A - VivaJesusBr

A Trindade Santa e a Família Sagrada nos amam!
Estamos a 16 anos evangelizando! Obrigado! Janeiro mês do nosso aniversário!
Iniciado em: 15/01/2002
Neste endereço (domínio): 14/01/2006
Em 2018, novo visual!
Ir para o conteúdo
Beatos & Santos > Santos > A

SANTOS

  1. • Aarão (séc.XIII a.C., Egito - séc. XIII a.C., monte Hor) - 01/07 Nasceu no Egito no século XIII a.C. Era irmão mais velho de Moisés. Casou-se  e foi pai de quatro filhos, sendo que os dois primeiros morreram antes de se casarem, mas Eliezer e Itamar foram pais e seus herdeiros de sacerdócio chegaram até o nascimento de Jesus, vale lembrar que o sacerdócio naquela época era passado de pai para filho. Aos 83 anos de idade foi ser interprete de Moisés junto ao faraó egípcio. Faleceu no Monte Hor, Palestina, no séc. XIII a.C.
  2. • Ábaco (?séc.III, ? - séc. III, Roma) - Mártir juntamente com o Santo Audifax, Santa Marta e São Mário - 19/01 Nasceu  em local não identificado por nós, durante o séc. III provavelmente. A tradição conta que Mário, Marta, Audifax e Ábaco estavam em peregrinação partindo da Pérsia para Roma com a intenção de venerar os túmulos dos Apóstolos Pedro e Paulo. Já em Roma, nos arredores da cidade, se dispuseram a ajudar um sacerdote, chamado Valentin, que enterrava os corpos de duzentos e sessenta mártires que haviam sidos decapitados. Como de hábito responsáveis pelos assassinatos abandonaram os corpos ao lado da estrada para servirem de exemplo. Quando enterravam os corpos foram flagrados e presos. Todos os cinco foram mortos, não apenas por enterrar os mortos, mas principalmente por não aceitarem a prestar homenagem a um deus pagão. Faleceu em Roma, no séc. III.
  3. • Abacuc (?, ? - ?, ?) - Antigo Testamento - Profeta - 02/12
  4. • Abdão (Abdon) (?, ? - 303, Roma) - Mártir juntamente com São Sênen - 30/07 Nasceu em local e data não identificada por nós. Alguns textos apontam para persa, mas não há nenhuma confirmação. Era provavelmente uma pessoa de origem humilde, mas não temos outras informações sobre Abdão. Durante o governo de Diocleciano muitos Cristãos foram martirizados, entre eles Abdão e seu companheiro Sênen. Não temos informações como foram mortos.Sabe-se que pouco tempo após as suas mortes já haviam fiéis cultuando-os. Faleceu em Roma, por volta do ano 303.
  5. • Abdias (?, ? - ?, ?) - Antigo Testamento - Profeta - 19/11
  6. • Abércio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 22/10
  7. • Abibo (?, ? - 305, Síria) - Mártir juntamente com São Samonas e São Gurias - 15/11 Nasceu em local e data não identificados por nós. Pouquíssimo se sabe sobre este Santo. Foi preso juntamente com Samonas e Gurias (Santos) e julgados. Foram condenados à morte. Faleceu em Edessa, Síria, martirizado, por decapitação, no ano 305.
  8. • Abílio (?, ? - ?, ?) - 22/02
  9. • Abo de Fleury (?, ? - ?, ?) - Abade - 13/11
  10. • Abraão de Krátia (?, ? - ?, ?) - Bispo - 06/12
  11. • Abraão de Rostov (?, ? - ?, ?) - Abade - 29/10
  12. • Abraão de Smolenk (?, ? - ?, ?) - Abade - 21/08
  13. • Abraão (Abrão) Kiduna (o Solitário) (296, Mesopotâmia - 366, Mesopotâmia) - Bispo - 16/03 Nasceu em Edessa, Mesopotâmia, no ano 296. Sua biografia foi escrita por Santo Efrem. Originário de uma família rica. Quando jovem é obrigado a casar-se por determinação de seus pais, mas após o sétimo dia de festejos fugiu para uma cabana, nessa passou a viver isolado a ponto de lacrar a porta para que ninguém adentrasse, deixou apenas uma abertura para receber o alimento. Viveu por dez anos naquele local até a morte de seus pais. Herdeiro de grande fortuna não teve dúvida, ordenou que ela fosse distribuída para os pobres. Logo em seguida por determinação do bispo de Edessa foi enviado como missionário para Beth-Kiduna, na Mesopotâmia. Nessa localidade a população era pagã e Abraão conseguiu convertê-los, construiu igrejas e pregou arduamente. Mais tarde retorna para sua cela no deserto. Numa certa data recebeu uma jovem, sua sobrinha, que havia ficado órfã, ela foi entregue a seus cuidados. Essa jovem se chamava Maria decidiu levar uma vida desregrada numa vila próxima. Abraão partiu a procura da jovem disfarçado de soldado. Quando a encontrou conversando se identificou. Sua atitude fez com que a jovem Maria se convertesse. Então a jovem passou a viver reclusa e dedicando-se à caridade. mais tarde foi proclamada santa, conhecida como Maria de Edessa. Abraão e maria eram muito procurados no seu retiro no deserto. A jovem faleceu em 361, cinco anos antes de seu tio. Faleceu em Edessa, na Mesopotâmia, no ano 366.
  14. • Abraão de Krátia (?, ? - ?, ?) - Bispo - 06/12
  15. • Abundancio (?, ? - ?, ?) - Mártires juntamente com Abúndio - 16/09
  16. • Abúndio & Companheiros (?, ? - ?, ?) - Mártires juntamente com o Santo Abundancio - 16/09
  17. • Aça (?, ? - ?, ?) - Mártir - 20/10
  18. • Acácio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 31/03
  19. • Acácio (?, ? - ?, ?) - 09/04
  20. • Acácio (?, ? - ?, ?) - Mártir - 08/05
  21. • Acardo (?, ? - ?, ?)- Bispo - 29/04
  22. • Aciclo (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santa Vitória - 17/11
  23. • Acursies (?, Itália - 1220, Marrocos) - Irmão leigo mártir juntamente com seus companheiros os Santos Otto, Beraldo (ou Berardes) (Sacerdote), Adjutus (irmão leigo) - 16/01 Nasceu na Itália, em data não identificada por nós. Era um frade menor do grupo de São Francisco de Assis. São Francisco envia Otto juntamente com o Sacerdote Berardes e dois irmãos leigos, Acursies e Adjutus (todos os três Santos e mártires). Conta a história que partiram com destino o Marrocos. Durante a viagem pregaram e evangelizaram dentro do território italiano, passaram pela França, Espanha, com destaque para Sevilha e Portugal. Finalmente chegam aos Marrocos. Naquele país foram presos e na prisão foram açoitados até aparecer os ossos. Em seguida despejaram óleo quente sobre as feridas e depois vinagre. A violência não parou, todos foram arrastados sobre pedras pontiagudas e cacos de cerâmica. Por fim, com uma espada abriram seus crânios. Faleceu no Marrocos, martirizado, no dia 16 de janeiro de 1220. Os restos mortais dos mártires foram recuperados, transferidos para Coimbra, Portugal, mais especificamente para o Mosteiro de Santa Cruz. Foi Canonizado pelo Papa Sixto IV, no ano de 1481.

  1. • Adaí (?, ? - ?, ?)- Bispo - 05/08
  2. • Adalberdo de Osttrevant (?, ? - ?, ?)- Mártir - 02/02
  3. • Adalberto de Egmond (?, ? - ?, ?)- Mártir - 25/06
  4. • Adalberto de Magdeburgo (?, Alemanha - 981, Alemanha) - Arcebispo - 20/06 Nasceu na Alemanha, em data não identificada por nós. Estudou na Alemanha e se tornou sacerdote após muita dedicação e Fé. É mandado, juntamente com outros companheiros de Fé, para uma missão na Rússia com o objetivo de evangelizar os eslavos. Com exceção de Adalberto, todos seus companheiros foram assassinados. Conseguindo retornar a sua pátria mãe é eleito abade de Wissemburg onde trabalhou com muito afinco e onde também obteve grande notoriedade. Sua fama proporcionou a indicação para ser o primeiro bispo de Magdeburgo, na Saxônia, cargo que ocupou até a sua morte. Faleceu na Alemanha, no ano de 981.
  5. • Adalberto de Praga (?, ? - ?, ?) - Bispo Mártir - 23/04
  6. • Adamnamo (?, ? - ?, ?) - 31/01
  7. • Adamo (?, ? - ?, ?) - 03/06
  8. • Adano (?, ? - ?, ?) - 23/09
  9. • Adauto (?, ? - ?, ?) - 07/02
  10. • Adauto (séc. III, ?Itália - ?304, Itália) - Mártir juntamente com São Félix - 30/08 Nasceu provavelmente na Itália, em data não identificada por nós. Adauto declarou-se cristão durante o cortejo ao martírio de Félix. Este era sacerdote, quando Diocleciano governava e perseguia os Cristãos. Foi por esta razão que foi preso e condenado à morte. Durante a cortejo para o martírio, conduzido por um grupo de soldados romanos, diante de muitos curiosos e Cristãos inconformados, um homem sai do meio do povo e se dirige a Félix e, diante de todos se declara Cristão. Ao desafiar as leis daquele sanguinário perseguidor de Cristãos, o homem, sem nome, é preso e tem ali mesmo sua sentença de morte decretada pelos próprios soldados e populares pagãos. Faleceram na Itália, martirizado por decapitação em praça pública, por volta do ano 304, séc. IV. Como aquele homem não tinha identidade o povo o chamou de Adauchus (adjunto) e com o passar do tempo se tornou Adauto. Foram Canonizados pelo Papa Leão IV, em data não identificada por nós.
  11. • Adelardo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 02/01
  12. • Adele (?, ? - ?, ?) - 24/02
  13. • Adelelmo (?, ? - ?, ?) - Abade - 30/01
  14. • Adelmar (?, ? - ?, ?) - Abade - 24/03
  15. • Adelmo (?, ? - ?, ?)- Bispo - 25/05
  16. • Adeodato (?, ? - ?, ?) - Abade - 27/09
  17. • Adeodato de Nápoles (?, ? - ?, ?) - 27/06
  18. • Adeolo (?, ? - ?, ?) - Mártir - 01/05
  19. • Adjutor (?, ? - ?, ?) - Monge - 30/04
  20. • Adjutus (?, Itália - 1220, Marrocos) - Irmão leigo mártir juntamente com seus companheiros Santo Otto, São Beraldo (ou Berardes) (Sacerdote), Santo Acursies (irmão leigo) - 16/01 Nasceu na Itália, em data não identificada por nós. Era um frade menor do grupo de São Francisco de Assis. São Francisco envia Otto juntamente com o Sacerdote Berardes e dois irmãos leigos, Acursies e Adjutus (todos os três Santos e mártires). Conta a história que partiram com destino o Marrocos. Durante a viagem pregaram e evangelizaram dentro do território italiano, passaram pela França, Espanha, com destaque para Sevilha e Portugal. Finalmente chegam aos Marrocos. Naquele país foram presos e na prisão foram açoitados até aparecer os ossos. Em seguida despejaram óleo quente sobre as feridas e depois vinagre. A violência não parou, todos foram arrastados sobre pedras pontiagudas e cacos de cerâmica. Por fim, com uma espada abriram seus crânios. Faleceu no Marrocos, martirizado, no dia 16 de janeiro de 1220. Os restos mortais dos mártires foram recuperados, transferidos para Coimbra, Portugal, mais especificamente para o Mosteiro de Santa Cruz. Canonizado pelo Papa Sixto IV, no ano de 1481.
  21. • Adolfo (Séc. XII, Alemanha - 1224, Alemanha) - Monge - 11/02 Nasceu na Alemanha, no séc. XII. Era uma pessoa não cristã até conhecer a Ordem dos Cistercienses da Abadia de Cap, na Alemanha. Nessa época era um conde. Abandonou tudo para viver por Deus. Pouco tempo depois já era monge cisterciense. Assumiu como cônego da Igreja de São Pedro de Colônia, na Alemanha. Tempo depois se tornou bispo de Osnabrück, em Vestefália, na Alemanha. Estava sempre ajudando doentes, principalmente os leprosos. Faleceu em Osnabrück, em Vestefália, na Alemanha, no ano de 1224.
  22. • Adolfo (?, ? - ?, ?) - Canonizado juntamente com São Herveu - 17/06
  23. • Adolfo (?, ? - ?, ?) - 19/07 - 16/12
  24. • Adolfo (?, ? - 1852, Espanha) - Mártir juntamente com seu irmão São João 27/09 Nasceu em local e data não identificados por nós. Sabe-se que seu pai era mouro e sua mãe cristã, o restante da família eram mouros. Quando ficaram órfãos sua mãe ingressou em uma comunidade cristã. O problema é que o restante da família não gostou e os denunciou. Foram presos e coagidos a negar sua fé e aderir à moura. Aconteceu que não aceitaram e ainda confirmaram sua fé cristã, foram condenados à morte. Faleceram, martirizados, no ano 1852.
  25. • Adolfo de Osnabruece ou Onabruck (?, ? - ?, ?) - 14/02
  26. • Ádon (?800, Áustria - 875, Áustria) - 16/12 Nasceu na Áustria, por volta do ano 800. De família nobre. Ingressou  na juventide na Abadia de Ferrères-em-Gâtirais, em Sens, Áustria. Foi companheiro e amido de Servato Lupo, que anos mais tarde se tornou abade daquele local. Passou por vários Mosteiros. Foi nomeado bispo de Viena, por recomendação, através de carta, do abade Lupo. Lutou por uma Igreja livre e independente. Foi também um dos responsáveis pela reorganização do Martirológio Cristão, em outras palavras, a reorganização e distribuição das datas comemorativas no Calendário Cristão. Grande fonte de pesquisa para historiadores, leigos ou religiosos. Faleceu em Viena, Áustria, no ano 875.
  27. • Adriano (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Sta. Natália - 08/09
  28. • Adriano (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Sto.  Eubulo - 05/03
  29. • Adriano de Cantuária (ou Cantorbery) (635, África - 710, Inglaterra) - Abade - 09/01 Nasceu na África, no ano de 635. Hadrian é o seu nome de batismo e com cinco anos sua família deixa a África com destino a cidade de Nápolis. Dedicou-se aos estudos no Convento beneditino onde foi ordenado Sacerdote. Desde o início era bastante interessado e estudioso das Escrituras Sagradas, além de falar o grego e o latim era professor de Ciências Humanas e Teologia e, ainda, foi conselheiro do Papa Vitalino. Foi indicado para o cargo de Bispo da Cantuária, na Inglaterra, com a morte do então Bispo, porém recusa o cargo por duas vezes e o Papa lhe pede que indique um outro sacerdote. Então indica o Monge grego, também Teólogo beneditino Teodoro de Tarso que estava em Roma. Este aceita o convite com a condição que Adrino o acompanhasse. Nomeados Bispo e Assistente respectivamente, foram para a Inglaterra com a missão de evangelizar. Os dois se destacaram na evangelização do povo inglês, onde a maioria da população era pagã. Foi nomeado por Teodoro como Abade do Convento beneditino de São Pedro, em seguida renomeado para Santo Agostinho. A escola foi renovada e se tornou um local para a formação de Clérigos (Sacerdote Cristão). Ganhou a admiração do povo inglês pela sua sabedoria, capacidade de ensinar, bondade, piedade e caridade. Faleceu na Inglaterra, no ano de 710. Foi enterrado no cemitério do Convento e sua sepultura passou a ser um local de peregrinação, onde os fiéis obtinham graças e prodígios. Para a surpresa de todos, em 1091, quando da transferência de seu corpo para a cripta da Igreja do Convento, ao ser exumado, foi encontrado intacto, ou melhor, incorrupto, fato que contribuiu para a sua Canonização, além dos muitos milagres relatados por intercessão.
  30. • Adriano & Companheiros (?, ? - ?, ?) - Mártires - 04/03
  31. • Adriano II (?, ? - ?, ?) - Papa - 08/07
  32. • Adriano III (?, ? - ?, ?) - Papa - 06/07
  33. • Adriano Janssen van Hivalrenbeek (?, ? - ?, ?) - Mártir de Gorcun - 09/07
  34. • Aelredo (Etelredo) (1109, Inglaterra - 1166, Inglaterra) - Abade cisterciense - 13/01 Nasceu na Inglaterra, no ano 1109. Originário de família nobre, sua mãe Santa Margarida. Por volta dos vinte e quatro anos de idade ingressa na vida religiosa na Ordem Cisterciense, para isso abandonou toda riqueza. Era uma pessoa paciente, que sabia ouvir com atenção. É eleito em 1142 abade do Mosteiro Revisby. Pouco tempo depois assumiu a Abadia de Rieval. Visitava constantemente o eremita São Goderico para longas conversas, reflexão e oração nas procimidades do Rio Wear. Um grande escritor, por essa razão deixou-nos grandes obras. Faleceu com várias enfermidades, na Inglaterra, no ano 1166.

