Aparecida-01 - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Especial > 300 anos
O Papa Bento XVI em Aparecida - SP
O Início de tudo – IX – Novo
 Por: Vivaldo Armelin Júnior – 11/10/2017

 
• Minha Mãezinha está me esperando em Aparecida para sua festa, mas não posso ir, no entanto tenho meios para acompanhar a sua festa por diversos meios de comunicação, seja no Brasil e no mundo, por exemplo, pela Rádio Aparecida, pelo portal A12.com, pela TV Aparecida e outros sites católicos.
• Essa festa é muito importante para todos que amam a Mãe de Jesus, nosso Deus e Pai. Nessa homenagem, no dia 12 de outubro de 2017, portanto amanhã, tenho certeza que de alguma maneira estarei a seu lado Santa Virgem Maria, minha mãe. Não estamos desprezando nossas mães terrenas, mas também as homenageando, pois aquelas que estão ao lado da Mãe e do Pai poderão fazer sua homenagem ao vivo.
• Aparecida é o marco nas revelações da Santa Maria, pois ela veio por meio da "pesca" de uma Imagem Milagrosa, se manifestou de diversas maneiras durante a sua intercessão junto a seu Filho Jesus. Curou cegos, aleijados, evitou a morte de pessoas com câncer proporcionando a cura, de acidentados no trânsito de nossas cidades e estradas, fez surdos ouvir, libertou um escravo, além da pescaria milagrosa.
• Nesta festa farei uma grande homenagem à Mãe Aparecida com um desagravo em favor daqueles e daquelas que a ofendem e a não respeitam. A essas pessoas venho pedir ao Pai que abras os olhos da ignorância e do desrespeito, para que se arrependam e passem a venerar a Tua sagrada Mãe.
Amém!
O Início de tudo – I
Por: Vivaldo Armelin Júnior – 12/10/2015
 
• Nossa Senhora Aparecida, ou melhor, Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nome dado pelo povo por sua imagem “aparecida” nas águas do Rio Paraíba do Sul, na realidade a pequena imagem foi “pescada na redes de três pescadores, na proximidades do Porto Itaguaçu, em dois lançamentos da rede.
• No primeiro lançamento após inúmeras tentativas foi “pescado” o corpo e em seguida, num segundo lançamento das redes, a cabeça, isso no ano de 1717.
• No dia doze de outubro de 2017, essa passagem será relembrada e comemorada, data em que o encontro da imagem fará trezentos anos, com a promessa do papa Francisco de estar presente às comemorações.
• Por essa razão o Portal VivaJesusBr inicia nesta data, dois anos antes, estas páginas descrevendo os acontecimentos históricos e religiosos que foram marcantes na vida do povo brasileiro.
• Estamos hoje comemorando duzentos e noventa e oito anos, uma data especial, uma data que nos conduz ao amor de Deus, Jesus e do Espírito Santo, mas também de José e Maria, por nos entregar seu Filho Jesus. Também pelo amor de Nossa Senhora para com o povo brasileiro.
• Aparecida, SP, recebe por ano aproximadamente onze milhões de turistas religiosos e esse número só vem aumentando. Como nos demais Santuários Marianos pelo mundo, o de Aparecida tem recebido a visita de pessoas do mundo todo.
• Também é grande o número de relatos de graças e milagres registrados, sem falar naqueles que em agradecimento os fiéis deixam na Sala de Promessas, como algum objeto, fotografia, carta, roupa, pintura, muletas, camisas de futebol etc.
• Também mostraremos o trabalho de conclusão das obras da Basílica Nova, como é conhecida pelo povo de Deus, mas também da Basílica Velha, a Matriz Basílica, ambas Santuário.
• Registros fotográficos serão feitos acompanhando os trabalhos nos dois Santuários. A Matriz Basílica está em processo de restauração, que também deve ser concluído até 2017.
• Até o próximo relato.
• Que a Mãe de Deus interceda por nós e muitas graças e milagres ocorram. Amém!
O Início de tudo – II
Por: Vivaldo Armelin Júnior – 19/10/2015
 
