Descobrir01 - VivaJesusBr

São Pedro e São Paulo seja nosso guia e nos ampare!
Estamos a 18 anos evangelizando! Obrigado!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2020, novidades!
Ir para o conteúdo
Bíblia
Bíblia Leitura 04 • Bíblia 03 • Evangelho 02 • Evangelho 01 • Capítulos & Versículos 01 • Bíblia 02 • Bíblia 01 •
Bíblia 04
Por: Vivaldo Armelin Jr. Jun./20
• A bíblia não se lê por parágrafos ou frases isoladas, é necessária uma leitura completa para entender o todo, entender e interpretar cada parágrafo, frase e palavra, do contrário haverá interpretação errônea e diferente do Sagrado Magistério da Santa Igreja. Geralmente quem interpreta analisando isoladamente frases, por exemplo, e não lendo o todo, geralmente tem intensões duvidosas. Vejam exemplos a seguir.
1º Exemplo: Lc2,40
"O menino ia crescendo e se fortificava: estava cheio de sabedoria, e a graça de Deus repousava nele."
— Lendo apenas este parágrafo dá a impressão de que Lucas está falando de uma criança normal. É preciso ler com atenção o todo para entender o relato de São Lucas.
" 1Naqueles tempos apareceu um decreto de César Augusto, ordenando o recenseamento de toda a terra. 2Este recenseamento foi feito antes do governo de Quirino, na Síria. 3Todos iam alistar-se, cada um na sua cidade. 4Também José subiu da Galileia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à Cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi, 5para se alistar com a sua esposa Maria, que estava grávida. 6Estando eles ali, completaram-se os dias dela. 7E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria. 8Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite. 9Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor. 10O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo: 11hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. 12Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura. 13E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: 14Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina). 15Depois que os anjos os deixaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns com os outros: Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou. 16Foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura. 17Vendo-o, contaram o que se lhes havia dito a respeito deste menino. 18Todos os que os ouviam admiravam-se das coisas que lhes contavam os pastores. 19Maria conservava todas estas palavras, meditando-as no seu coração. 20Voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, e que estava de acordo com o que lhes fora dito. 21Completados que foram os oito dias para ser circuncidado o menino, foi-lhe posto o nome de Jesus, como lhe tinha chamado o anjo, antes de ser concebido no seio materno. 22Concluídos os dias da sua purificação segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentar ao Senhor, 23conforme o que está escrito na lei do Senhor: Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor (Ex 13,2); 24e para oferecerem o sacrifício prescrito pela lei do Senhor, um par de rolas ou dois pombinhos. 25Ora, havia em Jerusalém um homem chamado Simeão. Este homem, justo e piedoso, esperava a consolação de Israel, e o Espírito Santo estava nele. 26Fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que não morreria sem primeiro ver o Cristo do Senhor. 27Impelido pelo Espírito Santo, foi ao templo. E tendo os pais apresentado o menino Jesus, para cumprirem a respeito dele os preceitos da lei, 28tomou-o em seus braços e louvou a Deus nestes termos: 29Agora, Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa palavra. 30Porque os meus olhos viram a vossa salvação 31que preparastes diante de todos os povos, 32como luz para iluminar as nações, e para a glória de vosso povo de Israel. 33Seu pai e sua mãe estavam admirados das coisas que dele se diziam. 34Simeão abençoou-os e disse a Maria, sua mãe: Eis que este menino está destinado a ser uma causa de queda e de soerguimento para muitos homens em Israel, e a ser um sinal que provocará contradições, 35a fim de serem revelados os pensamentos de muitos corações. E uma espada transpassará a tua alma. 36Havia também uma profetisa chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser; era de idade avançada. 37Depois de ter vivido sete anos com seu marido desde a sua virgindade, ficara viúva, e agora com oitenta e quatro anos não se apartava do templo, servindo a Deus noite e dia em jejuns e orações. 38Chegando ela à mesma hora, louvava a Deus e falava de Jesus a todos aqueles que em Jerusalém esperavam a libertação. 39Após terem observado tudo segundo a lei do Senhor, voltaram para a Galileia, à sua cidade de Nazaré. 40O menino ia crescendo e se fortificava: estava cheio de sabedoria, e a graça de Deus repousava nele. 41Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa. 42Tendo ele atingido doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa. 43Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem. 44Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos. 45Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele. 46Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. 47Todos os que o ouviam estavam maravilhados da sabedoria de suas respostas. 48Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: Meu filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição. 49Respondeu-lhes ele: Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai? 50Eles, porém, não compreenderam o que ele lhes dissera. 51Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração. 52E Jesus crescia em estatura, em sabedoria e graça, diante de Deus e dos homens."
• Tenha muito cuidado para não cair em erro e caso não entenda alguma parte das Sagradas Escrituras, é importante consultar alguém que tenha maiores conhecimentos, desde os professores e professoras de catecismo, ministros, diáconos leigos ou religiosos, sacerdotes, bispos etc. Só desta maneira não há como errar e nem ser enganado. Boa leitura! Amém"
Bíblia 03
Por: Vivaldo Armelin Jr. Mai./20
• Ler a Bíblia não é como ler qualquer livro de literatura, romance, comédia e até mesmo livros históricos, científicos ou enciclopédias. A Bíblia é um livro especial, deve ser como qualquer livro meditado, analisado e dele tirar uma conclusão, mas o diferencial chama-se fé. Você precisa ter fé para entender as Sagradas Escrituras, seja do Antigo ou Novo Testamento, também ter certeza de que não é necessário ver para crer.
 