  1. • Adaí (?, ? - ?, ?)- Bispo - 05/08
  2. • Adalberdo de Osttrevant (?, ? - ?, ?)- Mártir - 02/02
  3. • Adalberto de Egmond (?, ? - ?, ?)- Mártir - 25/06
  4. • Adalberto de Magdeburgo (?, Alemanha - 981, Alemanha) - Arcebispo - 20/06 Nasceu na Alemanha, em data não identificada por nós. Estudou na Alemanha e se tornou sacerdote após muita dedicação e Fé. É mandado, juntamente com outros companheiros de Fé, para uma missão na Rússia com o objetivo de evangelizar os eslavos. Com exceção de Adalberto, todos seus companheiros foram assassinados. Conseguindo retornar a sua pátria mãe é eleito abade de Wissemburg onde trabalhou com muito afinco e onde também obteve grande notoriedade. Sua fama proporcionou a indicação para ser o primeiro bispo de Magdeburgo, na Saxônia, cargo que ocupou até a sua morte. Faleceu na Alemanha, no ano de 981.
  5. • Adalberto de Praga (?, ? - ?, ?) - Bispo Mártir - 23/04
  6. • Adamnamo (?, ? - ?, ?) - 31/01
  7. • Adamo (?, ? - ?, ?) - 03/06
  8. • Adano (?, ? - ?, ?) - 23/09
  9. • Adauto (?, ? - ?, ?) - 07/02
  10. • Adauto (séc. III, ?Itália - ?304, Itália) - Mártir juntamente com São Félix - 30/08 Nasceu provavelmente na Itália, em data não identificada por nós. Adauto declarou-se cristão durante o cortejo ao martírio de Félix. Este era sacerdote, quando Diocleciano governava e perseguia os Cristãos. Foi por esta razão que foi preso e condenado à morte. Durante a cortejo para o martírio, conduzido por um grupo de soldados romanos, diante de muitos curiosos e Cristãos inconformados, um homem sai do meio do povo e se dirige a Félix e, diante de todos se declara Cristão. Ao desafiar as leis daquele sanguinário perseguidor de Cristãos, o homem, sem nome, é preso e tem ali mesmo sua sentença de morte decretada pelos próprios soldados e populares pagãos. Faleceram na Itália, martirizado por decapitação em praça pública, por volta do ano 304, séc. IV. Como aquele homem não tinha identidade o povo o chamou de Adauchus (adjunto) e com o passar do tempo se tornou Adauto. Foram Canonizados pelo Papa Leão IV, em data não identificada por nós.
  11. • Adelardo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 02/01
  12. • Adele (?, ? - ?, ?) - 24/02
  13. • Adelelmo (?, ? - ?, ?) - Abade - 30/01
  14. • Adelmar (?, ? - ?, ?) - Abade - 24/03
  15. • Adelmo (?, ? - ?, ?)- Bispo - 25/05
  16. • Adeodato (?, ? - ?, ?) - Abade - 27/09
  17. • Adeodato de Nápoles (?, ? - ?, ?) - 27/06
  18. • Adeolo (?, ? - ?, ?) - Mártir - 01/05
  19. • Adjutor (?, ? - ?, ?) - Monge - 30/04
  20. • Adjutus (?, Itália - 1220, Marrocos) - Irmão leigo mártir juntamente com seus companheiros Santo Otto, São Beraldo (ou Berardes) (Sacerdote), Santo Acursies (irmão leigo) - 16/01 Nasceu na Itália, em data não identificada por nós. Era um frade menor do grupo de São Francisco de Assis. São Francisco envia Otto juntamente com o Sacerdote Berardes e dois irmãos leigos, Acursies e Adjutus (todos os três Santos e mártires). Conta a história que partiram com destino o Marrocos. Durante a viagem pregaram e evangelizaram dentro do território italiano, passaram pela França, Espanha, com destaque para Sevilha e Portugal. Finalmente chegam aos Marrocos. Naquele país foram presos e na prisão foram açoitados até aparecer os ossos. Em seguida despejaram óleo quente sobre as feridas e depois vinagre. A violência não parou, todos foram arrastados sobre pedras pontiagudas e cacos de cerâmica. Por fim, com uma espada abriram seus crânios. Faleceu no Marrocos, martirizado, no dia 16 de janeiro de 1220. Os restos mortais dos mártires foram recuperados, transferidos para Coimbra, Portugal, mais especificamente para o Mosteiro de Santa Cruz. Canonizado pelo Papa Sixto IV, no ano de 1481.
  21. • Adolfo (Séc. XII, Alemanha - 1224, Alemanha) - Monge - 11/02 Nasceu na Alemanha, no séc. XII. Era uma pessoa não cristã até conhecer a Ordem dos Cistercienses da Abadia de Cap, na Alemanha. Nessa época era um conde. Abandonou tudo para viver por Deus. Pouco tempo depois já era monge cisterciense. Assumiu como cônego da Igreja de São Pedro de Colônia, na Alemanha. Tempo depois se tornou bispo de Osnabrück, em Vestefália, na Alemanha. Estava sempre ajudando doentes, principalmente os leprosos. Faleceu em Osnabrück, em Vestefália, na Alemanha, no ano de 1224.
  22. • Adolfo (?, ? - ?, ?) - Canonizado juntamente com São Herveu - 17/06
  23. • Adolfo (?, ? - ?, ?) - 19/07 - 16/12
  24. • Adolfo (?, ? - 1852, Espanha) - Mártir juntamente com seu irmão São João 27/09 Nasceu em local e data não identificados por nós. Sabe-se que seu pai era mouro e sua mãe cristã, o restante da família eram mouros. Quando ficaram órfãos sua mãe ingressou em uma comunidade cristã. O problema é que o restante da família não gostou e os denunciou. Foram presos e coagidos a negar sua fé e aderir à moura. Aconteceu que não aceitaram e ainda confirmaram sua fé cristã, foram condenados à morte. Faleceram, martirizados, no ano 1852.
  25. • Adolfo de Osnabruece ou Onabruck (?, ? - ?, ?) - 14/02
  26. • Ádon (?800, Áustria - 875, Áustria) - 16/12 Nasceu na Áustria, por volta do ano 800. De família nobre. Ingressou  na juventide na Abadia de Ferrères-em-Gâtirais, em Sens, Áustria. Foi companheiro e amido de Servato Lupo, que anos mais tarde se tornou abade daquele local. Passou por vários Mosteiros. Foi nomeado bispo de Viena, por recomendação, através de carta, do abade Lupo. Lutou por uma Igreja livre e independente. Foi também um dos responsáveis pela reorganização do Martirológio Cristão, em outras palavras, a reorganização e distribuição das datas comemorativas no Calendário Cristão. Grande fonte de pesquisa para historiadores, leigos ou religiosos. Faleceu em Viena, Áustria, no ano 875.
  27. • Adriano (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Sta. Natália - 08/09
  28. • Adriano (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Sto.  Eubulo - 05/03
  29. • Adriano de Cantuária (ou Cantorbery) (635, África - 710, Inglaterra) - Abade - 09/01 Nasceu na África, no ano de 635. Hadrian é o seu nome de batismo e com cinco anos sua família deixa a África com destino a cidade de Nápolis. Dedicou-se aos estudos no Convento beneditino onde foi ordenado Sacerdote. Desde o início era bastante interessado e estudioso das Escrituras Sagradas, além de falar o grego e o latim era professor de Ciências Humanas e Teologia e, ainda, foi conselheiro do Papa Vitalino. Foi indicado para o cargo de Bispo da Cantuária, na Inglaterra, com a morte do então Bispo, porém recusa o cargo por duas vezes e o Papa lhe pede que indique um outro sacerdote. Então indica o Monge grego, também Teólogo beneditino Teodoro de Tarso que estava em Roma. Este aceita o convite com a condição que Adrino o acompanhasse. Nomeados Bispo e Assistente respectivamente, foram para a Inglaterra com a missão de evangelizar. Os dois se destacaram na evangelização do povo inglês, onde a maioria da população era pagã. Foi nomeado por Teodoro como Abade do Convento beneditino de São Pedro, em seguida renomeado para Santo Agostinho. A escola foi renovada e se tornou um local para a formação de Clérigos (Sacerdote Cristão). Ganhou a admiração do povo inglês pela sua sabedoria, capacidade de ensinar, bondade, piedade e caridade. Faleceu na Inglaterra, no ano de 710. Foi enterrado no cemitério do Convento e sua sepultura passou a ser um local de peregrinação, onde os fiéis obtinham graças e prodígios. Para a surpresa de todos, em 1091, quando da transferência de seu corpo para a cripta da Igreja do Convento, ao ser exumado, foi encontrado intacto, ou melhor, incorrupto, fato que contribuiu para a sua Canonização, além dos muitos milagres relatados por intercessão.
  30. • Adriano & Companheiros (?, ? - ?, ?) - Mártires - 04/03
  31. • Adriano II (?, ? - ?, ?) - Papa - 08/07
  32. • Adriano III (?, ? - ?, ?) - Papa - 06/07
  33. • Adriano Janssen van Hivalrenbeek (?, ? - ?, ?) - Mártir de Gorcun - 09/07
  34. • Aelredo (Etelredo) (1109, Inglaterra - 1166, Inglaterra) - Abade cisterciense - 13/01 Nasceu na Inglaterra, no ano 1109. Originário de família nobre, sua mãe Santa Margarida. Por volta dos vinte e quatro anos de idade ingressa na vida religiosa na Ordem Cisterciense, para isso abandonou toda riqueza. Era uma pessoa paciente, que sabia ouvir com atenção. É eleito em 1142 abade do Mosteiro Revisby. Pouco tempo depois assumiu a Abadia de Rieval. Visitava constantemente o eremita São Goderico para longas conversas, reflexão e oração nas procimidades do Rio Wear. Um grande escritor, por essa razão deixou-nos grandes obras. Faleceu com várias enfermidades, na Inglaterra, no ano 1166.

  1. • Agobardo de Lião (?, ? - ?, ?) - 06/06
  2. • Agostinho (?, ? - ?, ?) - Abade - 26/01
  3. • Agostinho (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com os Santos Augusto e São Flávio - 07/05
  4. • Agostinho Calorca Cortes (?, ? - ?, ?) - Mártir mexicano - 21/05
  5. • Agostinho da(e) Cantuária (séc. VI, Itália - 604, Inglaterra) - 27/05 Nasceu em Roma, na Itália, no séc. VI. Monge Beneditino, no Mosteiro de Santo André, em Roma. Numa certa data o Papa Gregório Mágno seleciona pessoalmente um grupo de monges para evangelizar a Inglaterra, dentre eles Agostinho. No ano 597 quarenta monges partem para a França com destino final as Ilhas Britânicas. Na França soube das dificuldades que encontraria naquelas terras, principalmente pelo temperamento dos saxões. Muitos bispos com que ele conversou na França achavam que a missão deveria ser cancelada em razão dos perigos naquela Ilha. Porém Agostinho tinha recebido a missão do próprio Papa e a ele confiado a liderança. O rei de Kent, na Inglaterra, de nome Etelberto, havia casado com a princesa Berta, filha do rei de Paris e extremamente Católica. Este rei encorajado pela esposa foi pessoalmente receber os religiosos em afronta à elite local. Todos seguiram em procissão até o castelo real. Agostinho que não falava inglês precisou de um interprete para pedir ao rei permissão para evangelizar em suas terras. A permissão foi dada imediatamente. No Natal daquele ano, 597, já haviam mais de 10 mil convertidos e Batizados. Incluindo a nobreza e a família real, é claro que neste último caso por influência de Berta. Agostinho é nomeado arcebispo da Cantuária e logo em seguida funda a primeira diocese daquela localidade. Agostinho envia ao Papa Gregório Mágno informações positivas sobre seus feitos e de seus companheiros. Estas notícias fizeram com que o Papa resolvesse enviar outros missionários às Ilhas Britânicas e encarregou Agostinho para coordenar as novas missões. Ele ainda funda as dioceses de Londres e Rochester. Faleceu na Inglaterra, no dia 25 de maio de 604. Foi sepultado na Igreja da Cantuária e que mais tarde passa a se chamar Igreja de Santo Agostinho da Cantuária, local onde ainda hoje estão suas relíquias.
  6. • Agostinho de Hipona (354, Argélia - 430, Hipona) - Bispo e Doutor da Igreja - 28/08 Nasceu em Tagaste, região da atual Argélia, no Continente Africano, em 354. Seu pai Patrício era uma pessoa rude e pagã, já sua mãe, Mônica (Santa) era Cristã e dedicada à família. Agostinho era uma criança rebelde, arteira e e que não tinha o hábito de obedecer. Não foi Batizado quando criança, ao contrário de seu irmão e irmã, em função de sua rebeldia, com medo de que ele profanasse o Altar Batismal, Mônica (Santa), decidiu adiá-lo. Aos dezesseis anos de idade decidiu sair de casa para estudar, foi quando se envolveu com o vício, a heresia maniqueísta e passou a conviver com uma moça conjugalmente, mas não oficialmente de acordo com a Igreja. Deste relacionamento nasceu um filho em 372, que recebeu o nome de Adeodato. Apesar de ser uma pessoa irrequieta, era também muito inteligente, pois quando decidiu estudar formou-se com brilhantismo em retórica. Era um excelente escritor, foram muitas as poesias e textos sobre filosofia. Foi quando decidiu ir para Roma. Naquela cidade fundou uma escola de retórica, mas logo foi convidado e aceitou dar aulas de retórica em Milão. A possibilidade de trabalhar com o conhecido bispo Ambrósio (Santo) o fez aceitar o convite. Foi neste momento que a vida intranquila e que gerava muito sofrimento em sua mãe, passou a mudar, pois passou a assistir os seus sermões e a freqüentar a Missa. Mas não pense que ele tinha naquele momento interesse em se converter, estava sim interessado no conteúdo poético dos sermões das falas do bispo Ambrósio, que era um excelente poeta e orador. Ambrósio (Santo) era uma pessoa que sabia falar e cativar, foi quando Agostinho se converteu e logo em seguida foi Batizado finalmente, junto com seu filho Adeodato. Era a Páscoa do ano de 387, quando tinha trinta e três anos de idade e seu filho quinze anos de idade. Pouco depoi8s seu filho veio a falecer, fato que marcou muito a sua vida pois era uma pessoa muito inteligente. Também nesta época sua mãe veio a seu encontro, pois ele havia partido secretamente. Abatidos pai e mãe decidem retornar para seu país, mas ao chegarem ao porto de Óstia, Mônica adoeceu e veio a falecer. Foi sepultada naquela cidade. Agostinho muito amargurado e arrependido segue viagem e em 388 retorna à sua terra natal, Tegaste. Naquela cidade decidiu seguir a vida religiosa, para isso juntou um grupo de amigos e fundaram uma comunidade monástica. Dedicou-se com seus amigos à criação das Regras, que mais tarde foram base para o surgimento de outras Ordens. O trabalho de Agostinho era tão bom que o bispo de Hipona solicita a ele que o acompanhe em suas viagens e pregações, pois estava velho e doente. Ao aceitar o convite o bispo o consagrou sacerdote. Os dois fizeram juntos várias pregações, fato que lhes trouxeram admiração do povo, mas em 397 o bispo, muito fraco vem a falecer e, Agostinho é aclamado pelo povo como novo bispo de Hipona. Como bispo atendia pessoalmente aos pobres, em sua moradia ou mesmo na rua. Por outro lado, como escritor deixou excelentes obras que são objeto de estudo até os nossos dias. Foram trinta e quatro anos pregando como bispo. Mas por volta de 430 é acometido por uma grave enfermidade e para agravar a sua cidade havia sido invadida pelos bárbaros. Faleceu em Hipona, em 28 de agosto de 430. Foi sepultado com glória. Porém em 725 seu corpo foi transladado para Pavia, Itália, e sepultado na Igreja São Pedro do Céu de Ouro. Foi Canonizado e também recebeu o título de Dr. da Igreja.
  7. • Agostinho Nguyen Van Mol (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
  8. • Agostinho Pak Chong-won (?, ? - ?, ?) - Mártir coreano - 20/09
  9. • Agostinho Phanh Viet (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
  10. • Agostinho Rong (?, ? - ?, ?) - 09/07
  11. • Agostinho Roscelli (?, ? - ?, ?) - Fundador - 07/05?
  12. • Agostinho Schoeffer (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11  
  13. • Agostinho Webster (?, ? - ?, ?) - Mártir inglês - 04/05
  14. • Agostinho Yi Kwang-hon (?, ? - ?, ?) - Mártir coreano - 20/09
  15. • Agostinho Yu Chin-kil (?, ? - ?, ?) - Mártir coreano - 20/09
  16. • Agostinho Zhao Rong e 119 companheiros (?, ? - ?, ?) - Mártires chineses - 09/07
  17. • Agostinho Phanh Viet (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
  18. • Agrício (?, ? - ?, ?) - Bispo - 13/01
  19. • Agrícola (?, ? - ?, ?) - Bispo - 17/03
  20. • Agrícola (?, ? - ?, ?) - Bispo - 02/09