• A história da “pesca” da imagem de N. Sra. Aparecida está em “Leitura”, por essa razão não aprofundaremos os estudos referentes à história. Serão destacados os milagres, acontecimentos, obra da Matriz Basílica (Casílica Velha), restauração, obras do Santuário Nacional de N. Sra. Aparecida (Basílica Nova), os preparativos para a festa dos trezentos anos, os locais sagrados e de turismo religioso, entre outros temas.
• A imagenzinha da Mãe Aparecida, após ser pescada, permaneceu na residência de Felipe Pedroso, por quinze anos. Era nessa época muito comum a família de Felipe receber a vizinhança para orar aos pés da Imagem Milagrosa.
• Durante as orações começaram a acontecer milagres, como o da vela que se apagou e repentinamente se acendeu. Esses acontecimentos levaram a fama da pequena imagem de Nossa Senhora não apenas para a região de Guaratinguetá – SP, mas por todo país.
• Com o aumento significativo dos devotos a então Guaratinguetá, pois aparecida ainda não existia como município, o então vigário daquela localidade ordena a construção da Capela no alto do Morro dos Coqueiros e aberta à visitação no dia 26 de julho de 1745. Esta foi a segunda capela, pois a primeira foi construída por Felipe Pedroso em sua casa.
• Em 1834, a capela já não tinha espaço suficiente para atender aos fiéis, quando no mesmo espaço, Morro dos Coqueiros, foi iniciada a construção da Matriz Basílica, concluída no dia 08 de dezembro de 1888.
• Amém!
O Início de tudo – III
Por: Vivaldo Armelin Júnior – 28/10/2015
 
• Já no século XVIII a imagenzinha da Mãe Aparecida ganhou muitos devotos pelo país, a notícia se espalhou com muita rapidez.
• Na época não havia nenhuma tecnologia de comunicação, os correios, militares e viajantes foram os responsáveis pela divulgação dos milagres atribuídos à Nossa Senhora. Esses milagres ocorriam por intercessão da Mãe de Deus.
• Muita gente começou a orar e fazer pedidos à nova denominação de Maria. Até aquela data a pequena imagem era de Nossa Senhora da Conceição, após a “pesca” e os milagres, passou a ser identificada pelo povo de Deus como Nossa Senhora da Conceição Aparecida ou simplesmente Nossa Senhora Aparecida.
• Devotos começaram a visitar a pequena imagem a procura de uma ajuda, para agradecer ou simplesmente conhecer a pequena imagem enegrecida pelas águas do Rio Paraíba do Sul.
• De 1717 até o final daquele século – 1800 – a imagem ficou conhecida pelo país.
• Muitos não podiam ou não conseguiam viajar para se aproximar da pequena Imagem da Mãe Maria porque o transporte na época era a pé, em carroça, no lombo de um animal, cavalo, carro de boi, vale destacar que as estradas eram precárias e em muitas regiões não existiam.
• Amém!
O Início de tudo – IV
 Por: Vivaldo Armelin Júnior – 06/11/2015

• No dia 16 de maio de 1978 a imagenzinha de Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi violentamente atacada em seu retábulo no Santuário Nacional em Aparecida – SP. Esse ataque causou sérios danos à imagem quebrando-a em mais de duzentos pedaços.
• O ataque deixou o país chocado e indignado. Muita gente até pensou que a pequena imagem não mais seria exposta, pois não poderia ser restaurada.
• A artista e restauradora Maria Helena Chartuni, Chefe do Departamento de Restauração do MASP, entregou a imagem como ela era. Um trabalho profissional e de qualidade.
• Em 19 de agosto de 1978 a imagenzinha da Mãe Aparecida retorna para Aparecida – SP e ganha um novo nicho, mais seguro e que garante aos fiéis sua visualização.
• Amém!
Início de tudo – V
Por: Vivaldo Armelin Júnior – 02/12/2015