• Ao ler a Bíblia deve-se escolher um momento e local que possa leva-lo a Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, que permita ter tranquilidade, silêncio e até isolamento. Tenho conhecidos que vão a igreja, fora do horário de celebrações para tranquilamente lê-la.
 
•.Um dicionário é grande auxiliar, mas não a solução, por esse motivo, recomendo ter às mãos o Catecismo da Igreja Católica, de São João Paulo II. Ele é uma publicação que explica a Bíblia, as regras e normas da Igreja e suas outras duas pernas estruturais, o Magistério da Santa Igreja e a Tradição Apostólica. Desta maneira, ao encontrar algo que não está entendendo, basta consultá-lo. Quanto ao significado das palavras, o dicionário auxiliará. Boa leitura das Palavras de Deus! Amém!
EVANGELHO 02
Por: Vivaldo Armelin Jr. Mar./20
• Os Evangelhos são documentos religiosos e históricos, mas não cronológicos, pois seu objetivo não é ser um documento cronologicamente histórico, mas sim relatar passagens da vida de nosso Senhor Jesus Cristo e seus ensinamentos. É importante entender que cientistas, historiadores, arqueólogos, por exemplo, façam uso das Sagradas Escrituras para entender a História do povo judeu, os fatos e acontecimentos daquela época porque são relatados com precisão, tanto no que se refere a pessoas ou lugares. Trata-se de um documento pastoral que é destinado à fé.
• Essa condição também é encontrada no Antigo Testamento, que, também, foi e é utilizado por pesquisadores e estudiosos para identificar, por exemplo, povos da antiguidade, fatos e acontecimentos envolvendo o povo judeu. É preciso entendê-la e para que isso aconteça com qualidade um documento referencial é o Catecismo da Igreja Católica. Boa leitura e bons estudos!

EVANGELHO 01

Por: Vivaldo Armelin Jr.

• A palavra "evangelho", do grego "euangélion" e latim "evangeliu", significa "boa-nova". Em outras palavras e em seu significado mais amplo, a “Boa-nova” vem das palavras de Nosso Senhor Jesus.
• O Evangelho não é uma simples biografia, pois os evangelistas Mateus, Marcos, Lucas e João, não tinham essa intenção. Na realidade os quatro destacaram as palavras, atos e feitos de Jesus durante sua vida terrena, ou seja, encarnado. Nem mesmo há uma descrição física de Jesus, sua Mãe, seu Pai terreno...
• Outra característica importantíssima é o fato de ser o testemunho, escrito, da Ressurreição e de Jesus Cristo Ressuscitado. Livros que foram criados pelos evangelistas e unidos pela Igreja primitiva, tudo sob inspiração do Espírito Santo.
• Um testemunho que é reforçado pela "Tradição Católica". Termo que é utilizado para identificar documentos deixados por "Santos & Santas" que testemunharam a presença de Cristo, pessoalmente ou por intermédio das aparições do próprio Jesus, de Nossa Senhora e dos Santos e Santas. Também de relatos de fiéis que presenciaram ou testemunharam fatos e acontecimentos desde a Encarnação.
• Retomando, o "Evangelho" é a verdade, o caminho, a luz e a vida em Nosso Senhor Jesus Cristo. É ele que nos mostra o "Caminho" para chegar ao Reino de Deus.

