Apresentação1A - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Bíblia > Entendendo o AT

APRESENTAÇÃO ENTENDENDO (AT)  

• Entendendo o Antigo Testamento é uma página do site “Bíblia” do portal “VivaJesusBr” e tem a finalidade de proporcionar a todo leitor da Bíblia uma maneira fácil de entendê-la e transpor seus ensinamentos para os nossos dias.
• A Sagrada Escritura do Antigo Testamento tem uma complexidade elevada principalmente quanto a falta de informação geográfica e histórica, muito mais do que o Novo Testamento. Para que seja possível entendê-la com clareza é preciso saber se situar geográfica, cultural e historicamente. Em breve estaremos disponibilizando mapas atualizados.
• Todos os livros que compõem o Antigo Testamento têm uma carga simbólica muito grande e que dificulta o seu entendimento, por essa razão ter informação sobre a cultura, geografia e história do oriente. O Deus Cristão é o mesmo, o único e é parte da Santíssima Trindade.
• Antes de iniciarmos este trabalho de estudo sobre o Antigo Testamento, é preciso entender que ambas as Escrituras foram escritas por seres humanos, não diretamente por Deus, porém sempre inspirados pelo Espírito Santo. Os escritores participaram diretamente do acontecimento ou tiveram ajuda de testemunhas.
• São autores do Antigo Testamento o testemunho de homens e mulheres de todas as classes sociais, culturas e de conhecimento variado. Pessoas que contribuíram para o surgimento dos livros da Bíblia, Antigo Testamento.
• A partir de experiências, vivência, testemunho e acompanhamento dos fatos e acontecimentos ocorridos na época.
• Todos os registros encontrados nos livros do Antigo Testamento são alicerçados geograficamente, ou seja, são descritos e identificados locais, localidades, rios, mares etc. Portanto, não são apenas uma descrição superficial, mas sim um grande documento. Isso é provado nas descobertas científicas, históricas e geográficas, tudo baseado nas Sagradas Escrituras.
• O Antigo Testamento, bem como o Novo, foi escrito sob inspiração do Espírito Santo e nos trás Verdades de Deus, essas sob a forma de relatos, descrições e ensinamentos.

Importante: Diferentemente do "Entendendo o Novo Testamento", neste primeiro momento, não disponibilizaremos as explicações por capítulos e versículos, mas sim com blocos de textos envolvendo cada um dos livros.

• São 46 os Livros do Antigo Testamento:
1. Das Origens aos Reis - 7 Livros: Gênesis, Exôdo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué e Juízes.
2. Dos Reis de Israel e o Exílio - 7 Livros: Rute, Samuel I, Samuel II, Reis I, Reis II, Crônicas I e Crônicas II.
3. Fatos após o Exílio na Babilônia - 7 Livros: Esdras, Neemias, Tobias, Judite, Ester, Macabeus I e Macabeus II.
4. Livros Sapienciais - Ensino e Oração - 7 Livros: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cânticos, Eclesiástico (ou Sirac) e Sabedoria.
5. Profetas Maiores - Pregações - 6 Livros: Osaías, Jeremias, Lamentações, Baruc, Ezequiel e Daniel.
6. Profetas Menores - 12 Livros: Oséias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias, Malaquias.

APRESENTAÇÃO (1B)  