• A imagem Milagrosa de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, para o povo simplesmente, Nossa Senhora Aparecida, foi “pescada” no Rio Parnaíba do Sul, nas proximidades do Porto Itaguaçu, na época pertencia a Guaratinguetá. Naquela época o Brasil ainda era colônia de Portugal, era 1717.
• O interessante foi a atitude dos três pescadores, após a pesca milagrosa, a família de Felipe Pedroso a guardou, mas não impediu que o povo da região viesse ver e orar ao lado da pequena imagem da Mãe de Jesus. Essa ação permitiu que a devoção crescesse e extrapolasse a região de Guaratinguetá.
• A imagem não permaneceu com a família de Felipe, mas sim peregrinou, vejamos para onde ele foi:
1. Com a família de Felipe pedroso: 1717 a 1733.
2. De 1733 a 1745 - foi transferida para um oratório que foi construído para abriga-la onde hoje está a atual igreja São Geraldo, ainda nas proximidades do Porto Itaguaçu.
3. De 1745 a 1888 - foi para a capela construída no morro dos Coqueiros, onde hoje está a Matriz Basílica (Basílica Velha).
4. De 1888 a 1982 – Foi então construída a Matriz Basílica, pois a pequena Capela não comportava o grande número de peregrinos e fiéis, lá a imagem permaneceu. Já no Município de Aparecida – SP.
5. Em 1982 – Com a então Basílica Nova em condições de receber a pequena imagem, mas ainda inacabada, foi entronizada e lá permanece, hoje denominada: Santuário Nacional Nossa Senhora da Conceição Aparecida.
Amém!
O Início de tudo – VI
 Por: Vivaldo Armelin Júnior – 29/02/2016
 
• Nossa Senhora intercede por nós e hajam pedidos, são muitos, em casa, no serviço, em uma das igrejas deste país e mundo, em Aparecida, Guadalupe, Fátima, Lourdes... entre tantas outras localidades onde a Mãe de Jesus apareceu, ou melhor, se manifestou.
• Mãe do Filho de Deus é venerada com muito fervor pelos fiéis católicos e mesmo de outras religiões, em Aparecida – SP.
• Tantos pedidos, tantos agradecimentos, muitos destes fiéis, sem condição financeira para chagar à Aparecida guardam o que podem para peregrinar até a Casa da Mãe Aparecida.
• Outros vem a pé, em montaria, carregando uma cruz, a Imagem da Santa, a Bíblia etc.
• É muito comum ver estes romeiros lendo a Bíblia durante o percurso, muitas vezes mais de 300 km de caminhada. Não podemos nos esquecer dos grupos de tropeiros, ciclistas, caminhoneiros, motociclistas, taxistas, militares, entre tantos outros devotos da Mãe Aparecida.
• Mais do que a história são os benefícios proporcionados pela Santa de Aparecida, casamentos salvos por Sua interseção, bem como as curas milagrosas, recuperação de acidentados, conquista da tão sonhada moradia etc.
• Esta é Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Mãe de Jesus, portanto Mãe de Deus humano e divino.
Amém!
O Início de tudo – VII
 Por: Vivaldo Armelin Júnior – 17/03/2016
 
• É muito interessante saber que só tem aumentado a devoção à Mãe Aparecida, pois a cada ano os Santuários de Aparecida tem recebido um número maior de devotos.
• Com o aumento do número de devotos, também tem aumentado os registros de graças proporcionados pela intercessão da Mãe de Deus, condição que permite ao Santuário renovar anualmente os ex-votos expostos na Sala das Promessas, no subsolo.
• Deus nos deu uma imagenzinha de barro da sua Santíssima Mãe para nos libertar do mal, proporcionar melhores dias e interceder por nós.
• Quem vai a Aparecida quer ver a pequena imagem assentada em seu nicho dourado, as fotos não são apenas um registro daquele momento, mas sim a intensão de levar um pouco do amor de Nossa Senhora.
• É muito bonito estar diante daquela pequena imagem enegrecida pelas águas do Rio Paraíba do Sul, pois não é como ver uma imagem em um museu ou até em casa, temos uma grande sensação de amor, amparo, apoio e de libertação dos pesos do dia a dia.
• Pessoas de todas as idades ali passam, todas se sentem um a criança amparada pela Santa Maria. A Mãe das mil denominações nos olha e nos acompanha. Ao contrário do que dizem muitos irmãos evangélicos, nós cristãos católicos não adoramos a imagem, mas sim devotos da Mãe de Deus representada naquela pequena imagem de barro.
Amém!
O Início de tudo – VII
 Por: Vivaldo Armelin Júnior – 11/04/2016
 