  1. • Aidano (?, ? - ?, ?) - 31/01
  2. • Aigolfo (?, ? - ?, ?) - Mártir - 03/09
  3. • Aigulfo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 22/05
  4. • Airaldo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 02/01
  5. • Alba (?, ? - ?, ?) - Bispo - 12/09
  6. • Albano de Mogúncia (?, ? - ?, ?) - Mártir - 21/06
  7. • Albano Roe (?, ? - ?, ?) - Mártir - 21/01
  8. • Alberico (ou São Álvaro) (?, ? - 1108, ?) - Abade e fundador - 26/01 Nasceu em local e data não identificados por nós. Foi um dos fundadores da Ordem de Cister ou Cisterciense em conjunto com Santo Estevão Harding e São Roberto de Molesme, em Citeaux, no ano de 1098. Eleito abade do mosteiro em Citeaux, na França. Seu trabalho e dedicação era intenso e obediente às regras severas. Ficou conhecido também como São Álvaro. Faleceu em Citeaux, na França, no ano de 1108.
  9. • Alberico Crescitelli (?, ? - ?, ?) - Mártir chinês - 21/07
  10. • Alberto Adamo Chmielowski (?, ? - ?, ?) - 25/12
  11. • Alberto da Sicília (séc. XIII, Itália - 1307, Itália) - 07/08 Nasceu em Trapani, Itália, no século XIII. Ingressou na Ordem dos Carmelitas na juventude. Anos depois foi ordenado sacerdote quando passou a se dedicar à pregação. Para poder manter a Igreja passou a mendigar. Era uma pessoa que nas suas horas vagas orava e penitenciava. Foi eleito provincial da Ordem Carmelita na Sicília no ano 1296. Faleceu Messina, Itália, no ano 1307. Foi o primeiro Santo da Ordem do Carmo.
  12. • Alberto de Bérgamo (?, ? - ?, ?) - 11/05
  13. • Alberto de Cashel (?, ? - ?, ?) - Bispo - 19/01
  14. • Alberto de Gênova (?, ? - ?, ?) - Monge - 08/07
  15. • Alberto de Jerusalém (1149, Itália - 1214, Terra Santa) - *Região do atual Estado de Israel. 17/09 ou 25/09? Nasceu em Castel Gualtieri, Itália, no ano 1149. Teve grande destaque durante o noviciado no Mosteiro dos Cônegos Regulares de Santa Cruz de Mortara, Pávia, Itália. Anos mais tarde foi nomeado prior do Mosteiro. Seu trabalho era tão sério que em 1184 foi nomeado bispo de Bobbio, Itália e em 1185, bispo de Vercelli. Sua atuação na política também foi exemplar, pois foi responsável pela intermediação do acordo de paz, em 1194, entre Pávia e Milão, ambas na Itália e em 1199, entre Parma e Piacenza, Itália. Em 1205 foi nomeado Patriarca de Jerusalém e lá chegou em 1206. Mais uma vez destacou-se pela pregação da palavra. Faleceu em São João de Acre. Terra Santa, no dia 14 de setembro de 1214.
  16. • Alberto de Lovaina (?, ? - ?, ?) - Bispo - 21/11
  17. • Alberto de Montecorvino (?, ? - ?, ?) - Bispo - 05/04
  18. • Alberto de Trapani (?, ? - ?, ?) - 07/08
  19. • Alberto Hurtado  (?, ? - ?, ?) - 18/08
  20. • Alberto Hurtado Cruchaga (?, Chile - 1952, Chile) - Sacerdote - 18/08 Nasceu em Viña del Mar, no Chile, no dia 22 /01/1901. Sua família teve condições de lhe garantir uma boa educação, por esta razão estudou no Colégio Santo Inácio. Em 1923 ingressou no Seminário e em 1933 foi ordenado sacerdote. Era professor, consultor, ecônomo da Congregação e também, assessor da Ação de Exercí9cios Espirituais, bem como das Congregações Marianas. Fundou em 1947 a Associação Sindical Chilena. Em 1951 iniciou a publicação da revista "Mensage". Durante as madrugadas era muito comum vê-lo retirando crianças abandonadas ou órfãs das ruas e as alimentando, mesmo já doente com câncer. Faleceu em Santiago, no Chile, de câncer, no dia 18/08/1952. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II, no dia 16/10/1994. Foi Canonizado pelo Papa Bento XVI, np doa 22/10/2005.
  21. • Alberto Mágno (1206, Alemanha - 1280, Alemanha) - Bispo e Dr. da Igreja - 15/11 Nasceu provavelmente na Alemanha, em 1206. Foi um religioso que dominou os conhecimento sobre a Igreja, filosofia e teologia, mas também um gênio nas ciências, pois foi físico, meteorologista, mineralogista, zoólogo, botânico, estudou os astros e as fases da lua, conhecimento que lhe permitiu escrever (livros) sobre agricultura, métodos de navegação e até mesmo processos de tecelagem. Pertencia a Ordem Dominicana e seguia com rigor as suas Regras, era apesar de todo conhecimento uma pessoa humilde e dedicado aos fieis. Foi em certa data nomeado bispo de Regensburg, na Alemanha, mas ocupou este cargo por tempo que achou conveniente. Quando pode solicitou e teve seu pedido atendido, quando passou a morar na sua cela no Mosteiro Beneditino de maneira humilde. Dedicava-se às orações, penitências e aos estudos.
  22. Faleceu em Colônia, na Alemanha, no ano de 1280. Após sua morte foi honrado com o título de "Doutor Universal da Igreja".
  23. • Albino I (?, Inglaterra - 550, França) - 01/03 Nasceu em Vannes, Inglaterra, não pudemos identificar a data de seu nascimento. Ingressa no Seminário e torna-se monge. Após sua formação religiosa é eleito abade do Mosteiro de Tintillant. Seu trabalho teve grande destaque, por esta razão depois de 25 anos de trabalho foi nomeado bispo de Angers. Pouco tempo depois foi nomeado Bispo de Rennes. Dedicava-se exaustivamente aos pobres, humildes e injustiçados. Foi muito severo contra as imoralidades dos costumes locais das classes mais privilegiadas, quando os senhores se casavam com a própria irmã ou até filha. É tradicionalmente contado que muitos fatos prodigiosos aconteceram em sua vida de dedicação aos pobres, humildes e injustiçados, por exemplo: diz-se que em certa data Albino foi a carceragem, pois haviam muitas pessoas presas injustamente, ao se aproximar da porta da prisão esta abre-se sozinha, sem a ajuda humana e em seguida a libertação dos presos; outra relato tradicional diz respeito a um soldado que tentou barrá-lo e com apenas um leve sopro de Albino na direção deste o faz cair morto etc. São muitos os relatos. Faleceu em Angers, na França, no dia 01 de março de 550. Foi sepultado na Igreja de São Pedro, em Angers, França. Seu túmulo era muito procurado por peregrinos e como a Igreja era pequena, foi construída uma Igreja em sua homenagem, e nela uma cripta para onde foi transladado seu corpo, também em sua homenagem, ao lado da Igreja, foi construído um Mosteiro Beneditino.
  24. • Albino Amarilla (?, ? - ?, ?) - 16/02
  25. • Albino de Angers (?, ? - ?, ?) - Bispo - 01/03
  26. • Alcmundo (?, ? - ?, ?) - Bispo santificado juntamente com o Bispo São Tilberto  - 07/09
  27. • Alcmundo (?, ? - ?, ?) - Mártir  - 19/03
  28. • Aldano de Lindsfarme (?, ? - ?, ?) - Bispo - 31/08
  29. • Alderico (?, ? - ?, ?) - Bispo - 07/01
  30. • Aldo (?, ? - ?, ?) - 10/01

  1. • Aleixo (350, Itália - IV, Itália) - 17/07 Nasceu em Roma, Itália, no ano de 350. Era o único filho de um importante senador romano. Seu crescimento foi acompanhado pela formação Cristã. Casou-se seguindo a tradição, quando os pais é quem arranjavam o casamento. Mas durante a noite de núpcias, antes mesmo da consumação da união, Aleixo conversou com a esposa e chegaram a um acordo, pois ele desejava servir a Deus. Abandonou a tudo e passou a viver como peregrino. Passou a viver como mendigo piedoso, pois não apenas pedia esmola, mas ajudava a outros necessitados, ao lado da Basílica do Apóstolo Tomé. A ele eram atribuídos diversos prodígios através de sua intercessão, fato que lhe trouxe fama e reconhecimento de santificado. Como passou a ser reconhecido e esta não era o seu desejo resolveu abandonar a cidade. Retoma a vida de peregrino, mas foram tantos os transtornos que ao retornar a sua cidade não é mais reconhecido por ninguém. Sua aparência não mais lembrava aquele que pedia esmola na porta da Igreja e muito menos aquele jovem filho de um senador. Foi até a sua casa e implora ajuda dos pais, mas não se identifica. Acontece que o próprio pai não reconheceu naquele ser seu próprio filho, mas condoído, o acolhe dando-lhe um emprego, sua função cuidar da cocheira dos animais. Ali viveu durante 17 anos de sua vida, sendo tratado como um mero empregado, maltratado pelos outros empregados e ninguém o reconhecia. No dia 17 de julho passou mal, socorrido por um dos empregados, e a este Aleixo entregou um documento e disse que este deveria ser entregue a seus patrões, seus pais, após seu enterro. Faleceu na Itália, no dia 17 de julho, no século IV. Foi enterrado no cemitério destinado aos empregados. Quando aquele empregado entregou o documento aos patrões, o susto foi muito grande. Seus pais abatidos e inconformados com o tratamento dado ao próprio filho se dirigiram ao bispo e lhe pediram autorização para exumar o corpo e enterrá-lo no túmulo da família dentro da propriedade. Autorização foi concedida de imediato.
  2. • Aleixo U.? (?, ? - ?, ?) - Mártir coreano - 20/09
  3. • Aleixo(?, ? - ?, ?) - Fundador da Ordem dos Irmãos Servitas juntamente com São Bonaiuto, São Manetto, Santo Ugoccio, São Sotênio e São Bonfilio (Cada um tem data própria de comemoração; a Festa da Ordem é em 18/02) - 28/09?
  4. • Alexandre (?, Itália - séc. II, Itália) Mártir juntamente com seus irmãos e mãe (todos Santos) - 10/07 Nasceu na Itália, mas não pudemos identificar a data de seu nascimento. Filho de Felicidade, Cristã e devota de Nosso Senhor Jesus Cristo. Roma passava por uma fase de perseguição violenta aos Cristãos, época que o governante era Marco Aurélio. Quando presa, já condenada à morte exortou ao martírio seus sete filhos e cada um aceitou ser martirizado ao lado da mãe. Faleceram na Itália, martirizados por decapitação, no séc. II.
  5. • Alexandre (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com o Santo Epipódio - 22/04
  6. • Alexandre (?, ? - ?, ?) - Mártir - 24/04
  7. • Alexandre (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com o Santo Evêncio e Teodulo - 03/05
  8. • Alexandre (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Martírio e São Sissínio * - 29/05
  9. • Alexandre (Séc. VII ou VIII - 743, Espanha) - Mártir juntamente São Vítor* e São Mariano  - 17/10 Nasceu na Espanha, no século VII ou VIII. Não obtivemos informações sobre sua vida, apenas que trabalhavam com o bispo de Baeza, Espanha, Vítor. Foi preso juntamente com seus companheiros Vitor e Mariano. Faleceu por decapitação, em Baeza, Espanha, no dia 17 de outubro de 743.
  10. • Alexandre (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com os Santos Epimaco, São Gordiano e companheiros - 10 ou 12/12
  11. • Alexandre (?, ? - ?, ?) - Bispo santificado juntamente com São João III e Paulo IV  - 28/08
  12. • Alexandre Acemeta (?, ? - ?, ?) - 23/02
  13. • Alexandre Briant (?, Inglaterra - 1581, Inglaterra) - Mártir inglês - 25/10 ou 01/12 Nasceu na Inglaterra, em data não identificada por nós. Foi martirizando com o grupo conhecido como: "Quarenta mártires da Inglaterra e de Gales". Pouco foi apurado sobre sua vida. Faleceu na Torre de Londres, na Inglaterra, martirizado, com extrema violência, no dia 01 de dezembro de 1581. Foi Canonizado pelo Papa Paulo VI, no ano de 1970.
  14. • Alexandre, Carvoeiro (ou "O Carvoeiro") (?, ? - séc. III, Ásia Menor) - Bispo e mártir - 11/08 Nasceu em local e data não identificados por nós. Foi Bispo de Comona. A comunidade o sugeriu seu nome para bispo daquela região, logo em seguida é nomeado. Foi nomeado por São Gregório, o Taumaturgo. Apesar de ser formado em filosofia, seu trabalho como carvoeiro, pois era elevada a sua humildade. Por essas característi9cas, é fácil nentender porque levava uma vida simples e dedicada a Deus. Era uma pessoa sábia e coerente, suas ações eram prudentes. Por ordem do imperador Décio, foi preso e condenado à morte. Faleceu, matirizado, no século III.
  15. • Alexandre de Alexandria (250, Alexandria - 328, Alexandria) - Bispo - 26/02 Nasceu em Alexandria, no ano de 250. Foi um grande religioso e dedicado à fé cristã. Defensor das doutrinas da Igreja combateu os hereges, excomungou Ario, por não aceitar a divindade de Jesus Cristo. Um bispo que inovou, evangelizou e converteu muitas pessoas aos cristianismo. De suas cartas de conteúdo evangelizador apenas três chegaram intactas aos nossos dias. Faleceu em Alexandria, no ano de 328.
  16. • Alexandre de Bérgamo (?, ? - ?, ?) - Mártir - 26/08
  17. • Alexandre de Jerusalém (?, ? - ?, ?) - Bispo e mártir - 18/03 Nasceu em local não identificado por nós, no séc. II. Foi educado em Alexandria, Egito, numa escola cristã. Já religioso foi eleito bispo da Capadócia, região da atual Turquia. Durante a perseguição de Décio, foi preso por ordem do imperador Sétimo Severo. Libertado logo após a morte de Severo, provavelmente entre 203 e 206 d.C. Logo que saiu da prisão partiu em peregrinação para a Terra Santa. Naquela cidade é nomeado bispo auxiliar de São Narciso, então bispo de Jerusalém. Com o falecimento de São Narciso assumiu o bispado, era provavelmente 211/13. Uma grande leitor e interessado na informação para a união, unidade e a paz entre os cristãos e seus perseguidores. Fundou várias bibliotecas em Jerusalém, palestina, atual Israel. mais uma vez é preso e levado à prisão na Cesaréia, região da atual Síria. Faleceu martirizado, na Cesaréia, região da atual Síria, provavelmente em 249/51*.
  18. • Alexandre de Roma (?, ? - ?, ?) - 09/02
  19. • Alexandre Saulo (1534, Itália - 1592, Itália) - Bispo - 11/10 Nasceu em Milão, Itália, em 15 de fevereiro de 1534. Filho de pais nobres e pertencentes à corte de Gênova. Quando do Batizado, sua mãe o consagrou à Virgem Maria. Desistiu de tudo para seguir a Deus Pai e Filho. Aos 17 anos de idade ingressou no Colégio do Clero Regular de São Paulo, da Igreja de São Barnabé. Fioi quando decidiu em definitivo  permanecer na Congregação dos Barnabistas. Naquela Congregação completou seus estudos e foi ordenado sacerdote. Aos trinta e um anos foi eleito superior geral. Foi também professor de filosofia e teologia na Universidade de Pavia. Simultaneamente exercia com afinco a pregação e tinha o dom de ouvir e orientar durante as confissões. Foi nomeado pelo Papa São Pio V, pelo grande trabalho apresentado, bispo de Apéria, na Córsega, Itália. Aquela diocese degradada, abandonada e decadente, e o pior, não haviam locais decentes e adequados para os cultos Cristãos. Foi preciso muito trabalho e esforço para reorganizar a diocese, durante 21 anos Alexandre reaproximou os fieis da Igreja, eliminou a maioria das superstições pagãs da população e proporcionou locais dignos para oração e culto. Foi nomeado pelo Papa Gregório XIV bispo de Pávia. Ao chegar a sua nova diocese começou de imediato a pregar e visitar cada um dos núcleos Católicos. Mas nesta nova diocese não pode completar seu trabalho. Faleceu em Asti, Itália, no dia 11 de outubro de 1592. Quando estava em visita a aquela cidade. Seu corpo foi transladado para Pávia. Foi Canonizado pelo Papa Pio X, no ano de 1904.
  20. • Alfeu (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Zaqueu - 17/11
  21. • Alfio e Companheiros (?, ? - ?, ?) - Mártires - 10/05
  22. • Alfonso Maria Fusco (?, ? - ?, ?) - Fundador - ??/?? Nasceu em local e data não identificada por nós. Fundador da Congregação das Irmãs de São João Batista. Faleceu em data e local não identificados por nós. Canonizado pelo Papa Francisco, no dia 20 de junho de 2016.
  23. • Alípio (?, ? - ?, ?) - 15* ou 18/08
  24. • Alpiniano (?, França - séc. III, França) - Sacerdote - 30/06 Nasceu na França, em data não identificados por nós. Alpiniano era Sacerdote e trabalhava com o Bispo Marcial (Santo), que viveu na Região de Limoges, na França, durante o século III. Conta a história que juntos, mais o Sacerdote Austricliniano (Santo) pregaram por toda aquela região. Durante suas atividades eram registrados diversos milagres. Faleceu na França, no século III.
  25. • Almano (?, ? - ?, ?) - 08/08
  26. • Alnoto (?, ? - ?, ?) - 27/02
  27. • Alonso Rodrigues (1531, Espanha - 1617, Espanha) - 31/10 Nasceu na Espanha, em 1531. Seu pai era um tecelão e Alonso segue a profissão do pai. Numa certa data, já adulto, se casa, mas pouco tempo depois perde sua mãe. Logo em seguida falecem sua esposa e dois filhos. Após a perda da família resolveu ingressar na Companhia de Jesus, em 1571. Foi então designado para o Colégio de Monte Sião, em Maiorca. No local foi porteiro por quarenta anos. Faleceu em Maiorca, Espanha, no dia 30 de outubro de 1617. Foi Canonizado pelo Papa Leão XIII, no ano de 1888.
  28. • Alsácio (?, ? - ?, ?) - 16/08
  29. • Altmann (?, ? - ?, ?) - 08/08
  30. • Alto (?, ? - ?, ?) - Abade - 09/02
  31. • Alúcio (?, ? - ?, ?) - 23/10
  32. • Alvaldo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 25/03
  33. • Alvaro de  Córdoba (?, Espanha - 861, Espanha) - 19/02 Nasceu na Espanha, em data não identificada por nós. Sua família era de origem nobre, por essa razão teve bons educadores. Foi aluno do Abade Esperaindeo. Teve uma formação clássica e religiosa de qualidade. mais tarde passou a dedicar-se aos estudos de filosofia e teologia. Nessa época conheceu e foi companheiro de Eulógio (Santo). A amizade entre os dois se estreitou e após o falecimento de Eulógio tornou-se seu biógrafo. Casou-se, pois apesar dos estudos eclesiásticos não se tornou um religioso. Foi perseguido por Abderramã II pela defesa da fé cristã ao lado de Eulógio. Mais tarde ambos fundaram uma comunidade Cristã, quando enfrentaram pela Fé os mulçumanos. Era poeta e escritor e seus textos eram voltados à defesa do catolicismo. Tinha por hábito quando da perseguição de 850 visitar os cristãos presos. Levava conforto físico e espiritual. Foi nessa época que seu amigo Eulógio foi martirizado. Como já foi descrito escreveu a biografia do então amigo Eulógio e defendeu a sua santificação. Faleceu em Córdoba, na Espanha, de causas naturais, no ano de 861.

