impedidos de comungar. No entanto, poderão participar da Missa ou de outros ritos cristãos católicos.
• A única maneira de um casamento ser considerado nulo, não desfeito ou anulado, ocorre quando uma das partes pecou contra a união antes, omitiu-se ou mentiu durante o Matrimônio e continuou a fazê-lo após a união. Entende-se o casamento nulo como aquele que nunca existiu, porque em nenhum momento uma das partes não cumpriu com seus deveres.
• Para concluir, quem trai, é infiel e ou não respeita seu(sua) parceiro(a) está como já foi destacado em pecado e, para que a parte desrespeitada não cometa pecado maior, é importante, não agir irracionalmente.
• Amém!
• Julho/2015 •
03. Guardar domingos e festas.

• Este mandamento é importantíssimo, mas nos nossos dias não existem mais domingos e feriados, todos os sete dias da semana são dias úteis.
• Trabalha-se de domingo a domingo, até mesmo no Natal, Páscoa, Corpus Christi entre outros feriados cristãos.
• Respeitar esses dias é uma premissa, pois está na Lei, mas como já destacamos, não há mais final de semana e as pessoas são obrigadas a trabalhar para sobreviver. Uma contradição que leva a muita dúvida e incerteza.
• Eu tenho a impressão que Deus entende essa situação e o descaminho do ser humano com suas Leis, não o trabalhador, mas a elite milionária que deseja sempre o bem material e não o espiritual quando exige que seus empregados trabalhem nos finais de semana, feriados, festas etc.
• Essas pessoas não respeitam a religião dos seus empregados e não querem saber se estes estão satisfeitos com a obrigação de trabalhar nessas condições.
• O melhor é seguir as Leis de Deus.

• Julho/2015 •
04.
Honrar pai e mãe.

• Não basta ser atencioso e carinhoso com os pais terrenos, tem que existir amor, amor que só não é superior ao amor à Santíssima Trindade una e à Sagrada Família.
• Jesus amou seus pais vivendo com eles, dando amparo e amor. Mesmo a São José, que não era seu pai de sangue, mas de criação. Jesus o tinha como pai, verdadeiro pai.
• Seguir os exemplos de Jesus é estar a caminho da salvação, pois quem respeita os pais tem uma parcela da morada no céu.
• Amar seus pais é socorrê-los, ampará-los, admirá-los, estar próximo e repetindo, amá-los.
• Este mandamento é desprezado por muitos seres humanos, até mesmo católicos, que não dão amparo a seus pais, não os respeitam e até os agridem física e psicologicamente.
• Nosso único Deus é também formado pelo Filho, Filho que fez parte da carne, que teve uma Mãe terrena, bem como um pai, como já destacamos, não de sangue mas de amor.
• Jesus chorou, com toda certeza quando este partiu, apesar de na Bíblia nada falar da passagem de São José para o Céu.

• Julho/2015 •
5. Não matar.

• Não Matar! Muita gente pensa que este Mandamento de Deus se refere apenas aos seres humanos, muito ao contrário, ele se refere à matança desnecessária de toda vida.
• Quando um ser humano mata um animal para se alimentar está sobrevivendo, mas quando o faz para tê-lo como troféu, também está pecando contra a vida.
• A vida na natureza também é Sua criação. E sendo Sua criação tem que ser respeitada. Precisamos cuidar da vida como parte de nós mesmos, pois se a vida acabar na natureza, nós também seremos extintos.
• Não Matar! Não matar um irmão, seja com as próprias mãos, com uma arma branca ou de fogo é tão danoso como destruir a vida animal e vegetal, com toda certeza a cada vida morta desnecessariamente uma vida humana também é destruída.
• Imploramos Senhor para que socorras todo tipo de vida, seja ela animal ou humana, para que seja possível preservar o que o Senhor criou.
• Amém!

• Agosto/2015 •
6. Não pecar contra a castidade.