• Neste texto falaremos um pouco sobre as obras no Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, com destaque para o acabamento do revestimento interno, das colunas e baldaquino, bem como da nave central.
• Um trabalho minucioso e de muita paciência. Esse trabalho está avançando para que na comemoração dos trezentos anos da “Pesca Milagrosa”, mas também dos cem anos da aparição de Nossa Senhora de Fátima, o Brasil já recebeu e entronizou a imagem da Mãe de Jesus que se revelou em Portugal aos três pastores em 1917. Nossa Senhora revelou-se por meio de sua Imagem nas águas do Rio Paraíba do Sul em 1717, em Portugal duzentos anos depois, a três pescadores, em Portugal a três pastores.
• Melhorias foram feitas no subsolo da Basílica Nova para que os fiéis possam realizar sua refeição, trazida de casa, ou adquirida na lanchonete. É isso mesmo, as mesas podem ser utilizadas sem a necessidade de consumir produtos da lanchonete.
• O berçário e o fraldário receberam melhorias e até ampliados, bem como o posto médico.
Amém!
O Início de tudo – VIII
 Por: Vivaldo Armelin Júnior – 19/04/2016
 
• Nas águas do Rio Paraíba do Sul Santa Maria se anuncia ao povo brasileiro por meio de uma imagem pequena e enegrecida. A Mãe de Jesus é uma das maiores seguidoras de seu Filho único.
• O primeiro documento sobrea “Pesca Milagrosa” foram registrados por dois Padres, são eles, Pe. José Alves Vilela, em 1743, e o Pe. João de Morais e Aguiar, em 1757, ambos estão preservados nos livros da Paróquia de Santo Antônio de Guaratinguetá, Guaratinguetá – SP, pois a atual região de Aparecida fazia parte de Guaratinguetá.
• Até então as informações eram orais e o testemunho dos pescadores, além das pessoas que residiam e participavam das novenas.
• Ambos pesquisaram os fatos e os acontecimentos com muito cuidado, um cuidado muito importante e necessário.
• Eles, os documentos, estão preservados até os nossos dias.
• Outro fator importante é que foi confirmado a existência das pessoas envolvidas, pois na época quem fazia o registro da população era a Igreja, não haviam cartórios. Comprovadamente todos envolvidos existiram. Não conseguimos saber se estes registros existem até os nossos dias.
• No entanto, a maior prova dos fatos e acontecimentos, é a pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, que já foi datada como da época e confeccionada, como já descrevemos, em Santana de Parnaíba – SP. Porém não se sabe como e onde ela foi lançada no Rio Paraíba do Sul.
Amém!
O Início de tudo – VIII
 Por: Vivaldo Armelin Júnior – 10/10/2017

• Estamos a apenas dois dias das festas de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, uma grande Festa à Mãe de Jesus. Acredito que Jesus Cristo está satisfeito e muito alegre, como ficou com as festas de Fátima. Mas, vamos a outra análise, Por que será que Deus proporcionou a pesca de uma Imagenzinha de Nossa Senhora da Conceição?
• Pergunta curiosa, mas acredito fácil de entender, Conceição significa conceber e gerar. Esta é uma análise pessoal, mas que está voltada para uma realidade, o Brasil era um país nascente, estava em seu início, ainda colônia de Portugal.
• A "pesca" desta imagem nos leva a refletir, Nossa Senhora da Conceição que se tornará Aparecida, aquela que concebeu, e mais importante, veio a nós enegrecida pelas águas do Rio Paraíba do Sul. Por que não foi pescada uma N. Sra. da Escada, que tem uma igreja em sua homenagem em Guararema - SP, por exemplo, pois o Rio Paraíba do Sul corta aquela cidade. Mas Deus tem seus caminhos e preferiu uma imagem provavelmente produzida em Santana do Parnaíba - SP, pelo Frei Agostinho de Jesus, que tem outras imagens de Nossa Senhora da Conceição atribuídas a ele.
• Uma imagem de Nossa Senhora da Conceição e enegrecida, num país que tinha apenas 217 anos em 1717. Portanto podemos associá-la ao florescer de um país, mas também preocupada com os excessos produzidos pela escravidão de negros e índios. A intenção de Deus, não se sabe, mas já ouvi de diversos padres que foi para salvar um país.
• Estamos a dois dias da grande "Festa" no Brasil todo, mas em especial em Aparecida, com a Basílica Nova toda acabada por dentro, bonita, para uma Mãe que só trouxe benefícios a este Brasil.
• Participemos das festas, pelo rádio, televisão, internet, redes sociais, ou ainda, ao vivo em Aparecida.
Amém!
Voltar para o conteúdo