    1. • Amadeo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 28/01
    2. • Amadeu(?, ? - ?, ?) - Fundador da Ordem dos Irmãos Servitas juntamente com São Bonaiuto, São Bonfilio,São Manetto, Santo Ugoccio, São Sotênio e Santo Aleixo Cada um tem data própria de comemoração; a Festa da Ordem é em 18/02) - 28/09?
    3. • Amado (?,? - ?,?) - 31/08
    4. • Amado (?, ? - 690, França) - Bispo - 13/09 Nasceu em local e data não identificados por nós. Sabe-se que foi bispo de Agaune (Agaunum), na Suíça. Faleceu na França, provavelmente no ano 690.
    5. • Amado de Ame (?, ? - 627, ?) - Abade - 13/09 Nasceu em local e data não identificados por nós. Pouco se sabe sobre sua vida, mas sabe-se que viveu em uma gruta. Faleceu em local não identificado por nós, provavelmente no ano 627.
    6. • Amador (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Pedro e São Luiz - 30/04
    7. • Amador (?, ? - ?, ?) - 20/08
    8. • Amador (?, ? - ?, ?) - Bispo - 01/05
    9. • Amâncio (?, ? - ?, ?) - 18/01
    10. • Amando (?, ? - ?, ?) - Orientador de Santa Ita, mãe da Santa Gertrudes de Nivela - ??/??
    11. • Amando de Bordeús (?, ? - ?, ?) - Bispo - 18/06
    12. • Amando de Maastricht (?, ? - séc. VII, ?) - Abade e bispo - 06/02 Nasceu em Guasconha, na Bélgica, em data não identificada por nós. Foi um grande pregador itinerante viajando pela França e Bélgica e enfrentando severas perseguições. Seu trabalho de evangelização foi tão bom que passou a ser conhecido como Apóstolo da Bélgica. Durante suas viagens fundou diversos Mosteiros. Faleceu em seu mosteiro em Maastricht, na Bélgica, no séc. VII.
    13. • Amão (?, ? - ?, ?) - 04/10
    14. • Amão e companheiros (?, ? - ?, ?) - Mártires - 20/12
    15. • Amaranto (?, ? - ?, ?) - 07/11
    16. Amaro
      (ou
      Mauro
      ) (VI, Roma - 587, Itália) - Monge - 15/01 Nasceu em Roma, no séc. VI. Foi seu pai era um senador romano e temente a Deus, por esta razão quando o seu filho completou doze anos de idade o entregou a São Bento para que cuidasse de sua formação religiosa. Muito dedicado e obediente ás determinações de seu mestre. Esta condição conquistou a sua confiança e este, mesmo ele sendo jovem lhe confiou grandes encargos que exigiam uma grande responsabilidade. Conta a tradição Católica que num certo dia, quando um menino se afogava, caminhou sobre as águas do rio para socorrê-lo. Este menino era São Plácido. Faleceu de causas naturais, na Itália, de causas naturais, no ano 587.

    17. • Amato de Nusco (?, ? - ?, ?) - Bispo - 30/09
    18. • Ambrósio Autiperto (?, ? - ?, ?) - 19/07
    19. • Ambrósio de Milão (339/40, Itália - 397, Itália) - Bispo Doutor da Igreja - 07/12 Nasceu em Treves, na Itália, por volta do ano 340. Foi eleito prefeito de Ligúria e de Emília ainda bastante jovem. Como funcionário do Império Romano, era apenas catecúmeno, em outras palavras, era uma pessoa que estava se preparando para a Fé, por esta razão conhecia muito pouco sobre a doutrina e a Igreja. Foi então eleito bispo de Milão. Passou então a estudar com muito afinco a Sagrada Escritura, quando passou a pregar e administrar a sua comunidade. Foi Batizado durante a posse, quando foi também ordenado e efetivado no cargo de bispo. As pessoas pelas ruas ou na Igreja gostavam de ouvi-lo pregar, tendo como um dos seus ouvintes Agostinho (Santo). Era um excelente confessor e orientador, sempre seguindo os caminhos da Fé e do amor. Foi também um grande escritor, anos mais tarde seus escritos foram reunidos e transformados em publicação em volumes. Também era compositor e suas músicas eram cantadas por seus fieis e seguidores. Combateu o paganismo, mas sem violência, com conversão. Faleceu em Milão, na Itália, no ano de 397.
    20. • Ambrósio Eduardo Barlow (?, ? - ?, ?) - Mártir - 10/09
    21. • Ambrósio Francisco Ferro (?, Brasil - 1645, Brasil) - Mártir brasileiro juntamente com o padre *André de Soveral, Mateus Moreira e 27 companheiros - 03/10 Nasceu em local e data não identificados por nós. Consta que durante a invasão holandesa ao Rio Grande do Norte, que eram calvinistas, assassinaram todos aqueles que eram cristãos católicos. Faleceram, martirizados, em Cunchaú e Uruaçú, RN - Brasil, no 16 de julho e outros em 03 de outubro de 1645. Canonizados pelo Papa Francisco, em 15 de outubro de 2017.
    22. • Amico (?, ? - ?, ?) - 03/11
    23. • Amós (?, ?Palestina - séc. VII a.C., atual Israel) - 31/03  Nasceu em local e data não identificados por nós, no entanto, supõe-se que seja na Palestina, na região onde hoje está o estado de Israel. Naquela época a escrita passa a assumir um papel importante na comunicação e registro de acontecimentos. Por facilitar a distribuição da Palavra de Deus Pai, o criador, são distribuídos com maior eficiência e a um número maior de pessoas. Até aquele momento a comunicação oral era a forma mais utilizada, mas sua eficiência era muito duvidosa, pois a palavra muda e não garante a fidelidade. Amós era um Profeta e pregou entre os anos 783 e 743 a.C. Muitas profecias são atribuídas a ele e confirmadas em relatos escritos. Faleceu na Palestina, provavelmente no século VII a. C.

                                              1. • Anacário (?, ? - ?, ?) - Bispo - 25/09
                                              2. • Anacleto (?, ? - ?, ?) - Mártires mexicanos - 13/07
                                              3. • Anacleto (ou Cleto) (séc. I, Roma - 88, Roma) Papa e Mártir - 26/04 Nasceu em Roma, no séc. I. Foi o terceiro Papa da Igreja e governou entre os anos de 76 a 88. Foi durante o seu pontificado que Domiciano decreta a segunda grande perseguição aos Cristãos. Faleceu em Roma, martirizado no ano 88 d.C. Foi sepultado ao lado do túmulo de São Pedro.
                                              4. • Anacleto Gonzáles Flores e 3 Companheiros (?, ? - ?, ?) - Mártires mexicanos - 01/04
                                              5. • Ananias (?, ? - ?, ?) - Mártir do Antigo Testamento juntamente com o Santo Azarias e São Misael - 17/12
                                              6. • Anastácio (?, ? - ?, ?) - 22/01
                                              7. • Anastácio (?, ? - ?, ?) - Mártir - 07/09
                                              8. • Anastácio I (?, ? - ?, ?) - Papa - 19/12
                                              9. • Anastácio II de Antioquia (?, ? - ?, ?) - Bispo mártir - 21/12
                                              10. • Anastácio de Antioquia (?, ? - ?, ?) - Bispo - 21/04
                                              11. • Anastácio de Cluny (?, ? - ?, ?) - Bispo - 16/10
                                              12. • Anatólio de Constantinopla (?, ? - ?, ?) - 03/07
                                              13. • Anatólio de Laodicéia (Séc. III, Egito - 283, atual Síria) - Bispo - 03/07 Nasceu em Alexandria, no Egito, no início do séc. III. Em uma certa data ao passar por Laodiceia, na atual Síria, foi nomeado bispo entre 270 e 280. Muito estudioso e letrado tinha domínio da aritmética, astronomia, dialética, física, geometria, retórica e ainda era escritor, porém infelizmente apenas fragmentos de sua obra chegaram aos nossos dias. Mais tarde partiu para a Palestina, quando foi eleito bispo de Cesaréia. Participou do Concílio de Antioquia. Retornou à Laodiceia. Faleceu em Laodiceia, na atual Síria, no dia 03 de julho de 283.
                                                 
                                              14. • André (?, Palestina - 60 d. C., ?) - Apóstolo mártir - 30/11 Nasceu na Palestina, em data não identificada por nós. Foi discípulo de João Batista e quando conheceu Jesus, decide abandonar João para seguir o Mestre. Foi ele que presenciou o milagre dos pães trazendo o cesto para distribuição e alimentar o povo que seguia Jesus. Filho de Jonas e Irmão de Pedro, como o irmão era pescador. Evangelizou na Ásia Menor, Galícia, Danúbio, Acácia, na Grécia, Éfero e  Capadócia. Alguns historiadores e pesquisadores, além da tradição dizem que esteve na Rússia, no século I. Falecem local não identificado por nós, mas a tradição indica o oriente, por volta do ano 60 d.C.
                                              15. • André Avelino (?, ? - ?, ?) - 10/11
                                              16. • André Bauer (?, ? - ?, ?) - Mártir chinês - 09/07
                                              17. • André Bobola (Bóbola) (1591, Polônia - 1657, Polônia) - Mártir jesuíta - 16/05 Nasceu na Polônia, no ano de 1591. Ingressou num Seminário em 1611 e em 1622 foi ordenado padre. Destacou-se a serviço dos pobres e dos doentes, era muito piedoso e grande evangelizador e pregador.  Foi também diretor da Congregação Mariana. Mais tarde, mais precisamente a partir de 1636 passou a atuar na zona rural. Neste período nada o segurava ou impedia a chegada a seu destino, fosse preciso vencer barreiras naturais ou artificiais, como pântanos, percorrer longas distâncias etc. Tempos depois a Polônia é invadida, pela chamada revolta dos cossacos, e este invasores fizeram de tudo para acabar com a Fé do povo polonês. Além das batalhas sangrentas quando da invasão, eles matavam todos aqueles que não renegassem a Cristo, Nosso Senhor. André é preso em 1657 e de nada valeu as informações sobre seus atos, foi cruelmente martirizado. Era açoitado diariamente, foi por diversas vezes esfolado, mutilado e por fim, queimado vivo. Faleceu na Polônia, queimado vivo, no ano 1657. Foi Canonizado pelo Papa Pio XI, no ano de 1938.
                                              18. • André Chong (?, ? - ?, ?) - Mártir coreano - 20/09
                                              19. • André Corsine(o) (séc. XIV, Itália - 1374, Itália) - 06/01 Nasceu em Florença, na Itália, no início do séc. XIV, . Sua família era proeminente em Florença,  e como jovem rico teve uma vida agitada e bastante censurável, mas quando se converte esta postura mudou. Ingressou na Ordem do Carmo. Impôs a si mesmo penitências severas. logo após a sua ordenação foi designado provincial da província de Toscana, Itália. Sua fé e habilidade ao pregar as Leis de Deus e o amor a Cristo fez com que fosse ordenado Bispo de Fiesole, Itália, em 1349, pelo Papa Clemente VI. Sempre foi muito procurado pela fama que tinha e quando faleceu esta fama de santidade aumentou ainda mais. Faleceu em Fiesole, Itália, no dia 06 de janeiro de 1374. Foi Canonizado pelo Papa Urbano VIII, no dia 29 de abril de 1629.
                                              20. • André de Creta (?, ? - ?, ?) - Arcebispo - 04/07
                                              21. • André de Creta (?, ? - ?, ?) - Mártir - 20/10
                                              22. • André de Fiésole (?, ? - ?, ?) - Arcebispo - 20/08
                                              23. • André Dung-Lac (?, Vietnã - séc. XVI, Vietnã) Mártir juntamente com seus companheiros - 24/11 Nasceu no Vietnã, em data não identificada por nós. André era um nativo daquele país que foi convertido pelos missionários Dominicanos que lá chegaram. Ele e seus companheiros passaram a acompanhar os religiosos para difundir o o Santo Evangelho. Foram presos pelo governo local sob acusação de estarem introduzindo no país uma religião estranhe. Foram levados à prisão e logo em seguida foram julgados de forma sumária. Condenados a morte. Faleceram no Vietnã, martirizados, durante o século XVI. Foi Canonizado pelo Papa João Paulo II, em 1988.
                                              24. • André de Soveral* (Brasil, ? - Brasil, 1645) - Padre mártir brasileiro  com o Beato Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e 27 companheiros - 03/10 Nasceu em local e data não identificados por nós. Consta que durante a invasão holandesa ao Rio Grande do Norte, que eram calvinistas, assassinaram todos aqueles que eram cristãos católicos. Faleceram, martirizados, em Cunchaú e Uruaçú, RN - Brasil, no16 de julho de 1645. Canonizados pelo Papa Francisco, em 15 de outubro de 2017.
                                              25. • André Humberto Fournet (?, ? - ?, ?) - Fundador - 13/05
                                              26. • André Kim Taegon (séc. XIX, Coreia - 1846, Coreia) - Mártir juntamente com São Paulo Chong Hasang e companheiros - 20/09  - Comemoração da Canonização - 06/05 Nasceu na Coreia, provavelmente no início do séc. XIX. Era integrante de uma família nobre. Ainda criança seus pais se convertem ao Catolicismo e pouco tempo depois seu pai é preso e martirizado. Quando tinha 15 anos viajou para o Seminário de Meaco, no Japão, retornando algum tempo depois a sua terra natal. Era um fervoroso Cristão, dedicado à evangelização e fiel à Palavra de Deus Pai e Filho. Era um verdadeiro líder em sua comunidade. No ano de 1846, juntamente com Paulo Chong Hasang e outros leigos foram presos, julgados e condenados. A sentença foi o martírio. Faleceram na Coreia, martirizados, degolados, no ano 1846. Foram Beatificados pelo Papa Pio XI, no ano de 1925. Foram Canonizados (os 103) pelo  João Paulo II, no dia 06 de maio de 1984.
                                              27. • André Kuaga (?, ?Uganda - 1885/6, Uganda) - Mártir - 03/06 Nasceu provavelmente em Uganda, em data não identificados por nós. Numa região pertencente a atual Uganda, governada pelo rei Mwanga, os Cristãos passaram a enfrentar severa perseguição, após se seis anos de sua chegada à aquela região. Numa manhã o rei convocou a corte e logo em seguida perguntou a um grupo de Cristãos se eles pretendiam continuar rezando, caso optassem por continuar deveriam se posicionar ao lado de um muro. Carlos foi o primeiro a se posicionar a frente do muro e logo seguido por outros. A cada um perguntou se queriam continuar a acreditar no Cristianismo, mas a resposta de todos era de que sim. O rei ordena então que todos fossem mortos, mas para cada um foi aplicada uma sentença diferente. Faleceu em Uganda, martirizado, por decapitação, no ano de 1885/6. A cada condenado cumpriu-se uma sentença, foram 22 assassinados. Foi Beatificado pelo Papa Bento XV, no ano de 1920. Foi Canonizado pelo Papa Paulo VI, no dia 18/10/1964.
                                              28. • André Nguyen Kim Thong (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
                                              29. • André o Tribuno (?, ? - ?, ?) - Fundador - 19/08
                                              30. • André Tran Van Thong (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
                                              31. André Tuong (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
                                              32. • André Wang Yumei (?, ? - ?, ?) - Mártir chinês - 09/07
                                              33. • André Wouters (?, ? - ?, ?) - Mártir de Gorcum, Holanda - 09/07
                                              34. • Andres Bauer (1866, França - 1900, China) Mártir - 08/07 Nasceu em Grubwillerr, na Alsácia, na França, no dia 24 de novembro de 1866. Foi para a Inglaterra onde ingressou na Ordem  dos Irmãos Menores de São Francisco, de Clevedon, em 1866. Quando cursava o Seminário foi convocado para prestar os serviços militares em seu país e durante três anos permaneceu em seu país. Precisou, na mesma época, ajudar seus pais que estavam em dificuldade financeira. Foi para Amiens, França, em 1895 e concluiu sua formação religiosa, onde foi ordenado sacerdote. Quando ficou sabendo da missão que estava sendo organizada para a China ficou bastante entusiasmado e envolvido. Ao chegar naquele país em 1899 assumiu a função de enfermeiro, ocupação que dedicou-se com muito afinco. Era atencioso, excelente samaritano. Quando teve início a perseguição aos Cristãos todos foram presos e condenados. Faleceu na China, martirizado, juntamente com seus irmãos de Fé, por decapitação, tinha 34 anos de idade, no ano de 1900.
                                              35. • Andronico (séc. IV, Egito - séc. IV, Egito) - Juntamente com Santa Atanásia - 09/10 Nasceu em Alexandria, no Egito, no séc. IV. Naquela o imperador era Teodósio (379-395) Anastásia e seu marido Andronico viviam muito felizes com os dois filhos Juan e Maria. Em certa data o casal é surpreendido pela morte dos filhos. Os dois concluíram que a morte das crianças era um castigo de Deus por não se dedicarem com mais afinco às palavras de Jesus Cristo. Atanásia frequentemente era vista chorando ao lado do túmulo dos filhos. Num certo dia quando estava ao lado do túmulo uma pessoa desconhecida se aproxima e lhe diz que os filhos estão bem no reino do Céu. Essa mesma pessoa a orienta a se consagrar, juntamente com seu marido, às palavras de Jesus Cristo. Seu marido era um ferreiro muito trabalhador e foi lá que Atanásia lhe conta o ocorrido. Ela afirma que a pessoa que lhe apareceu era São Juliano. Imediatamente o casal distribuiu todos os seus bens aos pobres. A partir desta época fizeram muitas viagens para o Egito e a Terra Santa. Quando voltava da Palestina em uma de suas viagens encontraram Daniel (Santo), que lhes sugeriu: Andronico deveria segui-lo e Atanásia deveria ingressar no Monastério Feminino de Tabana. Doze anos depois Atanásia se veste de homem para viver num monastério masculino e assim poder submeter-se a torturas e Penitências. Sua atitude resultou na administração daque monastério por parte de Atanásia. Andronico, em certa época, teve o desenho de conhecer o Monastério administrado por Atanásia. Aconteceu que ele não sabia que era a sua esposa. Quando chegou foi logo reconhecido por Atanásia, mas essa preferiu se ocultar, mas o convidou para fazer parte daquele grupo de religiosos. Atanásia faleceu, mas não se sabe se descobriram seu segredo. Doze anos depois foi a vez de Andronico deixar este mundo. Faleceu no seu Convento que fora administrado por sua esposa, no Egito, no séc. IV.
                                              36. • Andronico (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Probo e São Taraco * - 11/10