• Este mandamento não é apenas para os religiosos que se abstém da relação sexual, mas também para os leigos.
• Viver na castidade é viver com e por Deus Pai e Filho, tendo a ajuda do Espírito Santo no combate aos prazeres da carne, ou seja, físicos.
• A castidade está presente na vida de uma casal, homem e mulher, pois saberão se respeitar, não serão infiéis conjugais, respeitarão as Leis de Deus, viverão puros por Ele.
• Portanto a castidade é uma maneira para se chegar à salvação do ser humano e uma forma abençoada por Deus de controle físico/corporal.
• A castidade é uma virtude moral e que vem de Deus.
• Aquele ou aquela que consegue ter o domínio de seu corpo e suas vontades tem maior oportunidade de convivência moral e espiritual, principalmente se ele ou ela foi batizada na Santa Igreja Católica, uma vez que pelo Batismo, todos nós somos chamados à castidade.
• Amém!

• Outubro/2015 •
7. Não furtar.

• Não furtar! Não roubar! Não extorquir! Não enganar! Não cometer estelionato!
• Todos estes atos ou ações estão nas lista dos pecados envolvendo o sétimo Mandamento, “Não furtar”.
• Quem o faz está se entregando ao maligno, mas há salvação, basta se arrepender.
• O arrependimento deve ser verdadeiro e definitivo, ou seja, aquele ou aquela que peca contra este Mandamento de Deus deve deixar de cometê-lo definitivamente.
• Arrepender-se é não mais errar ou pecar da mesma maneira.
• Somos mortais e falíveis, mas também temos uma honra, a sinceridade, a palavra. Quando a palavra é dada a Deus a responsabilidade é ainda maior.
• Quem comete este pecado está indo contra Deus, mas também prejudicando um semelhante.
• Amém!
• Março/2014 •
01. Amar a Deus sobre todas as coisas.

• No mundo dos nossos dias as pessoas não estão dando o devido valor a Deus, uma postura de abandono aos caminhos para a salvação.
• Essa recusa de aceitar a Deus é induzida pelo consumismo e o lucro fácil.
• As pessoas são iludidas pela riqueza material e a falsa felicidade gerada por ela.
• Amar a Deus é ir contra essa postura e seguir os caminhos propostos por Jesus Cristo.
• Amar a Deus é aceitar o sacrifício de Jesus durante a Paixão, crucificação e morte.
• Quem ama a Deus está seguindo o caminho para a vida eterna proposta por Deus já no Antigo Testamento.
• Portanto, as duas Alianças são exemplo do amor de Deus para com seus filhos terrenos, que por nós deve ser retribuído.


• Junho/2014 •
02. Não tomar Seu Santo Nome em vão.


• É preciso entender que Deus, o Nosso Senhor, é formado por três pessoas, Deus Pai, Deus Filho e o Espírito Santo. Estes como Pais devem ser respeitados e não ofendidos.
• O Espírito Santo de Deus é aquele que logo após o anúncio agiu sobre Maria para que ocorresse a concepção.
• Como alguém tem a capacidade de ofendê-lo e duvidar de sua existência?
• O Espírito Santo é quem age sobre nós, portanto é a Luz de Deus. Quem O ofende está ofendendo a Deus Pai e a Deus Filho.
• O Espírito Santo não é maior do que Deus Pai e Deus Filho, é parte deles. Todos já haviam participados da criação.
• O Papa Francisco está sempre destacando a importância do Espírito Santo e a cada nova fala nos ensina.
• A grandeza de Deus é por nós reconhecida, portanto não há como ofendê-lo.
• Caso, numa hora de desespero, raiva ou nervosismo de alguma maneira ocorra uma ofensa a Deus é preciso pedir perdão, busque a confissão.

• Janeiro/2013 •
01. Amar a Deus sobre todas as coisas.

•Como poderemos amar a Deus sobre todas as coisas se nosso mundo nos oferece diversas opções para nos apegarmos?
• Nos nossos dias, muita gente passou a não amar a Deus sobre todas as coisas, pois preferem ser levadas pela materialidade, permanecer em situação de pecado, em promiscuidade, em atos indignos ao ser humano etc.
• São muitos os incentivos que vem dos meios de comunicação, como a televisão, o cinema, vídeos, entre outros. O ser humano precisa ficar mais atento às condições dignas oferecidas por Deus.
• Não se pode amar a Deus sobre todas as coisas se nos colocarmos acima Dele, quando decidimos pelo aborto, eutanásia, promiscuidade, destruição da verdadeira família etc.
• Deus é o caminho da salvação e O amando sobre todas as coisas é buscar e seguir para a vida eterna.
• Fevereiro/2013 •
02. Não tomar Seu Santo Nome em vão.