CAPÍTULOS & VERSÍCULOS  01

Por: Vivaldo Armelin Jr.

• Observamos que a Bíblia é dividida em Capítulos e Versículos, mas na sua origem essa divisão não existia e era muito complicado consultá-la, era preciso consultar os 46 Livros do Velho Testamento ou os 27 do Novo Testamento. Uma tarefa difícil e demorada. Mas vamos ao que interessa! Quanto a diagramação a Bíblia é a mesma, mas agora digitalizada tem novas propriedades e recursos.
I. A Bíblia é composta de Livros, por exemplo:
1. No Antigo Testamento: Gênesis (Gên ou Ge); I Livro dos Reis (I Re); Jó (Jó ou Jo)...
2. No Novo Testamento: Evangelho Segundo São Mateus (Mt); Atos dos Apóstolos (At); Epístola a Tito (Tt)...
II. Cada Livro por sua vez é dividido em Capítulos, por exemplo: Gên 1 ou Mc 3.
A abreviação é o nome do Livro, no exemplo, Gênese e Marcos. Esta é seguida de um número e esse se refere ao Capítulo. No exemplo lê-se: Gênese capítulo 1 ou Marcos capítulo 3.
III. Os capítulos são divididos em Versículos, por exemplo: Gál 3, 2.
Para a leitura deste exemplo é preciso identificar o Livro, no caso, Gálatas, em seguida o capítulo, 3 (três) e, por fim, o versículo, 2 (dois).
IV. São usados pontos para facilitar a leitura, são eles:
1. Vírgula: Separa o Capítulo do Versículo. Por exemplo: Sal 9, 13. Lê-se, Salomão Capítulo 9, versículo 13, pois este último número está separado do primeiro pela vírgula.
2. Hífen: Usado para identificar um espaço envolvendo vários capítulos, ou seja, equivale ao “até”, por exemplo: Lc 13, 6-9. Lê-se, Lucas capítulo 13, versículos 6 até o 9.
3. Ponto: Faz a identificação quando queremos localizar versículos separados, ou seja, versículos não seqüenciais, por exemplo: Tg 4, 1.3.13. Lê-se: Tiago capítulo 4, versículos 1, em seguida versículo 3 e por fim, versículo 13.
4. “s”: Identifica que deve seguir a sequência, por exemplo: Dn 4, 2s. Lê-se, Daniel capítulo 4, versículo 2 e 3.
5. “ss”: Identifica, como no item 4, a sequência a ser seguida, mas agora de mais dois versículos, por exemplo: Jdt 12, 7ss. Lê-se, Judite capítulo 12, versículos 7, 8 e 9.


BÍBLIA  02

Por: Vivaldo Armelin Jr.