• A Santa Igreja tem como estrutura ou sustentáculo as Sagradas Escrituras (os dois Testamentos, Antigo e Novo), a Tradição e o Magistério da Igreja. Para entender melhor as Sagradas Escrituras também é preciso entender a organização da Igreja.
1. Sagradas Escrituras: como já vimos, são formadas por livros que são a Palavra de Deus. Aconteceu que elas foram escritas por seres humanos, mas inspirados pelo Espírito Santo, este escritor recebeu o nome de hagiógrafo (autor de textos sagrados), obviamente por inspiração do Espírito Santo.
Outro ponto importante é a palavra Bíblia que significa coleção de livros, ou seja, é a palavras de Deus. Os livros que formam as Sagradas Escrituras (as Bíblias) são a palavras de Deus na forma escrita humana.
Por fim, o Verbo de Deus, que é Jesus encarnado em Maria, sua Mãe. As Bíblias, Antigo e Novo Tratamento, são o Pão da Vida, o alimento, não apenas informação, mas o caminho para a salvação.
2. Tradição: A Tradição surge com os Apóstolos e os setenta e dois, no entanto não são informações casuais, mas inspiradas pelo Espírito Santo de Deus. A pregação oral praticada pelos Apóstolos e os setenta e dois fazem parte da tradição, bem como as pregações, nos primórdios da Igreja, no interior das catacumbas no morro do Vaticano. Também faz parte das tradições os escritos deixados por padres e bispos que tiveram contato ou conviveram com os Doze.
3. Magistério: É o Magistério da Igreja que interpreta e transmite toda a revelação vinda de Deus Pai, Deus Filho e por inspiração provida pelo Espírito Santo. O Papa, o sucessor de São Pedro, junto com os Bispos, são os responsáveis por administrar e formar. Por exemplo, nossos textos são orientados na interpretação da do Magistério da Igreja. O Magistério tem o papel de ensinar aos seguidores da fé cristã, religiosos ou leigos, as palavras de Deus e garantir uma única interpretação, evitando dessa maneira interpretações pessoais, equivocadas e até erradas.
É importante destacar que as Sagradas Escrituras são interpretadas pela Igreja para não ocorrer desvios e até interpretações errôneas, como acontece com os integrantes de igrejas e seitas crentes, evangélicas e outras que se denominam cristã. Os pastores dessas igrejas ou seitas interpretam as escrituras de acordo com suas conveniências me interesses. Um religioso ou religiosa Católico não pode fazer o mesmo, pois a Santa Igreja é verdadeiramente o “Corpo místico de Jesus” e segue suas Palavras e ensinamentos.

Importante: as duas Escrituras estão interligadas e formam uma única Bíblia.

  • Os textos do Antigo Testamento, são livros separados e que foram unidos formando a Bíblia. Estes foram escritos durante mais de mil anos, pois foram iniciados entre os séculos XII e XI a.C. e concluídos por volta do século I d.C.

  • Esses textos foram escritos em diversas línguas, destacando-se o hebraico, aramaico e o grego.

  • São 46 (quarenta e seis) livros os que compõem o Antigo Testamento. Somados os 27 do Novo Testamento, as Bíblias totalizam 73 livros.

  • É preciso destacar que essa é a Bíblia Católica, do Antigo Testamento, e não a dos crentes e evangélicos, são originárias das ideias pessoais de Calvino e Lutero. Quanto ao Novo Testamento eles usam a mesma Bíblia que os Católicos organizaram. É muito comum nessas religiões interpretarem as Sagras Escrituras para atender seus interesses pessoais e não a verdade.

  • A Bíblia dos crentes e evangélicos, a do Antigo Testamento, possui sete livros a mesmos, também aceitam apenas parte dos livros de Daniel e Ester.

  • Esses grupos religiosos, diferentemente da Igreja Católica, não concordam que os textos escritos em grego tenham sido escritos por inspiração do Espírito Santo.

  • Quais são esses livros? Pela ordem: Tobias, Judite, Baruc, Eclesiástico, Sabedoria, 1 Macabeus, 2 Macabeus,  e parte do livro de Daniel e Ester. Eles aceitam apenas os escritos em hebreus como sendo inspirados pelo Espírito Santo.

  • Para nós católicos, tanto o Antigo Testamento, vindo da religião judaica, religião seguida por José, Maria e o próprio Jesus, são aceitos todos os livros e tidos como verdadeiros todos os seus textos.

A Bíblia, o Antigo Testamento, é dividida em quatro partes, são elas:
1. Livros do Pentateuco – 5 (cinco) no total.
2. Livros Históricos – 16 (dezesseis) no total.
3. Livros Sapienciais – 7 (sete) no total.
4. Livros Proféticos – 18 (dezoito) no total.

  • Em vários momentos do Novo Testamento Jesus faz menção sobre os livros do Antigo Testamento, bem como os Evangelistas e Paulo, isso demonstra que ambas as Escrituras estão ligadas e são parte de um único Deus e Criador.

  • Entender e conhecer o Antigo Testamento é importante e necessário para o bom entendimento do Novo Testamento.

  • Ambas as Escrituras foram escritas por inspiração do Espírito Santo de Deus e elas estão ligadas em atos, ações e por previsões que são confirmadas.

  • Da Gênesis ao Apocalipse os textos nos conduzem a um único Pai e Senhor. Ambas nos proporcionam entender um pouco dos mistérios de Deus e com elas sermos agraciados por novas revelações do Pai e Senhor.

  • Todo aquele e aquela que pelo menos uma vez na vida pode ler as duas Bíblias será e entenderá mais a fundo o que é a fé na Igreja criada por Jesus e estruturada por São Padro, por ordem e orientação de Jesus.


Voltar para o conteúdo