                                              1. • Anemundo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 28/09
                                              2. • Anfilóquio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 23/11
                                              3. • Ângelo (1185, Jerusalém - 1220, Itália) - Mártir - 05/05 Nasceu em Jerusalém, Palestina, em 1185. Seus pais, judeus, se chamavam José e Maria. Quando seus pais já idosos, Nossa Senhora apareceu para Ângelo informando que sua mãe daria a luz a mais um filho, porém seus pais não acreditavam no Cristianismo e mesmo em função da idade ignoraram a informação trazida pelo filho. Meses depois, quando constatou-se a gravidez seus pais se converteram para o Cristianismo. Quando do Batismo da criança seus pais também o fizeram, momento que deram o nome ao menino de João. João bem mais tarde também vestiria o hábito da Ordem Carmelita. Ângelo peregrinou por vários Conventos da Palestina e Ásia Menor e por onde passava realizava profecias e prodígios, até optar viver no mesmo local onde viveu Elias, o Profeta. Neste local permaneceu por cinco anos. Ingressou na Ordem do Carmo aos dezoito anos e em 1213 foi ordenado sacerdote. Mais tarde reuniu-se a um grupo de sacerdotes para irem à Roma, pedir aprovação das Regras dos Carmelitas. Em Roma são Recebidos pelo Papa Honório II do qual receberam sua benção e aprovação. Partiram então para a Sicília. Já instalados na Sicília, Ângelo decide visitar a basílica de São João. Naquela data seu destino seria mudado por Deus, pois encontraria dois sacerdotes, Domingos de Gusmão (Santo) e Francisco de Assis (Santo), pois naquele momento profetizou a sua morte e que seria assassinado. Porém este fato não mudou a sua rotina, pois continuava a evangelizar, pregar e atender a quem o procurava para obter conselhos e orientações. Quando converteu uma mulher de vida pecadora e desta maneira, a mulher, convertida, interrompeu uma relação incestuosa com um rico e poderoso senhor da região, acontecimento que o deixou extremamente furioso. No dia 05 de maio de 1220, Ângelo realizou sua pregação na Igreja de São Tiago de Licata, na Sicília, como sempre fizera, mas este era o dia de sua previsão. Foi quando sob o comando do rico senhor Ângelo foi assassinado com muita violência, pois aquele homem não havia aceitado ser abandonado. Faleceu na Itália, no dia 05 de maio de 1220. Como era muito respeitado pela população em muito pouco tempo construíram uma Igreja em sua homenagem, no mesmo local do seu martírio e, mais tarde, transladaram seus restos mortais para aquele local. Foi Canonizado pelo Papa Alexandre VI, no ano de 1498.
                                              4. • Ângelo (cpDaniel) (?, Itália - 1227, Marrocos) - Mártir juntamente com os companheiros: São Daniel, São Leão, São Nicolas, São Samuel, São Hugolino e São Donnino 14/10 Nasceu na Itália, em data não identificada por nós. No ano 1216 um grupo de cinco missionários Franciscanos foram martirizados no Marrocos, a notícia ao chegar na Europa entristeceu toda Ordem Franciscana, mas ao contrário do queriam os líderes do Marrocos, foi um motivador para a ida de novos grupos de missionários. Em 1219, três anos depois daquele martírio, Frei Elias, então ministro geral da Ordem Terceira dos Irmãos Menores, autorizou a partida de um novo grupo formado pelos seguintes religiosos: Daniel, Leão, Ângelo, Nicolas, Samuel, Hugolino e Donnino, Daniel era o superior. Chegaram ao Marrocos em dois grupos em Ceuta, partiram para uma praça pública e ali iniciaram a pregação. A notícia chegou rapidamente aos ouvidos das autoridades. Além de pregação e conversão eles também ofereciam a possibilidade de Confissão e Eucaristia para aqueles já convertidos. Porém logo foram presos. Foram conduzidos a presença do governador, como diante do governador não renegaram a sua Fé foram encarcerados. No cárcere em um primeiro momento foram agradados, mas esta ação não os demoveu de suas Fé, então os responsáveis pelo cárcere ordenaram que todos fossem açoitados. Mais uma vez a ação dos guardas e carcereiros não surtiu o resultado esperado. Todos foram julgados e condenados à morte. Foram levados novamente ao cárcere. Na véspera do martírio todos passaram a noite cantando e orando em louvor ao Senhor Pai e Filho. Também enviaram uma carta a todos Cristãos de Celta. Nela eles os abençoavam e falavam da importância de não renegar a Fé em Deus Pai e Filho. Faleceram no Marrocos, martirizados, por decapitação, no dia 10 de outubro de 1227. Seus corpos foram entregues aos pagãos e desordeiros, mas a comunidade cristã os recolheu e transportaram os corpos para várias Igrejas da Espanha e Portugal. Foram Canonizados pelo Papa Leão X, no dia 22 de janeiro de 1516.
                                              5. • Ângelo d'Agostini (?, ? - ?, ?) - 18/08
                                              6. • Ângelo de Chivasso (?, ? - ?, ?) - 12/04
                                              7. • Angilberto (?, ? - ?, ?) - Abade - 18/02
                                              8. • Angilberto (?, ? - ?, ?) - Bispo - 11/10
                                              9. • Aniano (?, ? - ?, ?) - Bispo - 25/04
                                              10. • Aniano de Orléans (?, ? - ?, ?) - Bispo - 17/11
                                              11. • Aníbal Maria de (di) Francia (1851, Itália - 1927, Itália) - Sacerdote e fundador - 01/06 Nasceu em Messina, Sicília, na Itália, no dia 05 de julho de 1851. Foi fundador das ordens religiosas Filhas do Divino Zelo, no ano de 1887 e dos Rogacionistas do Coração do Coração de Jesus, no ano de 1887. Cuidava de crianças órfãs, grande formador para a vocação e socorro para os pobres. Devoto fervoroso de Nosso Senhor Jesus Cristo. Essa ordem chegou ao Brasil em 1950 estabelecendo-se no Educandário Senhor Bom Jesus, que mais tarde passou a ser denominada a Primeira Casa Rogacionista, no Brasil – Educandários em Passos, MG. Faleceu em Messina, Sicília, na Itália, no dia 01 de junho de 1927. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II, no dia 07 de outubro de 1990. Foi Canonizado pelo Papa João Paulo II, no dia 16 de maio de 2004.
                                              12. • Aniceto (?, Síria - 166, Roma) Papa e Mártir - 17/04 Nasceu na Síria, em data não identificada por nós. Foi o sucessor do Papa Pio I, em 155. Nesta época o imperador romano era Antonio, grande perseguidor do Cristianismo. Lutou muito contra a perseguição aos Católicos, mas também para unir a própria igreja que vivia um momento conturbado. Policarpo de Esmima (Santo) era um grande auxiliares do Papa, bem como Hegesipo, este último chegou a escrever um livro defendendo o Papa. Faleceu em Roma, no ano 166 d.C. É tido pela Igreja como um mártir pela luta em favor da Igreja e sofrimentos que foi submetido durante seu pontificado.
                                              13. • Aniceto (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Fonzi - 12/08
                                              14. • Aniceto Adolfo (?, ? - ?, ?) - Mártir espanhol - 09/10
                                              15. • Anísio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 30/12
                                              16. • Anjos da Guarda - Protetores, guardiões, mensageiros, servos de Deus... 02/10
                                              17. • Ansano (?, ? - ?, ?) - Mártir - 01/12
                                              18. • Ansberto (?, ? - ?, ?) - Bispo - 09/02
                                              19. • Anseges (?, ? - ?, ?) - Abade - 20/07
                                              20. • Anselmo (de Cantuária) (1033/4, Itália - 1109 - Inglaterra) - Arcebispo e Dr. da Igreja - 21/04 Nasceu em Aosta, região norte da Itália, em 1033/4. Sua família era bem de vida e frequentava as reuniões da nobreza em sua época. Jovem ainda, aos 20 anos de idade, fugiu de casa para se tornar padre e decidido a abandonar toda a riqueza e prestígio que possuía a sua família. Sua família era completamente contra a sua vontade de se tornar um sacerdote, por isso ele fugiu. Estudou com os monges Beneditinos, mas vagava a procura de seu lugar, passou por vários locais até chegar na França e por fim à Normandia, onde finalmente pode estudar em uma Ordem dos Monges Franciscanos. Pouco tempo depois foi ordenado padre e formou-se em teologia. Pouco tempo depois é eleito abade do Mosteiro e professor. No cargo promove uma grande reforma monástica. Suas ações lhe trouxeram fama e com ela passou a ser ouvido pelas autoridades. Seus escritos eram lidos por todos alfabetizados e transmitidos para aqueles que não eram e as orientações nele contidas eram seguidas. Algum tempo depois é eleito arcebispo-primaz da Inglaterra. Nesta época enfrenta grande perseguição por parte do rei Guilherme, conhecido como vermelho e depois de Henrique I. Sabia conversar que até parecia submisso, sua fala mansa e a argumentação coerente e pacifista desarmava qualquer opositor ou perseguidor. Faleceu em Canterbury, na Inglaterra, no dia 21 de abril de 1109, aos 66 anos de idade. Foi declarado pelo Papa Clemente XI, Doutor da Igreja, no ano de 1720.
                                              21. • Anselmo de Lucca (?, ? - ?, ?) - Bispo - 18/03
                                              22. • Anselmo de Nonatola (?, ? - ?, ?) - Abade - 03/03
                                              23. • Ansfrido (?, ? - ?, ?) - Bispo - 11/05
                                              24. • Ansovino (?, ? - ?, ?) - Bispo - 13/03
                                              25. • Antão Abade (251, Egito - 356, Egito) - Identificado também como: Santo Antônio do Deserto, ou ainda, Antônio Abade - 17/01 Nasceu na cidade de Conam (Keman), no Egito, em 251. Quando completou 20 anos seus pais falecem e ele herda todos os bens e passa a cuidar da irmã que era mais jovem. Durante uma Missa Antão é tocado pela mensagem do Evangelho quando cristo nos ensina a ser perfeito diante de Deus. "Vende todos os seus bens e dá aos pobres e terás o reino dos céus. Depois vem e me segue". Antão toma a decisão e faz o dizia o Evangelho. Em seguida consagrou sua irmã ao estado de virgem  Cristã e partiu para uma região desértica na mesma região onde morava. Neste local passou a orar e a penitenciar, mas também continuou a atender quem lhe procurasse. Mais tarde decide se afastar daquela região em razão da grande procura e se dirige a uma gruta bem mais distante e lá viveu por mais de dezoito anos. Ocorreu que seus seguidores se recusaram a abandoná-lo. Seus discípulos vendo que era difícil para seus seguidores chegarem a aquele local o aconselharam a voltar. Foi o que fez, abandonou aquela gruta e retornaram para mais próximo da cidade. Todo mundo o procurava, peregrinos, seguidores, o próprio clero, magistrados etc. Profetizou a sua própria morte, logo após a sua última visão de Deus com seus anjos. Faleceu no Egito, em 356, aos 105 anos. Sua biografia foi escrita por Santo Anastácio. Suas relíquias estão conservadas na Igreja de Santo Antônio de Viennois, na França.
                                              26. • Antelmo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 26/06
                                              27. • Antero (Séc. II, Itália - ?, ?) - Papa e mártir - 03/01 Nasceu em Policastro, Calábria, na Itália, no séc. II. Seus pais eram gregos. Foi eleito Papa no ano 235 e seu pontificado durou apenas quarenta e três dias, pois perseguido por Maximino, acabou martirizado. Faleceu martirizado em Roma, atual Itália, no dia 03 de janeiro de 235.• Ântimo (?, ? - 303, Turquia) - Bispo e mártir - 27/04 Nasceu em Nicomédia, Turquia, em data não identificada por nós. Sabe-se que foi preso quando ocorreu um grande incêndio no palácio imperial da Nicomédia, na Turquia. Os cristãos foram acusados de provoca-lo e por isso foram perseguidos. Conseguiu fugir, mas foi preso. Faleceu martirizado por decapitação, em Nicomédia, na Turquia, no ano 303.