I. A Bíblia é um conjunto de escritos por humanos, inspirados pelo Espírito Santo, que de alguma maneira foram testemunhos. Esses humanos, agraciados por Deus, tanto no Antigo bem como no Novo Testamento, transformaram em escritura as Palavras de Deus Pai (AT) e Deus Filho (NT).
II. Muita gente deve pensar que foram essas pessoas as autoras da Bíblia, na realidade elas apenas transcreveram as Palavras do Pai Celestial, como faz uma secretária ao transcrever as palavras de seu patrão.
1. A inspiração é transmitida aos “escritores sagrados” pelo Espírito Santo e não por sua vontade.
2. O “escritor sagrado” ou hagiógrafo é uma pessoa que passou por uma experiência proporcionada por Deus. Exemplo de escritores sagrados: Moisés, os profetas, São Mateus, São João, São Paulo...
III. A Tradição Católica também trazem aos fieis ensinamentos, mas não estão contidas na Bíblia, pois elas, na sua maioria, vêm da transmissão oral e até escrita transmitida do Pai para o Filho, Jesus, deste para os Apóstolos, destes para a Igreja, que somos nós, seus seguidores.
1. A Tradição Católica é também a Palavra de Deus não contida na Bíblia.
2. Os ensinamentos  contidos nas Tradições estão presentes nos Símbolos, Profissões de Fé, nos Documentos dos Concílios, nos Escritos dos Santos, do Papa e nos ritos da Sagrada Liturgia.
IV. Outra informação importante é sobre o período que foram escritos os livros que compõem a Bíblia.
1. Os livros do Antigo Testamento, como o nome descreve, foram escritos antes da vinda de Jesus Cristo, entre os séculos XV e II a.C. Esses documentos estavam escritos em rolos de papiro ou em pele de animais. Esses rolos eram formados pela união de pequenos pedaços de papiro ou pele.
2. Por sua vez os livros do Novo Testamento foram escritos após a morte de Jesus, por seus seguidores, os Apóstolos, na segunda metade do século I d.C. Esses livros foram escritos inicialmente em papiro e mais tarde em pergaminho. A transcrição para o papel só ocorre na Idade Média.
V. Os livros que formam os dois Testamentos não são livros independentes, muito pelo contrário, eles estão interligados, ou seja, há Unidade entre Eles.
VI. Os dois Testamentos são formados, como já foi descritos, por livros, estes são:
1. Históricos;
2. Didáticos e
3. Proféticos.
VI. Cada um dos Livros dão divididos em:
1. Capítulos


Bíblia 01
Por: Vivaldo Armelin Jr.

• Estamos disponibilizando mais uma parte da interpretação das Sagradas Escrituras, ainda de São Mateus. Queremos que você possa ter a oportunidade de ler e interpretar a Bíblia para que possa exercer verdadeiramente sua fé em Jesus Cristo na Santíssima Trindade e na Sagrada Família.

• Para definir como foi formada a Bíblia é preciso voltar no tempo e analisar como ela foi escrita, ou seja, quais os livros que a formam.
São 46 Livros que formam o Velho Testamento e 27 que formam o Novo Testamento, totalizando 73 Livros que compõem a Sagrada Escritura.


• A leitura da Bíblia é muito importante, mas é necessário outras ações, como a meditação, análise, conhecimento histórico e até fazer, se possível, um curso bíblico para que possa interpretá-la corretamente.
• Nesse primeiro momento apresentamos informações sobre o Antigo Testamento.


• A leitura da Bíblia é muito importante, mas é necessário outras ações, como a meditação, análise, conhecimento histórico e até fazer, se possível, um curso bíblico para que possa interpretá-la corretamente.
• Nesse momento apresentamos informações sobre o Novo Testamento.


• As crianças tem grande dificuldade para entender a Bíblia e é nessas páginas que iremos proporcionar experiências didáticas e de conscientização Cristã. Em breve apresentaremos os primeiros arquivos.

• A Bíblia como foi descrito na página do mesmo nome é Histórica, Didática e Profética, mas Ela também contém a Revelação. Mas o que é Revelação?

A Revelação é a manifestação de Deus, aos seres humanos, sobre Si e sobre as verdades necessárias e adequadas de conduta e moral imprescindíveis para a Salvação.

A Revelação está presente na Sagrada Escritura e na Tradição Católica.

A Doutrina Cristã é um sinônimo para a Revelação, pois a Igreja a segue como doutrina e Regra.

Jesus Cristo foi quem proporcionou no Novo Testamento, a Revelação e foi Ele que orientou seus Discípulos no sentido de preservar e perpetuá-la.

Foi também Jesus que confiou a seus Discípulos a Revelação. A seu Discípulo Pedro, o primeiro Papa da Igreja Católica, a responsabilidade de construir a sua Igreja. Em outras palavras, a Igreja Católica.