• Deus, ao contrário de todos nós seres humanos, que temos um nome a zelar, apenas não quer ser ofendido ou blasfemado. Seu Nome é a verdade e a luz, a sabedoria e a responsabilidade, o respeito e o amor.
• Nós humanos não podemos desrespeitar o Pai e nem mesmo o seu sagrado Nome. É ofender o nome de Deus, por exemplo, afirmando que ele não existe. É blasfemar contra seu Nome dizendo inverdades sobre Ele.
• Deus não nos ofende e nem nos humilha, então por que alguns de nós, seres humanos, insistimos em ofendê-lo e blasfemar contra Seu Santo Nome?


• Outubro/2013 •
03. Guardar domingos e festas.

• É muito importante guardar os domingos e festas para que possamos não apenas descansar dos esforços físicos e mentais após uma semana de trabalho ou estudo, pois é o dia de Deus e da Santíssima Trindade.
• O domingo não é apenas o dia de descanso, mas da família, de oração e amor a Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo e a sua Santa Mãe Maria.
• Todo cristão católico tem no domingo a oportunidade de participar de uma Missa, não apenas assisti-la, mas estar presente de corpo e alma.
• Nas festas a participação deve ser voluntária, não por obrigação ou imposição, com respeito e muita fé.
• A maneira que nos vestimos também interfere na nossa fé, pois igreja não é local para exibição de roupa ou corpo, mas um local de oração. Essa condição é válida para homens e mulheres.

Janeiro/2012
01. Amar a Deus sobre todas as coisas.

• Amar a Deus sobre todas as coisas. Uma boa reflexão para um início de ano, pois muitos seres humanos estão “amando” o poder e a riqueza material. É muito triste ver que estamos caminhando para um mundo de exploração e desigualdade, essa situação vai perdurar até o momento do juízo final!
• Amar a Deus é construir uma sociedade mais justa e unida, sem pobres ou ricos, sem desrespeito às Leis de Deus, a não criação de leis humanas imorais e desrespeitosas às Leis de Deus. É também saber que a família é o maior “bem” de uma sociedade, quando a família é destruída a sociedade se torna uma nova Sodoma e Gomorra.
• Não é amar a Deus a infidelidade, os vícios, a promiscuidade, o sexo impróprio, a prostituição, o aborto, a eutanásia, o amor à riqueza e poder, a destruição da natureza, o ciúme exagerado, não respeitar a palavra assumida com Deus na Santíssima Trindade em um dos Sacramentos de Deus etc.
• Amar a Deus é ser fiel às suas Leis, respeitar seus desejos, caminhar a seu lado e evangelizar.  
• Num ano novo que se inicia está a oportunidade da renovação, da reflexão, arrependimento e conversão. Esse é o momento de demonstrar que nossa sociedade ainda tem oportunidade de mudar e mandar o maligno para bem longe de todo ser humano. A única Igreja criada por Nosso Senhor Jesus Cristo é a Católica Apostólica Romana, as demais são fruto da heresia e ganância pela riqueza e poder.
• Iniciar o ano Católico é iniciar uma nova vida ao Lado da Santíssima Trindade e da Sagrada Família.

Fevereiro/2012
02. Não tomar Seu Santo nome em vão.

• O nome de Deus é Sagrado, deve ser respeitado e admirado. Este Mandamento nos conduz ao respeito, não apenas ao nome, mas às Pessoas do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.
• Não usar seu Santo Nome em vão está ligado a tudo que não é permitido ao ser humano de acordo com as Leis de Deus, portanto é desrespeitar este mandamento aquele ou aquela que assume um compromisso diante de Deus na Santíssima Trindade, mas já naquele momento não o está respeitando ou não pretende respeitá-lo. Mas isso é usar indevidamente Santo Nome? Sim! A pessoa ao assumir uma palavra diante de Deus está assumindo diante do Céu e daquele momento em diante está submisso a ela, por exemplo, quando diz:

- Prometo fazer “tal coisa”. Juro por Deus!