                                              1. • Antonino (?, ? - ?, ?) - 20/04
                                              2. • Antonino (?, ? - ?, ?) - Mártir -  02/09
                                              3. • Antonino Fantosati (1842, Itália - 1900, Itália) Mártir - 07/07 Nasceu em Santa Maria, em Perusa, Itália, no dia 16 de outubro de 1842. Ingressou na Ordem dos Irmãos Menores de São Francisco. Foi ordenado sacerdote em 1865, aos 23 anos de idade. Pouco tempo depois partiu para a Hupe, na China, chegando no dia 15 de dezembro de 1867. Sua primeira preocupação foi aprender a língua local. Partiu então para Lao-ho-kow, local onde pregou e converteu durante 18 anos. Em 1878 fundou um orfanato para meninos abandonados ou órfãos. Em 1888 faz uma breve visita à Itália e quando retorna à China é nomeado bispo de Adana. Nesta época passou por muitas perseguições, quando mais de 20.000 Cristãos foram mortos. Faleceu na China, martirizado, depois transpassado por uma barra de ferro pontiaguda e por fim, jogado ao lado de um irmão de Fé num rio. Foram então recolhidos do rio, queimados e suas cinza lançadas ao vento, no ano de 1900. Esta ação tinha por objetivo impedir que fossem feitas orações em seu túmulo e proporcionar o seu esquecimento. Foi Canonizado pelo Papa João Paulo II, no dia 01 de outubro de 2000.
                                              4. • Antonino Fantosati (?, ? - ?, ?) - Mártir chinês - 09/07
                                              5. Antônio
                                                (1516, Máxico - 1527 - Máxico) - Crianças martirizadas por não renunciar a sua fé, juntamente com
                                                Cristovão
                                                (+1527) e João (1529). ??/?? Local e data de nascimento não identificados por nós. Crianças que eram cristãs católicas foram atacadas pelo povo, que não era cristão, quando exigiram que renunciassem à fé. Como se recusaram foram brutalmente assassinados. Cristovão em 1527 e João dois anos depois. Foram martirizados pelo povo, em Tlaxcala - México, no ano de 1529. Canonizado pelo Papa Francisco, no dia 15 de outubro de 2017.
                                              6. • Antônio (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São João e Santo Eustácio - 14/04
                                              7. • Antônio (?, ? - ?, ?) - Abade canonizado junto com o Santo Teodósio Pecheersky - 10/07
                                              8. • Antônio Aparecido (?, ? - ?, ?) - ??/??
                                              9. • Antônio Cauleas (?, ? - séc. IX, Frígia, atual Turquia) - Monge - 12/02 Nasceu na Frígia, região da atual Turquia, em data não identificada por nós. Sua família teve que fugir da Frígia da perseguição por anticristãos para Constantinopla, atual Turquia. Pouco tempo depois nasceu Antônio Cauleas. Não pode viver muito tempo com sua mãe, pois ela veio a falecer. Por volta dos doze anos foi entregue pelo pai a um abade para educa-lo. Antônio se envolveu com as Sagradas Escrituras, por essa razão pouco tempo depois de se tornar monge foi eleito abade. Era uma pessoa envolvida com os problemas sociais, socorrendo aos pobres, necessitados, combateu as heresias fortalecendo a fé dos fiéis em Jesus Cristo. Faleceu nas proximidades de Constantinopla, atual Turquia, no séc. IX.
                                              10. • Antônio Daniel (?, França - 1649, Canadá) - Mártir  no Canadá e Estados Unidos juntamente com seus companheiros , São Carlos Garnier, São Gabriel Lalemant,  Santo  Isaac Jogues,  São João de Brebéuf, São João de la Land, São Noel Chanabel e São Renato Goupil   - 19/10 Nasceu na França, em data não identificada por nós. Ingressou na Companhia de Jesus. Embarcando em 1625, para o Quebec, no Canadá, como companheiro de João de Brebeuf (Santo). Como os demais foi um grande catequizador, pregador e evangelizador. Seu trabalho naquele país foi duro, pois teve que enfrentar as mais diversas dificuldades de comunicação, violência, superstição, descrença, ganância e até o canibalismo. Foram responsáveis pela conversão de mais de sete mil índios. João de Brebeuf,  Antônio Daniel  e seus companheiros são capturados por nativos, os Iroquois, e levados para a Missão de Santo Inácio, no Canadá. Naquele local passaram a ser agredidos, mutilados, queimados e canibalizados. Faleceu na Missão de Santo Inácio, em Quebec, no Canadá, martirizado no fogo e canibalizado, no ano 1649. Foi Canonizado pelo Papa Pio XI, em 1930.
                                              11. • Antonino de Florença (1389, Itália - 1459, Itália) - Arcebispo de Florença - 10/05  Nasceu na Itália, no ano 1389. Ainda jovem ingressa no Mosteiro Dominicano, onde anos mais tarde seria ordenado sacerdote. Foi amigo pessoal e íntimo de Fra Angélico (Santo e pintor). É nomeado para o cargo de bispo de Florença, mas ele fugiu para não assumi-lo, mas é perseguido, encontrado e é forçado a aceitar e assumir o cargo. Foi um grande bispo, muito dedicado a seus fieis e a oração. No Concílio de Basiléia defendeu com todas as suas forças o papado. Foi grande escritor teológico de valor e deixou grandes obras. Era muito querido e admirado pelo Papa Nicolau V, que a partir de informações verdadeiras sobre a santidade de Ubaldo chegou a afirmar que este precisaria ser Canonizado ainda vivo. Faleceu em Florença, na Itália, no ano de 1459.
                                              12. • Antonino de Sorrento (?, ? - ?, ?) - Abade -  14/02
                                              13. • Antônio de Categeró (?, ? - ?, ?) - 08/01
                                              14. • Antônio de Costantinopla (?, ? - ?, ?) - 12/02
                                              15. • Antônio de Gianelli (?, ? - ?, ?) - Bispo - 07/06
                                              16. • Antônio de Lérins (?, ? - ?, ?) - 28/12
                                              17. • Antônio de Lisboa (ou Pádua) (1195, Portugal - 1231, Itália) - Sacerdote doutor da Igreja - 13/06 Nasceu em Lisboa, Portugal, no ano de 1195. Seu nome de Batismo era Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo. Sua família era muito rica e pertencia a nobreza de Portugal. Aos 15 anos ingressou no Colégio da Ordem dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho. Naquele local estudou filosofia, teologia e ciências. Quando da chegada dos frades enviados por Francisco (Santo) a Portugal para fundarem um Mosteiro Fernando ficou admirado pelo modo de vida e a dedicação daqueles religiosos orientados por Francisco de Assis (Santo), ainda vivo. Em 1220 ingressou na Ordem Franciscana, foi quando mudou seu nome para Antônio. Partiu logo após para o Marrocos, mas durante a viagem ficou gravemente enfermo e foi obrigado retornar para Portugal, mas seu destino não seria seu país natal, pois durante a viagem de retorno um problema ou acidente com o navio fazendo com que ele fosse levado a deriva para a Itália. A embarcação acabou aportando na Ilha da Sicília. Naquela ilha morou em um Convento Franciscano até a sua recuperação total, em Messina. Algum tempo depois foi levada para Assis por seu superior e naquela localidade pode conhecer pessoalmente Francisco de Assis (Santo). Durante sua passagem por Assis foi muito dedicado à Fé a ponto de chamar a atenção de Francisco (Santo), que logo em seguida o designou para lecionar teologia para os novos frades  Franciscanos no Mosteiro de Bolonha. Quando decidiu iniciar um trabalho de caridade, catequização, assistência espiritual, social e à saúde. Combateu os ricos e poderosos que apoiavam a filosofia herética. Viajou muito pela Itália e até mesmo pelo sul da França. Faleceu em Pádua, na Itália, no dia 13 de junho de 1231, aos 36 anos de idade. Foi Canonizado pelo Papa Gregório IX, no ano de 1232. Tamanha era a quantidade de milagres comprovados atribuídos à sua intercessão junto ao Santíssimo Pai fazendo com que muitos procurassem seu túmulo.
                                              18. • Antônio de Nagasaki (1584, Japão - 1597, Japão) - Mártir - 26/02 Nasceu em Nagasaki, no Japão, no ano 1584. Seu pai era Chinês e sua mãe Japonesa. Sua família já era Cristã quando do seu nascimento. Antônio foi educado pelos Franciscanos. mais tarde em razão de sua dedicação, interesse e vontade de crescer em Cristo foi admitido na Ordem Terceira Franciscana. Mudou-se para Meaco para acompanhar seu superior o reitor do Seminário de São Jerônimo de Jesus, mais tarde para Osaka. Quando tinha apenas treze anos foi preso em função da perseguição aos religiosos que atuavam naquele país. Todos os religiosos presos tiveram a suas orelhas esquerda decepadas, depois conduzidos em cortejo para Nagasaki. Faleceram em Nagasaki, Japão, no dia 05 de fevereiro de 1597. Foi Canonizado pelo Papa Pio IX, no dia 08 de junho de 1862.
                                              19. • Antônio de Pádua (de Lisboa) (1195, Portugal - 1231, Portugal) - Franciscano, seguidor de São Francisco de Assis, chegou a conviver com o Santo de Assis, Itália. Nasceu em Lisboa, Portugal, no dia 15 de agosto de 1195. Seus pais eram ricos e nobres. Foi Batizado com o nome: Fernando de Bulhões y Taveiro de Azevedo e era o primeiro filho da família. Estudou com os melhores professores e tinha tudo para seguir a vida de nobreza, mas foi chamado. Contrariando seus pais ordenou-se sacerdote no ano de 1220, como Cônego Regular de Santo Agostinho, mas nesse mesmo ano conheceu a Ordem Franciscana, quando nela ingressou. Adotou o nome de Frei Antônio de Lisboa. Numa certa data, quando em êxtase, recebeu a visita de Jesus, esta não foi a única vez. Apesar de seus conhecimentos e ser um excelente orador, trabalhava como cozinheiro, mas quando conheceu São Francisco de Assis é nomeado professor de teologia. Viajou para a Itália, mais precisamente para Assis, local onde conheceu pessoalmente o São Francisco e Santa Clara. Retornou para Portugal. Em 1229 mudou-se para o Convento de Arcella, em Pádua, Portugal. Faleceu aos 36 anos de idade, em Pádua, Portugal, no dia 13 de junho de 1231. Foi Canonizado pelo Papa Gregório IX, no dia 30 de maio de 1232. Foi proclamado pelo Papa Pio XII, no dia 10 de janeiro de 1946, Doutor da Igreja. Santo padroeiro de Portugal.
                                              20. • Antônio de Pierozzi (?, ? - ?, ?) - 02/05
                                              21. • Antônio de Sant'Anna Galvão (1739, Guaratinguetá, SP, Br - 1822, São Paulo, SP, Br) - Primeiro santo Brasileiro, foi o construtor e fundador do Convento da Luz, conhecido popularmente como "Frei Galvão" - 25/10 Nasceu em Guaratinguetá, São Paulo, Brasil, no ano de 1739. Nasceu em uma família muito rica e seu pai o capitão-mor da província e terciário franciscano Antônio Galvão de França. Sua mãe Isabel Leite de Barros teve onze filhos. O casal era muito religiosos e esta Fé foi transmitida para os filhos. Aos treze anos é enviado para estudar com os padres Jesuítas, no Seminário de Belém, na Bahia. Naquele local o seu irmão José o recebeu. Com vinte e um anos sai daquele Seminário e vai para o Rio de Janeiro onde ingressou na Ordem Franciscana e em 1762 é ordenado sacerdote. A ordenação foi especial e autorizada pelo Papa, pois sua idade ainda não era a exigida. Em 1768 foi nomeado confessor e pregador do Convento das Irmãs Recolhidas de Santa Teresa. Neste local conheceu a irmã Helena Maria do Sacramento. Esta irmã tinha visões de Jesus Cristo, o Pai Santíssimo, que lhe pedia para fundar um novo Recolhimento. Na época o marquês de Pombal, estava perseguindo os Jesuítas e proibiu que fosse fundado qualquer espaço religioso. Mesmo indo contra a lei frei Galvão e a irmã Helena, em 1774, fundaram o Recolhimento de Nossa Senhora da Conceição da Divina Providência ou Mosteiro Concepcionistas de Nossa Senhora da Luz, em São Paulo, SP - Brasil, no entanto a irmã não conseguiu ver sua obra florescer, pois veio a falecer em 1775. Outro fato importante é que o Convento foi fechado por ordem do marquês, no entanto a pressão popular, comandada por Galvão, o poder político voltou atrás em sua decisão. Foram catorze anos de dedicação e muito trabalho para construir o Mosteiro, pois todo ele foi construído na técnica de taipa-de-pilão. Foi engenheiro, arquiteto, mestre de obras e até operário. Para cobrir os custos da obra saia pelas ruas da cidadee de São Paulo pedindo esmola e ajuda. Em 1802 é finalmente inaugurado o Convento e a Igreja, já nessa época tinha fama de Santidade. Foi para Sorocaba e fundou o Recolhimento de Santa Clara, a pedido do bispo de São Paulo. Viveu naquela cidade por aproximadamente 11 meses até que o Recolhimento se manter sozinho. Foi nomeado guardião do Convento de São Francisco nesta mesma época. Com uma grave enfermidade foi autorizado a retornar ao Mosteiro Concepcionistas de Nossa Senhora da Luz, ou simplesmente, Convento da Luz, local que ele próprio construiu e fundou. Passou a viver numa pequena cela, isolada, onde era tratado pelas irmãs que viviam em clausura. Faleceu no Convento da Luz, em São Paulo, Brasil, no dia 23 de dezembro de 1822. Foi sepultado na Igreja do Convento defronte ao Altar-mor. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II, no dia 25 de outubro de 1998. Foi Canonizado na cidade de São Paulo, em Missa no Campo de Marte, pelo Papa Bento XVI, em 11/05/2007. Na segunda metade do século XX o prédio foi tombado pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade. O local é tombado pelo prefeitura da Cidade, pelo Estado e pela União.
                                              22. • Antônio Gonzáles (?, Espanha - 1637, Japão) - Mártir no Japão juntamente com seus 15 Companheiros - 28/09 Nasceu na Espanha, em data não identificada por nós. Sacerdote Dominicano que seguiu em missão para o Japão. Naquele país, em 1636 foi preso juntamente com seus 15 companheiros. Alguns deles: São Lorenzo Ruiz, São Guilhermo Courtet, São Lázaro de Kioto, São Miguel de Aozaraza e São Vicente Shiwozuka da Cruz. Faleceu na China, martirizado, pendurado e amarrado pelos pés, no dia 18 de outubro de 1637. Foi Beatificado pelo Papa João Paulo II, em Manila, Filipinas, no dia 18 de fevereiro de 1981. Foi Canonizado pelo Papa João Paulo II, em Roma, no dia 18 de outubro de 1987.
                                              23. • Antônio Gonzáles (?, ? - ?, ?) - Mártir - 24/09
                                              24. • Antônio Kim (?, ? - ?, ?) - Mártir coreano - 20/09
                                              25. • Antonio Maria Claret (1807, Espanha - 1870, França) - 24/10 Nasceu no povoado de Sallent, Espanha, no dia 23 de dezembro de 1807. Foi Batizado no dia de Natal com o nome Antonio Claret Y Clara. Era uma família grande, totalizando onze filhos, Antônio era o quinto. Trabalhou um tempo com o pai, mas mais tarde aprendeu a profissão de tipógrafo. Quando adolescente adotou o nome Antônio Maria Claret para mostrar a sua Fé e dedicação a Deus Pai e Filho. Numa certa época passou a trabalhar com o pai em uma fábrica de tecidos, mas quando completou 21 anos de idade ingressou no Seminário de Vic, na Espanha. Em 1835 foi ordenado sacerdote, quando foi nomeado sacerdote em sua terra natal. Sua dedicação e trabalho, em favor dos missionários, é muito grande. Tinha por hábito escrever e muito. Em 1839, com o objetivo de ser missionário, vai para Roma e em 1848 é enviado para as Ilhas Canárias. Fundou em 1849 a Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria. Foi transferido para Cuba e nomeado arcebispo e recebeu o título de monsenhor. Foi duramente perseguido pela maçonaria sofrendo até atentados contra a sua vida. Foram diversas tentativas de assassinato, como o incêndio na casa onde se hospedava, mas nunca recuou ou se amedrontou. Fez a restauração completa do Seminário na capital cubana. Era um grande defensor dos escravos e índios. Para resolver o problema do analfabetismo na ilha fundou ao lado da Madre Antônia Paris a Congregação das Irmãs de Ensino Maria Imaculada. Em 1857 retornou para a Espanha, mais precisamente para Madri com uma nova missão, a de ser o confessor da rainha Isabel II. Aproveitou a maior disponibilidade de tempo para dedicar-se a escrever sermões. No entanto em 1868 a rainha foi exilada e Antonio, solidário, a acompanhou. A família real foi para a França. Naquele país não deixou de apoiar aos nobres exilados, escreveu muito e fundou uma academia para artistas franceses. Faleceu no Mosteiro de Fòntfroide, na França, no dia 24 de outubro de 1870. Foi Beatificado pelo Papa Pio XI, em data não identificada por nós. Foi Canonizado pelo Papa Pio XII, no ano de 1950.
                                              26. • Antônio Maria Gianelli (1789, Itália - 1846, Itália) - Bispo e fundador - 07/06 Nasceu em Cereta, região de Chiavari, Itália, no dia 12 de abril de 1789. Sua família era pobre e de camponeses, mas também muito religiosa. Sempre frequentou a igreja. Em 1807, teve oportunidade de ser educado no Seminário de Gênova. Tinha 23 anos de idade quando foi ordenado sacerdote. Tornou-se professor de letras e retórica. Foi um grande escritor e revolucionário para sua época num período posterior a Napoleão. Foi nomeado pároco da Igreja de Chiavari, entre 1826 e 1838, local onde apresentou uma série de inovações. Fundou um Seminário, além, de outras instituições religiosas. Destaque para a fundação da Congregação Missionária para Sacerdotes e entregou a direção a Afonso Maria Ligório (Santo). Nos mesmos moldes fundou uma para as freiras, mas com objetivo de prestar assistência cultural e religiosa. Entregou a direção às Damas da Caridade. A mesma instituição torna-se em 1829 na Congregação das Filhas de Maria Santíssima do Horto e mais tarde de Irmãs Gianellinas. Em 1838, nomeado bispo de Bobbio. Nesta função os padres Ligorianos para ajudá-lo na reorganização da sua diocese. Muitos padres foram obrigados a mudar de postura, foram punidos e até mesmo expulsos, por não prestar um bom serviço de evangelização e ser exemplo para a população. Faleceu em Piaceza, Itália, em 07 de junho de 1846. Foi Canonizado pelo Papa Pio XII, no ano de 1951.
                                              27. • Antônio Maria Pucci (1819, Itália - 1892, Itália) - 12/01 Nasceu numa região próxima a Florença, chamada Poglolo de Vemio, na Itália. Sua família era  Católica praticante. Desde pequeno desejava seguir a vida religiosa, mas tinha a resistência de seus irmãos que eram contrários aos seus ideais. Além dele eram mais seis irmãos. Quando completou dezoito anos ingressou no Convento dos Servos de Maria da Santíssima Anunciação de Florença, mas desta vez apoiado por todos os familiares. Resolveu mudar seu nome de Batismo, Eustáquio Pucci, para Antônio Maria Pucci, em homenagem a Mãe de Deus. Mudou-se para a Paróquia de Santo André, onde iniciou a sua vida religiosa, pós convento como Vice-pároco. Após três anos vivendo naquela mesma Paróquia de Santo André, que ficava em Viarégio, foi nomeado o Pároco. faleceu após quarenta e oito anos de comando daquela Paróquia. O padre Antônio Maria era muito dedicado à cura espiritual e física das pessoas seja em tempo normais ou durante duas epidemias que atingiram a região. Sua fé era tanta que durante o atendimento pessoal aos mais doentes conseguia a cura através de orações e conselhos. Exerceu simultaneamente outras funções na região de Viarégio. Foi também o fundador da Congregação das Irmãs Auxiliadoras Servas de Maria. Congregação que tinha por objetivo a formação e educação dos adolescentes. Criou um orfanato Mariano para crianças doentes e pobres. Outras organizações voltadas ao atendimento de idosos, carentes, crianças e doentes foram criadas ou administradas por ele quando estas já existiam. Antônio faleceu ajudando, o fato é que quando foi chamado de emergência em sua Paróquia para socorrer uma pessoa muito doente, acabou enfrentando a chuva e o frio que fazia naquela noite. Esta saída fez com que contraísse uma forte pneumonia e que foi fatal. Faleceu na Itália, no ano de 1892. Foi sepultado no cemitério no interior da Congregação, permanecendo lá até 1920, quando seus restos mortais foram trasladados para a Igreja de Santo André. Foi Canonizado pelo Papa João XXIII, no ano de 1962. No mesmo ato elevou a Igreja de Santo André à condição de Basílica.
                                              28. • Antônio Maria Zaccarias (1502, Itália - 1539, Itália) - Sacerdote fundador - 05/07 ou 06/07 Nasceu em Cremona, na Itália, em 1502. Sua mãe, Antonieta, casara bem jovem e quando ele nasceu ela tinha apenas 18 anos de idade, mas seu marido, Lázaro, veio a falecer quando ele tinha apenas dois anos de idade. Logo após o luto sua mãe, muito jovem e bonita, passou a receber muitos pedidos de casamento, mas ela preferiu cuidar do filho sem uma companhia masculina. Ela Cristã fervorosa proporcionou ao filho uma educação integra. Antônio cresce e é reconhecido pela sua humildade tanto no relacionamento com as pessoas, mas também no modo de se vestir. Alguns anos depois decide fazer o curso de medicina, mas tinha a intenção de atender a população carente. Formado passou a realizar o seu sonho, trabalhando junto ao povo. Não era apenas um médico das doenças físicas, mas também das espirituais. Decide ingressar em um Seminário e em 1528 é ordenado sacerdote. Vivendo em Milão junto fundou a Congregação dos Clérigos Regulares de São Paulo, ao lado de dois irmãos de Fé. Fundou outras Congregações, tanto masculinas bem como femininas. Durante uma epidemia que atingiu a região de Milão foi acometida por ela. Faleceu em Milão, Itália, no dia 05 de julho de 1539. Foi Canonizado no ano de 1897.
                                              29. • Antônio Neyrot (?1420, Itália - 1450, Tunísia) - Dominicano mártir - 10/04 Nasceu em Rívoli, na Itália, provavelmente em 1420. Tornou-se um religioso dominicano. Mudou-se para a Sicília, na Itália, em 1450 e em seguida para Nápoles, na Itália. Naquela localidade é capturado por piratas e levado a força para Tunes, Tunísia. Em tunes converte-se para o islamismo, logo em seguida casou-se. Em data não identificada retoma sua fé cristã, fato que provocou a ira da população local agredindo-o violentamente. Faleceu martirizado, em Tunes, na Tunísia, provavelmente no ano 1452. Foi Canonizado pelo Papa Clemente XIII, no ano 1767.
                                              30. • Antônio Nguyen Huu Quinh (?, ? - ?, ?) - Mártir vietnamita - 24/11
                                              31. • Antônio Placenza (?, ? - ?, ?) - 30/09
                                              32. • Antônio Percierskij (983, Rússia - 1073, Rússia) - 10/07 Nasceu na Ucrânia, Rússia, no ano de 983. Tinha por hábito buscar a solidão, e escolhia como o melhor lugar as cavernas e grutas, local onde fazia durante horas orações contemplativas. Quando adulto passou a peregrinar por diversos Conventos e Mosteiros, indo para a Grécia. Quando retornou a seu país escavou a primeira gruta em Kiev, fato que chamou a atenção de muitas pessoas e estas passaram a ser seguidoras de Antônio. Estas pessoas eram atraídas pelos seus ensinamentos, contemplações, sempre com muita paciência, dedicação e misericordioso. Seus seguidores construíram várias celas e uma pequena Igreja. Nos ano de 1051 foi concluída a obra do Mosteiro das Grutas, cujo o projeto arquitetônico integrava as diversas grutas escavadas por monges. A comunidade ali formada ficou conhecida pela sua caridade, serenidade, instrução... Antônio era o exemplo para toda esta comunidade que se aflorava, mas não queria dirigir, por esta razão confiou a seu discípulo Teodósio a criação e confirmação das Regras Monásticas. Naquela época Kiev passou a viver uma perseguição política, era 1055, fato que obrigou Antônia a sair daquela região. Foi para Cemigov, local onde fundou outro Mosteiro, respeitando as Regras, criadas no anterior. Como o Mosteiro de Kiev continuou funcionando, dirigido por Teodósio, seu cofundador, possibilitou a Antônio o retorno à região, mas teve que viver recluso e clandestino. Faleceu no interior daquele Mosteiro de Kiev, Rússia, no dia 10 de julho de 1073. O Mosteiro da Gruta foi parcialmente destruído entre 1299 e 1316, quando da invasão dos tártaros. Em 1926 foi fechado pelo regime comunista da Rússia. Apenas em 1988 foi reaberto, agora como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.
                                              33. • Antônio van Hoomaar (?, ? - ?, ?) - Mártin de Gorcum - 09/07
                                              34. • Antônio van Weert (?, ? - ?, ?) - Mártin de Gorcum - 09/07