Como as Revelações foram confiadas a seus seguidores e foram eles que difundiram e divulgaram a Sagrada Palavra do Pai e do Filho, fundaram uma nova Igreja, então a Ela é confiada as suas revelações. Podemos afirmar com toda certeza que a Igreja Católica Apostólica Romana é a única Igreja verdadeira e criada pelo Filho de Deus, portanto a única que tem autoridade para: custodiar, interpretar, estudar, interpretar, ensinar e traduzi-la.


Antigo Testamento

Antigo Testamento é formado por 46 Livros:
I. Livros do Pentateuco, 05 (cinco) Livros:
1. Gênesis (Gên); 2. Êxodo (Êx); 3. Levítico (Lev); 4. Números (Núm) e 5. Deuterômio.

II. Livros Históricos, 16 (dezesseis) Livros:
6. Josué (Jos); 7. Juízes (Juí); 8. Rute (Rt); 9. I – Samuel (I dos Reis), (I Sam = I Re); 10. II – Samuel (II Reis), (II Sam = II Re); 11. I – Reis (III dos Reis), (III Re = III Re); 12. II – Reis (IV dos Reis), (II Re = IV Re); 13. I Crônicas (I dos Paralipômenos), (I Crôn = I Par); 14. II - Crônicas (II dos Paralipômenos), (II Crôn = II Par); 15. I – Esdras (I Esd); 16. Neemias (Ne = II de Esdras); 17. Tobias (Tob); 18. Judite (Jdt); 19. Ester (Est); 20. I – Macabeus (I Mac) e 21. II – Macabeus (II Mac).

III. Livros Sapienciais, 07 (sete) Livros:
22. Jó (Jó); 23. Salmos (Sal); 24. Provérbios (Prov); 25. Eclesiastes – Coélet (Ecle = Co); 26. Cânticos (Cânt); 27. Sabedoria (Sab) e 28. Eclesiástico – Sirac (Si).

IV. Livros Proféticos, 18 (dezoito) Livros:
29. Isaias (Is); 30. Jeremias (Jer); 31. Lamentações (Lam); 32. Baruc (Bar); 33. Ezequiel (Ez); 34. Daniel (Dan); 35. Oséias (Os); 36. Joel (Jl); 37. Amós (Am); 38. Abdias (abd); 39. Jonas (Jon); 40. Miquéias (Mic); 41. Naum (Na); 42. Habacuc (Hab); 43. Sofonias (Sof); 44. Ageu (Ag); 45. Zacarias (Zac) e 46. Malaquias (Mal).

Novo Testamento

Novo Testamento é formado por 27 Livros, são eles:
1. Evangelho Segundo São Mateus (Mt); 2. Evangelho Segundo São Marcos (Mc); 3. Evangelho Segundo São Lucas (Lc); 4. Evangelho Segundo São João (Jo); 5. Atos dos Apóstolos (At); 6. Epístolas aos Romanos (Rom); 7. Primeira Epístola aos Coríntios (I Cor); 8. Segunda Epístola aos Coríntios (II Cor); 9. Epístola aos Gálatas (Gál); 10. Epístolas aos Efésios (Ef); 11. Epístola aos Filipenses (Flp); 12. Epístola aos Colossenses (Col); 13. Primeira Epístola aos Tessalonicenses (I Tes); 14. Segunda Epístola aos Tessalonicenses (II Tes); 15. Primeira Epístola a Timóteo (I Tim); 16. Segunda Epístola a Timóteo (II Tim); 17. Epístola a Tito (Tt); 18. Epístola a Filêmon (Flm); 19. Epístola aos Hebreus (Heb); 20. Epístola de São Tiago (Tg); 21. Primeira Epístola de São Pedro (I Pe); 22. Segunda Epístola de São Pedro (II Pe); 23. Primeira Epístola de São João (I Jo); 24. Segunda Epístola de São João (II Jo); 25. Terceira Epístola de São João (III Jo); 26. Epístola de São Judas (Jud) e 27. Apocalipse (Apoc).

Voltar para o conteúdo