• Entenda que só esse ato já é desrespeitar esse Mandamento. Não é preciso estar na presença de um religioso, no interior de uma igreja e estar presente a um culto ou Sacramento. É óbvio que durante um Sacramento, como o Matrimônio, sua palavra é assumida não apenas na presença do Sacerdote, dos padrinhos, convidados etc. Aquele ou aquela que é infiel conjugal, na palavra, nas ações, atitudes e compromissos assumidos diante de Deus é um pecador em potencial e deve se confessar, mas principalmente arrepender-se.
• É preciso refletir antes de assumir algum compromisso usando o nome de Deus na Santíssima Trindade para não pecar contra o seu Santo Nome na Santíssima Trindade. Pense bem!

Março/2012
03. Guardar domingos e festas.

• O terceiro Mandamento de Deus nos leva a uma grande confirmação do amor de Deus na Santíssima Trindade por nós humanos quando nos pede para guardar as datas especiais, ou seja, os dias que deveremos nos dirigir a ele como nosso Pai. Na sociedade atual, século XXI, esse mandamento não é respeitado nem mesmo pelo comércio e indústria, e como as pessoas precisam trabalhar para viver, muitas não tem outra opção a não ser trabalhar nos dias Santos. Essas pessoas não estão pecando, pois são obrigadas a fazê-lo, porém os empregadores estão em pecado por obrigar seus funcionários a trabalhar nos dias Santificados por Deus. A Páscoa, Natal, Sexta-feira da Paixão, Corpus Christi e os domingos deveriam ser respeitados por todos.
• Médicos e outros trabalhadores da saúde, segurança, socorro, estão desimpedidos para trabalharem nessas datas desde que nas suas folgas participem da festa de Deus.
• É um mandamento simples e que nos pede o mínimo. Um sacrifício válido e necessário à salvação.

Abril/2012
4. Honrar Pai e Mãe.

• Quando lemos este mandamento pensamos apenas em nossos pais terrenos, mas este mandamento também nos leva a nossos pais celestiais, primeiro na Santíssima Trindade – em Deus Pai, Deus Filho e Espírito Santo, e na Sagrada Família – em José – Pai adotivo de Jesus, em Maria – Mãe de Jesus, e em Jesus – o Filho de Deus Encarnado. Ofender o pai e a mãe terrena é ofender a todas estas pessoas, ou seja, a Deus. Sabemos que José e Maria não são deuses, mas são escolhidos por Ele. Este casal nos deixou muitos exemplos do que é ser pai, mãe e até como ser filho. Será que estamos seguindo seus exemplos? Amamos nossos pais de sangue ou adotivos? • Oremos por nossas fraquezas e desmandos.


Maio/2012
05. Não matar.

• O quinto Mandamento de Deus é mais uma vez desrespeitado em favor de uma minoria desinformada, um crime contra a humanidade e respeito à vida. É um absurdo que um feto por não ter cérebro ou tê-lo parcialmente formado não tenha o direito de viver, mesmo que por minutos. O ser humano está assumindo o papel de Deus decidindo quando alguém pode ou não viver.
• Sabemos que será um sofrimento para a mãe saber que seu filho(a) não terá grandes chances de viver ao nascer, mas o maior sofrimento virá quando ela, a mãe e o pai que concordou com esse crime, tomar consciência do que fizeram contra a vida.
• Médicos afirmam que não dá para prever quando um feto sem cérebro poderá viver, mas já ocorreram casos em que a criança viveu mais de um ano. É interessante saber que qualquer recém-nascido poderá falecer, até durante a amamentação, por simplesmente engasgar. Outra informação importante, no momento da concepção o feto recebe uma alma.
• Vamos rezar com muita força para que as mães e pais que na gravidez descobrirem a anencefalia no feto tenham compaixão e não o matem por uma opção egoísta e mesquinha.  

Junho/2012
06. Não pecar contra a castidade.

• Não pecar contra a castidade! O que significa castidade para os dicionários Aurélio e Houaiss?

— Aurélio:
1. Qualidade de casto. 2. Abstinência total dos prazeres sensuais: voto de castidade.