                                              • Apodêmio (?, Espanha - 303/304?, Espanha) - Mártir juntamente com a Santa Engrácia e mais 17 companheiros, são eles: Fausto, Januário, Urbano, Cassiano, Luperco, Marcial, Ciciliano, Félix, Evêncio, Primitivo, Maturino, Júlio, Quintiliano, Públio, Frontón, Obtato e Sucesso - 16/04 Nasceu na Espanha e em data não identificados por nós. Apodêmio foi uma das vítimas da perseguição aos Cristãos por Diocleciano, quando acompanhava Engrácia (Santa), mais 17 cavaleiros, todos foram presos, torturados e condenados à morte. Em conjunto os seus companheiros seguem os passos de Engrácia e renegam os deuses pagãos de Diocleciano e confirmam a Fé em Nosso Senhor Jesus Cristo. Faleceu em Saragossa, na Espanha, martirizado, em 303 ou 304.
                                              • Apolinário (?, ? - ?, ?) - 27/11
                                              • Apolinário (?, ? - ?, ?) - Mártir - 20/07
                                              • Apolinário (?, Itália - séc. II?, Itália) - Bispo mártir - 23/07 Nasceu na Itália, em data não identificada por nós. Foi pelo que apuramos o primeiro Bispo de Ravena, no entanto são poucas confiáveis uma grande parte das informações sobre este santo. Alguns textos o apresenta como sendo um dos seguidores de São Pedro, mas não há nada que prove estas informações. Sabe-se que que foi preso e apedrejado por seguir a Fé Cristã. Faleceu em Ravena, na Itália, martirizado por apedrejamento, provavelmente no início do século II.
                                              • Apolinário de Hierápolis (?, ? - ?, ?) - 08/01
                                              • Apolinário de Posat (1739, Suíça - 1792, França) - Mártir - 03/09 Nasceu em Prez-vers-Noréaz, próximo a Friburgo, na Suíça, no ano de 1739. Ingressou no colégio dos Jesuítas, em Friburgo. Com 23 anos Apolinário de idade ingressou no Convento da Ordem dos Irmãos Menores Capuchinhos, de Zug e em 1764 foi ordenado sacerdote. Passou a participar com maior intensidade das atividades pastorais, valorizando a catequese, confissão e a comunhão. Tornou-se professor de filosofia e teologia, mas tarde foi eleito superior do Mosteiro. Após alguns anos pediu permissão para seguir em missão no Oriente. Como ele não falava nenhuma língua oriental foi para Paris, na França, para estudar. Mas a revolução francesa não perdoou ninguém do grupo de missionários. Declarou-se fiel às normas e regras da Igreja Católica e à Santa Sé. Por esta razão foi condenado juntamente com seus companheiros. Foi preso e o Convento das Carmelitas foi transformado em prisão. Naquele local haviam padres, bispos e monges. Faleceu na França, no dia 02 de setembro de 1792. Ele e os 180 irmãos de Fé ali encarcerados foram assassinados violenta e impiedosamente. Foi Beatificado pelo Papa Pio XI, no dia 27 de outubro de 1926.
                                              • Apolinário de Valença (séc. V, Áustria - 520, Itália) - Bispo - 05/10 Nasceu em Viena, Áustria, no século V. Era irmão de outro santo, São Avito. Já religioso foi orientador espeiritual de São Marmelo. Os bábaros  invadiram a Itália naquela mépoca com a decadência e fim do Império Romano. Por sua luta pela igualdade, verdade e justiça, contra os poderosos e até pessoas da própria Igreja que se corromperam, foi exilado. Faleceu em Valença, no ano 520.
                                              • Apolo (?, ? - ?, ?) - Abade - 25/01
                                              • Apolônio (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Filemão - 08/03
                                              • Apolônio - o Apologista (Apologeta) (?, ? - 185, Roma) - Mártir - 18/04 Nasceu em local e data não identificados por nós. Sabe-se que Apolônio era um prestigiado senador romano. Era uma pessoa estudada e de profundos conhecimentos. Num dado momento de sua vida converte-se ao Cristianismo e a partir deste momento dá início a um intenso trabalho de conversão das pessoas que formavam a elite da época. Foi um grande evangelizador, fato que incomodou a muita gente, por esta razão foi denunciado por ser Cristão. Por ser um senador ele poderia pleitear condições especiais de julgamento e foi o que fez. Foi julgado pelo senado, onde, com muita maestria fez sua defasa em favor do Cristianismo e da Igreja Católica. Muitas foram as falsas acusações, pois era a única arma daqueles que perseguiam os católicos. Foi então condenado a morte e sua sentença cumprida no ano de 185, quando foi decapitado. Acontece que a sua condenação acabou repercutindo muito mais a favor do Catolicismo do que do paganismo, fato que irritou ainda mais as autoridades e aumentou a perseguição. Faleceu em Roma, no ano 185 d.C.
                                              • Áquila (séc. I, Grécia? - ?, Grécia?) - Mártir juntamente com Santa Priscila (eram casados) - 08/07 Nasceu na Grécia, provavelmente, durante o séc. I a.C. ou séc. I. Casou-se com Priscila em Ponto, quando mudam-se para Corinto. Pouco tempo depois, Áquila e Priscila se encontram com Paulo (Santo). Paulo passa a morar com o casal e juntos fabricam tendas. Paulo converteu o casal e mais tarde estes salvaram a vida de Paulo (Santo). Faleceu na Grécia, em data não identificada por nós.
                                              • Aquiles (?, ? - séc. II/III, Roma) - Mártir juntamente com São Nereu* e São Pacrâncio - 12/05 Nasceu em local e data não identificados por nós. Soldado romano entre o século II ou III, esta data é bem ampla, pois encontramos descrições que ligam a São Pedro, mas é bastante improvável uma vez que a maioria das fontes e os dados arqueológicos apontam para este período, juntamente com São Nereu. Outra fonte vem dos documentos escritos pelo Papa Dâmaso (Santo), já no século IV. Soldados valorosos e obedientes, por essa razão eram membros valorosos da elite da guarda pretoriana. Conta a história, documentos e a tradição que ambos repentinamente se converteram, foram Batizados e abandonaram as armas, pois não podiam continuar obedecendo ordens para perseguir e assassinar cristãos. Este acontecimento é considerado um "Milagre da Fé". Pela opção em viver por Cristo passaram a ser perseguidos e durante a fuga presos, condenados e martirizados. Encontramos algumas informações que a fuga se deu ao lado de Flávia Domitila (Santa), que era parente do imperador Domiciano, quando, em exílio, foram presos e martirizados. O problema é que estas informações se misturam a lendas. Faleceram em Roma (Itália atual), martirizados, provavelmente entre o final do século II ou início do século III.
                                              • Aquiles ou Aquiles de Larissa (?, ? - ?, ?) - 12/05
                                              • Aquiles o Taumaturgo (?, ? - ?, ?) - Arcebispo - 15/05
                                              • Araão (?, ? - ?, ?) - 01/07
                                              • Aarão (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Júlio - 03/07
                                              • Arbogasto (?, ? - ?, ?) - Bispo - 21/07
                                              • Arcádio (?, ? - ?, ?) - Mártir - 01/08
                                              • Arcádio (?, ? - Séc. III, Cesarea) - Mártir - 12/01 Nasceu em local não identificados por nós, no séc. III. É sabido que durante a perseguição romana aos Cristãos, na Mauritânia, em Cesárea, Arcádio decidiu viver na solidão. O governador local não conseguindo prender Arcádio decidiu aprisionar um familiar do Santo e usá-lo para que esse se entregasse. Sabendo da injustiça, Arcádio retorna e se entrega ao juiz, esse o sentencia a venerar os deuses pagãos. Arcádio se recusa e é condenado à morte. Faleceu em Cesárea, martirizado, em data não identificada por nós. Cortaram-lhe lentamente cada um de seus membros em público. Todo mutilado, fala a população exortando-os à conversão ao Cristianismo, e ainda, em hipótese alguma idolatrar deuses pagãos. A população admirada por tanta fé passa a segui-lo como Santo.
                                              • Arcádio e companheiros (?, ? - ?, ?) - Mártir - 13/11
                                              • Ardalião (?, Roma - séc. IV, Oriente?) - Mártir - 14/04 Nasceu em Roma, em data não identificados por nós. Este Santo não era Cristão, ao contrário, zombava destes nas suas apresentações teatrais, pois era ator. Numa certa data, no Oriente, quando zombava dos Cristãos, algo aconteceu que o deixou parado e ao mesmo tempo admirado. No mesmo instante, logo após a visão este se proclama Cristão em público e imediatamente é preso, julgado, torturado e condenado à morte. Faleceu no Oriente, martirizado, no séc. IV.
                                              • Ardo (?, ? - ?, ?) - 07/03
                                              • Arduíno (?, ? - ?, ?) - Sacerdote e eremita - 15/08
                                              • Aredio (?, ? - ?, ?) - 25/08
                                              • Aretas e companheiros (?, ? - ?, ?) - 24/10
                                              • Argemiro (?, ? - ?, ?) - 28/06
                                              • Argeu (?, ? - ?, ?) - 02/01
                                              • Arialdo de Milão (?, ? - ?, ?) - Mártir - 27/06
                                              • Arigo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 01/05
                                              • Aristarco de Tessalônica (?, ? - séc. I, ?Roma) - Discípulo de São Paulo - 04/08 Oeiginário de Tessalônica, Macedônia, mas não sabemos se esta localidade é o local ende nasceu. Foi convertido por Paulo e tornou-se mseu grande companheiro. Pregou com este. Foi conduzido à Roma juntamente com Paulo, quando foram presos. Ele aparece em At 19, 29; At 20,44ss; At 27, 1-2 e Cl 4,10. Faleceu provavelmente em ?Roma, no séc. I.
                                              • Aristeu (?, ? - ?, ?) - 03/09

                                              • Aristides (?, ? - séc. II, Roma) - Apologista - 31/08 Nasceu em local e data não identificados por nós. Sabe-se pouco sobre este santo. Foi um grande escritor, suas obras cristãs só foram escritas após a sua conversão de nominada de "Apologia", onde destaca que Jesus Cristo é o único Deus humano e divino. Foi perseguido e preso. Julgado professou sua fé em Jesus Cristo. Faleceu em Roma, no séc. II.
                                              • Aritaldo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 07/10
                                              • Armando de Bordéus (?, ? - ?, ?) - 18/06
                                              • Armelo (?, ? - ?, ?) - Abade - 16/08
                                              • Armogastes (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com o Santo Arquimino e Santo Saturo - 29/03
                                              • Arnaldo Janssen  (ou Arnoldo) (1837, Alemanha - 1909, Holanda) - Fundador - 15/01 Nasceu em Goch, na Alemanha, no dia 05 de novembro de 1837. Sua família era tradicionalmente Cristã de classe média. Seu pai tinha o hábito de fazer a leitura do Bíblia, em especial o Evangelho de São João, outra prática era rezar o rosário e a leitura de revistas religiosas e missionárias. Esta prática faz com que Arnaldo herde de seu pai a adoração à Santíssima Trindade e também ao Espírito Santo. Forma-se professor em ministra aula de todas as matéria em Bonn. Era bastante genioso e um professor rigoroso. Durante o magistério entra para o seminário de Münster, local onde foi ordenado sacerdote em 1861. Além de Sacerdote, professor era também escritor. Mais tarde assume a direção do Apostolado da Oração na diocese de Münster (1869/75). Neste último ano resolve dedicar-se exclusivamente ao apostulado e a obra missionária. Fundou três Congregações, são elas: Sociedade do Verbo Divino, em 1875. Missionárias Servas do Espírito Santo, em 1889. Servas do Espírito Santo da Adoração Perpétua, em 1896. Faleceu na Holanda em função da perseguição aos Católicos da Alemanha, no dia 15 de janeiro de 1909.
                                              • Arnolfo de Gap (?, ? - ?, ?) - Bispo - 19/09
                                              • Arnolfo de Metz (582, Gália  [atual França] - 641, Gália) - Bispo - 18/07 Nasceu em Metz, antiga Gália, atual França, no ano de 582. Era de uma família nobre e de destaque na região. Recebeu uma educação acadêmica de qualidade. Casou-se com uma aristocrata e este casamento lhe proporcionou dois filhos. Arnolfo passou a trabalhar para o rei Teodeberto II, da Austrasia, acontece que este rei faleceu e seus familiares foram todos assassinados por ordem do rei dos francos Clotário II e que incorporou a região para seu domínio. Arnplfo era uma pessoa sábia e de Fé Cristã inabalável e foi por esta razão que o novo rei o convidou para ser seu conselheiro e responsável pela educação de seu filho Dagoberto, este mais tarde tornaria um dos reis mais justos da história do ser humano. Pouco tempo depois o rei Clotário II o nomeou bispo de Metz. É nesta mesma época que seu nome tem grande destaque pela sua bondade e caridade, mesmo sendo um leigo sabia evangelizar com maestria baseado nas Palavras de Deus Pai e Filho.  Numa certa data quando estava ao lado do rio Mosella concluiu que não era digno daquele cargo e por esta razão retirou o anel de seu dedo e o atirou nas água daquele rio. Em seguida pede perdão a Deus e pede que se ele fosse perdoado o Senhor lhe devolveria o anel. O fato não demorou para acontecer, pois o anel retornou no ventre de um peixe. Mais tarde abandonou o bispado, a corte e ingressou no Mosteiro fundado pelo amigo Romarico. Naquele local passou a viver em oração, penitência, caridade e meditação. Faleceu em Metz, na Gália (atual França), no dia 18 de julho de 641. A população de Metz quando soube de seu falecimento solicitou aos responsáveis pelo Mosteiro seu corpo e o enterrou na Basílica local que a partir daquela data recebeu seu nome.
                                              • Arnolfo (ou Arnulfo) de Soissons (?, ? - ?, ?) - Bispo - 15/08
                                              • Arquelau (?, ? - ?, ?) - Bispo - 26/12
                                              • Arquimino (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com o Santo Armogastes e São Saturo - 29/03
                                              • Arsênio - O Grande (354, Roma - 434 ou 445, Egito) - 19/07 Nasceu em Roma, no ano 354. Sabe-se que ele pertencia a nobreza romana. Quando0 adulto ´passou a viver em isolamento, em oração e penitência contemplativa. Vivia num isolamento total, nem mesmo aceitando a visita de fieis e irmãos religiosos. Era muito comum, por medo em pecar, recusar as visitas que o procuravam para receber aconselhamentos seus. Viveu por quase 50 anos de sua vida isolado do mundo no fundo de uma gruta. Faleceu no Egito, sozinho, no ano de 445.
                                              • Artêmio (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com sua esposa Santa Cândida - 06/06
                                              • Artêmio (?, ? - ?, ?) - Mártir - 20/10
                                              • Artur (?, ? - ?, ?) - ??/??

                                              1. • Asafo  (?, ? - ?, ?) - Bispo - 11/05
                                              2. • Asato  (?, ? - ?, ?) - Abade e bispo - 01/05
                                              3. • Asclas  (?, ? - 290, Egito) - Mártir - 23/01
                                              4. • Ásico  (?, ? - 290, Egito) - Bispo - 27/04
                                              5. • Aspreno de Nápoles  (?, ? - 290, Egito) - 03/08
                                              6. • Asteio  (?, ? - 290, Egito) -  05/07
                                              7. • Astério (?, Roma - 262, Palestina) - Mártir juntamente com o Santo Marino 03/03 Nasceu em Roma, em data não identificada por nós. Sua família tinha posses e lhe garantiu bons estudos. Os poucos relatos que chegaram aos nossos dias contam que Astério era um senador romano e que foi transferido para a Palestina com o objetivo de auxiliar na administração do império, sempre justo e humano. Faleceu na Palestina, martirizado em praça pública, no ano de 262. Logo após assistir ao martírio de Marino (Santo). Quando este já estava morto recolheu seus restos mortais e garantiu um sepultamento digno de um Cristão. Isso bastou para que também fosse condenado e martirizado, por também ter admitido ser fiel a Cristo.
                                              8. • Astério  (?, ? - ?, ?) - Bispo - 30/10
                                              9. • Astério   (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com  São Cláudio  e São Neão - 23/08
                                              10. • Astrico  (?, ? - ?, ?) - Arcebispo - 12/11
                                              11. • Átalas  (?, ? - ?, ?) - Abade - 10/03
                                              12. • Atanásio (279/95, Egito - 373, Egito) - Arcebispo e Dr. da Igreja - 02/05 Nasceu em Alexandria, no Egito, no ano de 279/95. Era um jovem dedicado aos estudos e em pouco tempo foi considerado um dos homens mais inteligentes de Alexandria. Foi convidado pelo bispo Alexandre, de Alexandria para ser seu assessor, mesmo sendo um diácono. Como assessor participou do Concílio de Nicéia. Seu nome é muito citado nos documento originários deste Concílio. Foi também neste que o arianismo foi considerado uma heresia. Os integrantes do arianismo negavam a santidade de Jesus Cristo e o considerava apenas como apenas um "ser nascido do Pai" e não como parte Dele. Atanásio destacou-se nesta luta e na confirmação do papal da Igreja diante do apostulado.O bispo Alexandre faleceu e Atanásio é eleito bispo de Alexandria. Durante seu apostulado sofreu diversas perseguições e sofrimento, mas enfrentou a todos os ataques. Seus maiores perseguidores eram os arianos, que contavam com o apoio do imperador, confundiam a população espalhando mentiras e calúnias para desmoralizá-lo. Estas ações resultaram em cinco exílios, mas ele não desistia, pois a determinação, paciência e a Fé eram suas armas. Foi durante um destes exílios que conheceu Antão (Santo), de quem escreveu a biografia. Faleceu em Alexandria, no Egito, no dia 02 de maio de 373, aos 76 anos de idade. Além de Canonizado foi declarado Doutor da Igreja.
                                              13. • Atanásio  (?, ? - ?, ?) - Bispo mártir - 20/04
                                              14. • Atanásio de Jerusalém  (?, ? - ?, ?) - Mártir - 05/07
                                              15. • Atanásio de Nápoles  (?, ? - ?, ?) - Mártir - 15/07
                                              16. • Atanásio - O Atônita  (?, ? - ?, ?) - Abade - 05/07
                                              17. • Átemas  (?, ? - ?, ?) - Mártir - 25/01
                                              18. • Atenógenes  (?, ? - ?, ?) - Bispo mártir - 16/07
                                              19. • Atilano (850, Espanha - 916, Espanha) - Bispo canonizado juntamente com  Sã o Froliano (Bispo)  - 05/10 Nasceu em Tarazona, Espanha, no ano 850. Quando ainda tinha quinze anos de idade ingressou no Convento Beneditino de Tarazona. Quando é ordenado sacerdote sai em viagem com Froilão (Santo) e se dirigem para as montanhas de Lion onde passam a orar e penitenciar, mas a solidão durou muito pouco, pois a notícia se espalhou com muita rapidez. Eram muitas as pessoas que os procuravam para ouvir as pregações, orar e receber a bênção. Em muito pouco tempo nas montanhas foram construídos mosteiros e a procura pelos religiosos era cada vez maior. No ano 900, durante a festa de Pentecostes, ambos foram ordenados Bispos, Froilão de Lion e Atlano de Zamora, na Espanha. Atilano foi para Zamora, na Espanha, onde durante dezessete anos dirigiu a diocese e seus fiéis. Era um bispo que sempre estava envolvido com o povo e as suas necessidades. A tradição nos relata que muitos são os milagres atribuídos a este Santo. Faleceu em Zamora, Espanha, no ano de 916. Foi Canonizado pelo Papa Urbano II, no ano de 1095.
                                              20. • Atilano Cruz Alvarado  (?, ? - ?, ?) - Mártir mexicano - 21/05
                                              21. • Atílio  (?, ? - ?, ?) - ??/??

                                              1. • Auberto (?, ? - ?, ?) - Bispo - 10/09
                                              2. • Auberto de Cambrai (?, ? - ?, ?) - Bispo - 13/12
                                              3. • Audifax (?séc.III, ? - séc. III, Roma) - Mártir juntamente com o São Mário, Santa Marta e Santo Ábaco - 19/01 Nasceu  em local não identificado por nós, provavelmente durante o séc. III.A tradição conta que Mário, Marta, Audifax e Ábaco estavam em peregrinação partindo da Pérsia para Roma com a intenção de venerar os túmulos dos Apóstolos Pedro e Paulo. Já em Roma, nos arredores da cidade, se dispuseram a ajudar um sacerdote, chamado Valentin, que enterrava os corpos de duzentos e sessenta mártires que haviam sidos decapitados. Como de hábito responsáveis pelos assassinatos abandonaram os corpos ao lado da estrada para servirem de exemplo.Quando enterravam os corpos foram flagrados e presos. Todos os cinco foram mortos, não apenas por enterrar os mortos, mas principalmente por não aceitarem a prestar homenagem a um deus pagão. Faleceu em Roma, provavelmente no séc. III.
                                              4. • Audoeno (?, ? - ?, ?) - Bispo - 24/08
                                              5. • Augurio (?, Espanha - 259, Espanha) - Diácono mártir juntamente com os Santos Eulógio de Córdoba e Frutuoso - 21/01 ou 30/04 Nasceu na Espanha, em data não identificada por nós. Era Diácono, em Tarragona, Espanha, quando foi preso por ordem do governador romano Emiliano. Junto com ele foram presos Frutuoso (Bispo) e Eulógio (ambos Santos). Foram condenados à morte por admitir a Fé em Nosso Senhor Jesus Cristo. Faleceu em Tarragona, na Espanha, martirizado, queimado vivo, no ano 259.
                                              6. • Augusto (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com São Flávio e Santo Agostinho - 07/05
                                              7. • Augusto André (?, ? - ?, ?) - Mártir espanhol - 09/10
                                              8. • Augusto Chapdlaine (?, ? - ?, ?) - Mártir na China - 09/07
                                              9. • Aureliano (?, ? - ?, ?) - Bispo - 16/06
                                              10. • Aurélio (?, ? - ?, ?) - 27/07
                                              11. Aurélio (?, ? - 852, Ibéria) - Mártir juntamente com Santa Natália* (ou Sabagota), Santa Liliana, São Félix e São Jorge - 27/07
                                                Nasceu em local e data não identificado por nós. Todos se converteram ao cristianismo e quando da invasão dos musulmenos à península foram presos. FMarido de Natália, Liliana e Félix amigos e o monge Jorge. Numa certa data Aurélio estava na praça de sua localidade quando presenciou uma cena degradante e humilhante, um cristão estava sendo arrastado por um jumento com ele preso com o rosto abaixo da cauda do animal, naquela hora converteu-se, em público, ao cristianismo. Antes de serem presos Natália, Félix e Liliana venderam todos seus bens e a arrecadação foi distribuída aos pobres e necessitados. Presos pelos musulmanos que não aceitavam o cristianismo, foram condenados à morte. Faleceram em Córdova, na Espanha, no ano 852.
                                              12. • Aurélio de Cartago (?, ? - 430, Cartago - África) - Nada obtivemos sobre sua infância. Foi bispo de Cartago entre 392 a 430 com um trabalho sério junto ao povo africano. Era orientado por Agostinho de  Hipona, seu amigo. Ambos foram grande lutadores em favor da Igreja e contra as heresias. Organizou durante seu mandato 36 concílios locais, estes tinham a função de tratar e resolver questões de fé, sempre seguindo o Magistério da Santa Igreja. Faleceu, na sede episcopal de Cartago, no ano 430. 20/07
                                              13. • Aurélio (ou Aurélio de Arles) (séc. VI, França - 551, vFrança) - 16/06 Nasceu em Gaul (atual França), no séc. VI. Foi nomeado bispo de Arles, Gaul (atual França) no ano 546. Ajudou na organização no Consílho de Orleans, ocorrido em 549. Faleceu em Lyon, Gaul (atual França), no dia 16 de junho de 551.
                                              14. • Aurélio de Córdova (?, ? - ?, ?) - Mártir juntamente com Santa Natália e companheiros  - 27/07
                                              15. • Aurélio de Vilanesa (?, ? - ?, ?) - Mártir - 28/08
                                              16. • Austregésilo (?, ? - ?, ?) - Bispo - 20/05
                                              17. • Austremônio (?, ? - ?, ?) - Bispo - 01/11
                                              18. • Austricliniano (?, França - séc. III, França) - Bispo - 30/06 Nasceu na França, em data não identificados por nós. Austricliniano era Sacerdote e trabalhava com o Bispo Marcial (Santo), que viveu na Região de Limoges, na França, durante o século III. Conta a história que juntos, mais o Sacerdote Alpiniano (Santo) pregaram por toda aquela região. Durante suas atividades eram registrados diversos milagres. Faleceu na França, no século III.
                                              19. • Auteberto (?, ? - ?, ?) - 19/04
                                              20. • Autônomo (?, ? - ?, ?) - 12/09
                                              21. • Auxêncio (?, ? - ?, ?) - 14/02
                                              22. • Aventino (?, ? - ?, ?) - 13/07
                                              23. • Avertino (?, ? - ?, ?) - 05/05
                                              24. • Avito (?, ? - ?, ?) - Abade - 17/06
                                              25. • Avito de Vienne (450, França - 525, ?) - Bispo - 05/02 Nasceu em Vienne, na França, no ano de 450. Seu nome de batismo era Alcimo Ecdício Avito. Ordenado sacerdote segue trabalhando pela fé. Logo após o falecimento de seu pai é nomeado bispo. Nessa época lutou muito pelo fim das questões heréticas apresentadas pelo arianismo e pelo semipelagianismo. Bispo da região de Borgonha, na França trabalhou muito próximo do povo de Deus. Faleceu na França, no ano de 525.
                                              26. • Azarias (?, ? - ?, ?) - Mártir do Antigo Testamento juntamente com o Santo Ananias e São Misael - 17/12

                                              Voltar para o conteúdo