— Houaiss:
1. Rubrica: religião. Abstinência completa dos prazeres do amor. 2. Derivação: por extensão de sentido. Abstenção de prazeres carnais e de tudo que a eles se refere. 3. Derivação: por extensão de sentido. Característica de uma coisa casta; pureza.

• Observamos que nos dois dicionários é afirmado que o significado de castidade é a abstinência dos prazeres carnais, em outras palavras, abstinência sexual.
• Na realidade é a abstinência sexual assumida por livre e espontânea vontade dado em voto de castidade. O que significa isso? Muito mais do que está descrito em cada um dos dicionários, primeiro que o voto de castidade não é restrito aos religiosos e que qualquer ser humano pode fazer seu voto de castidade.
• O voto de castidade é o ato de assumir uma grande responsabilidade, de fidelidade e respeito a Deus Pai, Deus Filho e o Espírito Santo. Pense nisso!

Julho/2012
07. Não furtar.

• Furtar é roubar ou apoderar-se de coisa alheia, ou ainda, apropriar-se de bem(ns) públicos.
• Furtar é fraudar ou desviar, ou ainda, subtrair furtivamente.
• Furtar também é fraudar ou enganar para proveito próprio, ou ainda, falsificar.
• Tudo isso é furtar, uma palavrinha que pode significar muitas ações desonestar e danosas praticadas pelo ser humano. Aquele ou aquela que furta está em pecado mortal, está sendo desonesto e é participante direto de uma ação do maligno.
• Deus nos pede para não roubar, poderia Ele até impedir, mas seu respeito ao livre arbítrio é total. Por que então continuamos a querer ter vantagem em tudo?
• Para que possamos construir uma sociedade mais justa, a honestidade deve ser o determinante e a primeira meta, objetivo e etapa deve ser o bem-estar coletivo e não apenas de alguns.

Agosto/2012
08. Não levantar falso testemunho.

• É muito comum as pessoas levantarem falsos testemunhos, caluniando e difamando um irmão e ou uma irmã.
• Como evitar? Basta não entrar em conversas que possam conduzir a esse ato, como os grupos de fofoca, as conversas que falam da vida alheia e a curiosidade.
• Essas são algumas medidas de segurança para que você e eu possamos estar mais distantes deste pecado às Leis de Deus.
• Jesus e seus pais terrenos não levantavam falso testemunho contra ninguém, foram exemplos de amor e benevolência.
• Será que não está na hora de nós mortais agirmos com mais respeito e caridade?
• Pensemos nisso!

Setembro/2012
9. Não desejar a mulher do próximo.

• Esse pecado é parte do antigo, bem como do novo testamento, uma condição que infelizmente não é respeitado nos nossos dias. O adultério, a infidelidade, a traição, todos esses termos tem o mesmo significado diante das Leis de Deus. Todos significam o desrespeito a uma palavra dada a Deus, ao ou a cônjuge, do sacerdote e da assembleia.
• Um compromisso que conduz à formação da família. O homem e a mulher são o alicerce da família quando se unem pelo Sacramento do Matrimonio.
• Essa é a única forma de união conjugal diante das Leis de Deus, portanto a mais importante. e verdadeira.
• Quando o casal (homens e as mulheres) assumem, num altar, a união pelo Sacramento do Matrimônio não o fazem por falta de informação, para isso existem os cursos de formação de noivos e preparatórios para o matrimônio.
• Pensemos nisso!


Outubro/2012
10. Não cobiçar as coisas alheias.

• É muito estranho quando uma pessoa por inveja deseja algo que não lhe pertence e faz de tudo para ter o bem, daquela pessoa, para si. Essas pessoas não estão interessadas em outro bem, mas especificamente aquele que pertence a um terceiro.
• A inveja é um mal muito grande e que nos faz parecer bestas. Um desejo não implica em ter a posse do bem que não me pertença, não estou falando da inveja, pois essa é uma grande aberração nas atitudes humanas.
• Portanto, desejar algo que não nos pertença e caso ocorra a subtração, é importante se arrepender e devolvê-lo com um pedido de perdão sincero e verdadeiro.
• Rezemos por essas pessoas!


Voltar para o conteúdo